Resenha - Keepers Of Jericho - Tribute To Helloween

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando De Santis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Finalmente, a banda criadora do heavy metal melódico, Helloween, recebeu um tributo. Em uma época em que gravadoras se aproveitam de tributos para divulgar suas bandas novas, esse tributo ao Helloween se destaca pela qualidade e pelos músicos famosos no cenário do Metal mundial, como Rhapsody, Sonata Arctica, Heaven's Gate, Labyrinth, entre outros.

Helloween: veja vídeo divulgado pela banda que recapitula o Rock in Rio 2019Heavy Metal: diagrama explica a origem dos nomes de bandas

A primeira música do tributo é, sem dúvida, o grande destaque. A versão que o Rhapsody fez para o clássico "Guardians", do primeiro álbum do Helloween, Walls Of Jericho, ficou impressionante. Com o vocal impecável de Fabio Lione e a guitarra precisa de Luca Turilli, o Rhapsody conseguiu deixar essa versão do clássico do Helloween tão boa quanto a original. A fidelidade nos solos e os arranjos de teclado deixaram a música perfeita.

A banda Sonata Arctica fez uma versão peculiar de "I Want Out", mais rápida do que a versão original e com solos diferentes. A banda Heaven's Gate fez um cover da música "A Little Time", que logo de início pode assustar um pouco os fãs do Helloween, pois o vocalista Thomas Rettke canta seu início em um tom mais baixo. Com o desenvolver da música, o vocal de Thomas cai para o estilo de Michael Kiske, algo que a deixou muito interessante. O Metalium fez uma versão super pesada de "Ride The Sky", com uma bateria super nervosa e um vocal extremamente melódico, nos mesmos moldes de Kai Hansen.

O guitarrista Luca Turilli fez uma versão muito boa de "I'm Alive". Com uma introdução épica e arranjos de teclado por toda a música, essa versão também é um grande destaque do álbum. Mais uma vez Luca reproduz os solos do Helloween com grande precisão.

A decepção desse tributo ficou por conta do Vision Divine. A versão do maior clássico do Helloween, Eagle Fly Free, ficou fraca. A música ficou sem o peso original. Mesmo sendo uma versão cover, o Vision Divine tirou um pedaço da alma desta música, deixando-a meio vazia. O que ficou interessante nesta faixa foi a introdução do Keeper Of The Seven Keys II, Invitation, que é tocada antes de Eagle Fly Free.

Uma das grandes surpresas desse tributo ficou por conta do Dark Moor, que tocou o hino da banda: "Halloween". Apresentando uma introdução totalmente assustadora, a banda surpreende do começo ao fim. Com muitos arranjos de teclados e solos precisos, o Dark Moor consegue impressionar nos 13 minutos desse clássico. Esse tributo ainda conta com as versões de "Judas", tocada pelo Morifade, "Savage" - com um vocal todo diferente da versão original -, tocada pelo Brainstorm, "Future World", tocada pelo Labyrinth, "Save Us", em uma versão bem diferente tocada pelo Cydonia, "Victim Of Fate", tocada pelo Squealer, e "How Many Tears", em uma versão mais pesada do que a original (!!!), tocada pela banda Secret Sphepre.

Um tributo muito bem feito, com direito a homenagem à banda até na parte gráfica, pois a capa é feita pelo desenhista Uwe Karczewski (que já havia feito capas para o Helloween). O ponto fraco desse tributo fica por conta da ausência de músicas dos discos Pink Bubbles Go Ape, Chameleon, e dos discos da fase Andi Deris. Quem sabe num próximo tributo?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Helloween"


Helloween: veja vídeo divulgado pela banda que recapitula o Rock in Rio 2019Helloween
Veja vídeo divulgado pela banda que recapitula o Rock in Rio 2019

Arquivo KZG: Helloween no Fúria Metal em 1996

Helloween: Weikath comenta legado e Hansen diz não curtir termo power metalHelloween
Weikath comenta legado e Hansen diz não curtir termo power metal

Helloween: banda dispara clássicos no Palco Mundo do Rock in Rio; vídeosHelloween
Banda dispara clássicos no Palco Mundo do Rock in Rio; vídeos

Resenha - Rock Ao Vivo (Ginásio Gigantinho, Porto Alegre, 01/10/2019)Helloween: lançado vídeo oficial de "Future World", do ao vivo United Alive; veja

Helloween: United Alive, novo trabalho ao vivo da banda, é lançadoHelloween
"United Alive", novo trabalho ao vivo da banda, é lançado

Rock in Rio 2019: horários do dia do metal passam por pequena alteraçãoRock in Rio 2019
Horários do "dia do metal" passam por pequena alteração

Helloween: Os brasileiros nos entendem, afirma Markus GrosskopfHelloween
"Os brasileiros nos entendem", afirma Markus Grosskopf

Helloween: novo CD e DVD ao vivo United Alive será lançado em edição nacional

Resenha - Rockfest (Allianz Parque, São Paulo, 21/09/2019)Resenha - Rockfest (Allianz Parque, São Paulo, 21/09/2019)

Rockfest SP: veja vídeos e repertórios de Scorpions, Whitesnake, Helloween e EuropeRockfest SP
Veja vídeos e repertórios de Scorpions, Whitesnake, Helloween e Europe

Em 21/09/1965: nascia Markus Grosskopf , baixista do Helloween

Helloween: Chameleon foi feito para soar comercial e pagar as contas, diz WeikathHelloween
Chameleon foi feito para soar comercial e pagar as contas, diz Weikath

Helloween: Veja vídeo de Forever And One, gravado no Brasil, do novo DVDHelloween
Veja vídeo de "Forever And One", gravado no Brasil, do novo DVD

Helloween: Kiske, Hansen e Weikath falam da mágica dos KeepersHelloween
Kiske, Hansen e Weikath falam da mágica dos "Keepers"

Power Metal: os dez álbuns essenciais do gêneroPower Metal
Os dez álbuns essenciais do gênero

2000 a 2002: 10 shows/turnês pouco comentados2000 a 2002
10 shows/turnês pouco comentados


Heavy Metal: diagrama explica a origem dos nomes de bandasHeavy Metal
Diagrama explica a origem dos nomes de bandas

Legião Urbana: Eduardo e Mônica, uma análise psico-neuróticaLegião Urbana
Eduardo e Mônica, uma análise psico-neurótica

Ozzy Osbourne: Fim do Guns foi a maior tragédia do rockOzzy Osbourne
Fim do Guns foi a maior tragédia do rock

Drogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astrosDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

Freddy Frenzzy: O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentaçãoFreddy Frenzzy
O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentação

Metallica: desconsolado, youtuber toca riff por duas horas sem pararMetallica
Desconsolado, youtuber toca riff por duas horas sem parar

Bandas extremas: 10 álbuns que causaram surpresaBandas extremas
10 álbuns que causaram surpresa


Sobre Fernando De Santis

Paulistano, nascido em 1979, Fernando De Santis passa grande parte do seu tempo viajando entre São Paulo, Santos e Curitiba. Nas horas de viagens dentro de ônibus ou aviões, costuma ouvir Hard Rock, Heavy Metal e demos de qualquer estilo. Atualmente trabalha como webdesigner para o Estado de São Paulo. Mantém o site "We Burn", dedicado ao Helloween desde 1998, que nunca lhe trouxe nenhum dinheiro, mas rendeu muito amigos.

Mais informações sobre Fernando De Santis

Mais matérias de Fernando De Santis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336