Resenha - Head Of The Deceiver - Wizard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Apenas olhando a capa deste cd já é possível adivinhar qual é o estilo do Wizard, caso não conheça a banda. Óbvio, que é power metal melódico! Isso mesmo, mais uma banda da Alemanha para enriquecer mais esta "ramificação" do metal, que hoje já é considerada uma vertente 100% européia, tamanha quantidade de bandas que vem de países como Alemanha, Itália, Finlândia, Suécia, entre outros. O estilo que é muito bem aceito aqui no Brasil, então acabou de receber mais um grande nome em versão nacional.

Humor: os dez maiores picaretas da música internacionalHalloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data

O Wizard que foi formado orginalmente em 1989, mas estabilizou uma formação apenas em 1991, com Sven D'Anna (vocal), Michael Maass (guitarra), Volker Lesson (baixo) e Snoppi (bateria), sendo que esta formação vem junta até hoje. Foi também em 1991 que a banda lançou a sua primeira demo tape, "Legions of Doom", sendo muito bem aceita no mercado alemão. Foi assim que a banda resolveu investir no seu primeiro cd, "Son of Darkness", lançado em 1995. De forma independente também foi lançado o próximo álbum do Wizard, Bound of Metal que proporcionou ao grupo shows juntamente com grandes ícones do metal como Edguy, Sacred Steel e Paul Di'anno.

A banda ficou obrigada a tirar longas férias entre 98 e 2001 quando Michael Maass foi diagnosticado com sério problema no coração, mas então neste ano com Michael totalmente recuperado, o Wizard lança o seu quarto cd, "Head of the Deceiver".

Neste CD, o som do Wizard está muito parecido com o da banda americana Manowar, fazendo desta comparação algo impossível. A produção deste cd ficou a cargo de Uwe Lullis (guitarrista do Grave Digger), o que deixa o trabalho da banda ainda mais conceituado. São músicas como "Magic Potion", "Head of the Deceiver", "Collective Mind", "Calm of Storm", "Iron War" que mostram toda a velocidade da banda, coros e tudo que o power metal pede. Músicas como "Demom Witches" e "True Metal" mostram alguns riffs diferenciados, melodias fora do comum, dando um ar de originalidade ao som do Wizard. "Head of the Deceiver" só faz com que tenhamos a certeza que a Alemanha possui mais uma promissora banda!

site oficial: www.legion-of-doom.de




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Wizard"


Humor: os dez maiores picaretas da música internacionalHumor
Os dez maiores picaretas da música internacional

Halloween: dez clássicos do Heavy Metal para curtir a dataHalloween
Dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data

Galeria: Musas do Rock e Heavy MetalGaleria
Musas do Rock e Heavy Metal

Nightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãsNightwish
Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs

Ortografia: como deveriam realmente se chamar as bandas?Ortografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

Velvet Revolver: Slash detalha seu período nas drogasVelvet Revolver
Slash detalha seu período nas drogas

Dream Theater: John Myung explica porque usa um baixo de seis cordasDream Theater
John Myung explica porque usa um baixo de seis cordas


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336