Resenha - 101 - Tea For Two

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Guilherme Vignini
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7


Se você curte música progressiva, no estilo Genesis, Marillion ou Fish, não pode deixar de conhecer este álbum do Tea For Two, boa banda alemã, que explora muito bem o estilo.

Capas de álbuns: algumas curiosidades e históriasRock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

O Tea for Two começou em 85 como uma dupla e depois de diversas formações, este é seu terceiro álbum, com Stephan Weber nos vocais, Michael Schumpelt nos teclados e samplers e Jens Oliver Sörup nas guitarras, além de alguns convidados especiais.

No ano passado, o Fish (ex-Marillion) viu um show da banda e colocou o pessoal para abrir alguns de seus shows, reconhecendo a qualidade do grupo. "101" é um disco conceitual, com todas as características progressivas, com letras sobre sonhos, outras dimensões e amores perdidos. Isso não soa muito original, mas é como um clichê para o estilo.

É muito difícil analisar um disco conceitual, pois como ele é uma história completa, é como criticar um livro , levando em conta apenas alguns capítulos. Mas o CD tem grandes momentos: "Heaven For Noone Else But Me", tem um pique muito legal, com um ótimo refrão e bons teclados. "Between The Lines" é uma balada muito bonita com vocais muito bem encaixados por Weber. "All Too Late" também não deixará ninguém decepcionado.

Ouvir esse álbum me faz lembrar de dois outros discos imortais (guardando-se claro as devidas proporções) : "Misplace Childhood" do Marillion e "The Lamb Lies Down On Broadway" do Genesis. È datado ? Sim, com certeza, mas acho que os fãs desse estilo vão curtir bastante, já que nenhumas dessas bandas fazem mais esse tipo de som.

Se quiser dar uma conferida dê uma entrada no site www.teafortwo.de , e faça um download de alguns MP3, lá também tem um link para adquirir o CD. É muito bom saber que ainda existem boas bandas fazendo boas músicas, em um estilo, que tem tão pouca divulgação.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Tea For Two"


Capas de álbuns: algumas curiosidades e históriasCapas de álbuns
Algumas curiosidades e histórias

Rock: 25 fotos pra fazer você continuar acreditando na músicaRock
25 fotos pra fazer você continuar acreditando na música

Slipknot: Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantadoSlipknot
Joey Jordison diz que foi demitido por telegrama cantado

Bandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musicalBandas Iniciantes
17 maneiras de assassinar sua carreira musical

Deep Purple: a contestada entrevista na Globo em 2006Deep Purple
A contestada entrevista na Globo em 2006

Iron Maiden: A opinião de Bruce sobre os brasileirosIron Maiden
A opinião de Bruce sobre os brasileiros

Phil Anselmo: Ele viu a tristeza nos olhos de LemmyPhil Anselmo
Ele viu a tristeza nos olhos de Lemmy


Sobre Guilherme Vignini

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.