Resenha - O2 - Firehouse

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Depois de mostrar ao mundo o poder que tem ao vivo, com o álbum "Bring em' Out Live", o FireHouse volta com um trabalho de estúdio acima de qualquer suspeita. "O2 - Oxygen" chegou próximo do nível de "FireHouse" e "Hold Your Fire" e superou todos os outros lançamentos feitos pelo grupo, até hoje.

Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioTop 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

O disco conta com dez faixas, que vão de baladas típicas, como "Don't Fade On Me" e "Loving You Is Paradise", até músicas pesadas com riffs poderosos, como "Call Of The Night". Entre esses dois extremos, encontramos até referências a hip hop, como acontece em "The Dark", que tem uma letra bem interessante, sobre a era dos computadores.

C.J. Snare manteve o alto nível de sempre nos vocais. Michael Foster e Bruce Waibel fazem o básico, seguram a onda. Nada mais. Não têm nenhum atrativo maior. Já Bill Leverty, bem... este é um caso "grave". Um ser humano de talento descomunal, que representa 80% da banda. Como guitarrista, ele arrebenta, com bases e solos fenomenais. Como produtor chega próximo da perfeição. O trabalho que ele fez nesta área em "O2" é espetacular. Produção de altíssima qualidade. Para completar, desta vez Leverty foi além de seu rotineiro brilhantismo, assumindo os vocais e os teclados, com grande competência e qualidade, em "I'm In Love This Time", uma das melhores músicas do disco.

Fãs de hard rock em geral não podem deixar de conferir um dos melhores trabalhos já apresentados pelo FireHouse nestes dez anos de carreira.

Site Oficial - http://www.firehousemusic.com

C.J. Snare (Vocais)
Bill Leverty (Guittarras & Vocais)
Michael Foster (Bateria, Percussão & Vocais)
Bruce Waibel (Baixo & Vocais)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Firehouse"


Novelas: outros 10 clássicos do Rock que a Globo popularizouNovelas
Outros 10 clássicos do Rock que a Globo popularizou

Baladas do Hard Rock: blog elege o Top 20 de todos os temposBaladas do Hard Rock
Blog elege o Top 20 de todos os tempos


Bizarre Magazine: Quão bizarro é... Ronnie James DioBizarre Magazine
Quão bizarro é... Ronnie James Dio

Top 500: as melhores de todos os tempos segundo a Rolling StoneTop 500
As melhores de todos os tempos segundo a Rolling Stone

Bruce Dickinson: deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldiaBruce Dickinson
Deixando o cabelo crescer novamente em ato de rebeldia

Classic Rock: os 50 maiores álbuns de rock progressivoClassic Rock
Os 50 maiores álbuns de rock progressivo

Iron Maiden: se as bandas de metal mandassem no mundo...Iron Maiden
"se as bandas de metal mandassem no mundo..."

Slash: citando as qualidades de Axl Rose em vídeoSlash
Citando as qualidades de Axl Rose em vídeo

Askmen.com: site elege as dez melhores músicas do NirvanaAskmen.com
Site elege as dez melhores músicas do Nirvana


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336