Resenha - Outbound - Béla Fleck and the Flecktones

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rodrigo Simas
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Fazendo uma fusão de rock, pop, jazz, country, world music, e outras várias influências, Béla Fleck e seus inseparáveis Flecktones lançam Outbound, seu debut pela Columbia Records.

Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy MetalHumor: o que os fãs de rock pedem para beber em um bar?

Falar da habilidade de cada músico é até brincadeira pois não há palavras para descrever o que está sendo tocado nesse disco. O álbum tem diversas participações especiais como convidados (no disco anterior até Dave Matthews dava uma canja nos vocais), que tocam desde violinos, cellos, vários tipos de sax e até cantam em algumas faixas.

É também impressionante a variedade e a originalidade musical do banda, cada música sendo bastante diferente da outra, não deixando a audição ser chata, mesmo que a maioria das 16 faixas sejam instrumentais.
Agora imagine uma banda que segue essa linha, sendo que o instrumento principal é um banjo, tocado por Béla Fleck, e que tenha ninguém menos que Victor Wooten no baixo. Quem conhece esse nome sabe do que estou falando e também sabe do que ele é capaz, estando facilmente entre os três melhores baixistas do mundo da atualidade. Está duvidando? Ouça a faixa 6, "Earth Jam", e preste atenção no solo em que ele vai fazendo barulhos com a boca imitando o que está fazendo com o baixo.

Vale também citar as maravilhosas "A Moment So Close", que conta com lindos vocais no refrão por Rita Sahai e a impecável "Aimum", também cantada. Das instrumentais não há destaques, se você botar o CD para rolar, depois da introdução já entra "Hoe Down", que por si só já vale o disco e deixa qualquer um boquiaberto. Se não conhece, procure conhecer. Se já conhece é só comprar.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Bela Fleck"


Rolling Stone: as 10 melhores bandas de Heavy MetalRolling Stone
As 10 melhores bandas de Heavy Metal

Humor: o que os fãs de rock pedem para beber em um bar?Humor
O que os fãs de rock pedem para beber em um bar?

Blasfêmias?: Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e DeusBlasfêmias?
Rockstars que atacaram a igreja, Jesus Cristo e Deus

Demonstrações de afeto: fotos de rockstars que já se beijaramDemonstrações de afeto
Fotos de rockstars que já se beijaram

Freedom of Expression: o tema do Globo RepórterFreedom of Expression
O tema do Globo Repórter

O endereço do Rock: 8 locais imortalizados em músicas famosasO endereço do Rock
8 locais imortalizados em músicas famosas

Bruce Dickinson: o som do primeiro disco do Iron Maiden é uma merdaBruce Dickinson
O som do primeiro disco do Iron Maiden é uma merda


Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...

Mais informações sobre Rodrigo Simas

Mais matérias de Rodrigo Simas no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336