RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Resenha - Outbound - Béla Fleck and the Flecktones

Por Rodrigo Simas
Postado em 10 de março de 2001

Nota: 10

Fazendo uma fusão de rock, pop, jazz, country, world music, e outras várias influências, Béla Fleck e seus inseparáveis Flecktones lançam Outbound, seu debut pela Columbia Records.

Falar da habilidade de cada músico é até brincadeira pois não há palavras para descrever o que está sendo tocado nesse disco. O álbum tem diversas participações especiais como convidados (no disco anterior até Dave Matthews dava uma canja nos vocais), que tocam desde violinos, cellos, vários tipos de sax e até cantam em algumas faixas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

É também impressionante a variedade e a originalidade musical do banda, cada música sendo bastante diferente da outra, não deixando a audição ser chata, mesmo que a maioria das 16 faixas sejam instrumentais.
Agora imagine uma banda que segue essa linha, sendo que o instrumento principal é um banjo, tocado por Béla Fleck, e que tenha ninguém menos que Victor Wooten no baixo. Quem conhece esse nome sabe do que estou falando e também sabe do que ele é capaz, estando facilmente entre os três melhores baixistas do mundo da atualidade. Está duvidando? Ouça a faixa 6, "Earth Jam", e preste atenção no solo em que ele vai fazendo barulhos com a boca imitando o que está fazendo com o baixo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Vale também citar as maravilhosas "A Moment So Close", que conta com lindos vocais no refrão por Rita Sahai e a impecável "Aimum", também cantada. Das instrumentais não há destaques, se você botar o CD para rolar, depois da introdução já entra "Hoe Down", que por si só já vale o disco e deixa qualquer um boquiaberto. Se não conhece, procure conhecer. Se já conhece é só comprar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Rodrigo Simas

Designer, carioca e tricolor. Começou a ouvir música aos 11 anos, com Iron Maiden, Metallica e Rush. Tem como hobby quase profissional, a música. Além de produzir shows e eventos, trabalhou por 5 anos em loja especializada em Heavy Metal, e já escreveu para alguns sites e revistas de música. Hoje escuta de tudo um pouco, e cada vez mais descobre que existem apenas dois tipos de música: a boa e a ruim, independente do estilo. Bandas e artistas favoritos: Dave Matthews Band, Peter Gabriel, Rush, Iron Maiden, Led Zeppelin, Ben Harper, Radiohead, System of a Down... e a lista continua...
Mais matérias de Rodrigo Simas.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS