Heavy Metal: álbuns definitivos do estilo - Parte 1

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Mateus Ribeiro
Enviar correções  |  Ver Acessos

Já faz quase meio século que o heavy metal está fazendo a alegria de milhões de pessoas mundo afora. Desde o início da década de 1970, tivemos o prazer de ver o nascimento de inúmeras bandas que se tornaram verdadeiras lendas conforme o tempo passou e suas historias foram sendo escritas.

Humor: Não basta um machado na mão para ser Black MetalThe Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Algumas dessas bandas lançaram discos que por uma ou outra razão, se tornaram verdadeiras entidades sagradas dentro do heavy metal. Confira algumas dessas obras, que passaram pelo teste do tempo e continuam fazendo a cabeça de muita gente.

Observação: a lista não segue nenhuma ordem cronológica e/ou de importância.

"Black Sabbath" - Black Sabbath (1970): sem sombra de dúvidas, o pontapé inicial dessa maravilha chamada heavy metal. Gravado em pouco tempo (um dia para ser mais exato), o primeiro disco dos pais do negócio é pesado, sombrio e totalmente chocante para os padrões da época.

A faixa que leva o nome da banda (e do disco) é uma das composições mais assustadoras da historia da música, e resume bem a ideia da banda. A introdução, com o barulho da chuva, os riffs soturnos e o clima desesperador ainda causam arrepios em quem nunca ouviu. Isso sem contar o fato de que o álbum foi lançado em uma sexta-feira 13 e a capa intrigante.

Naquele 13 de fevereiro, o mundo conheceu o que futuramente se tornaria o heavy metal. Histórico.

"Led Zeppelin II" - Led Zeppelin (1969): esse é outro registro com influência gigantesca no heavy metal, que surgiria algum tempo depois. O segundo trabalho do Led Zeppelin apresenta muita influência de blues, além de grandiosos riffs, como na clássica "Whole Lotta Love".

É considerado por muitos como o disco mais pesado da banda inglesa, e apresenta ao mundo toda a voracidade do inesquecível John Bonham na clássica "Moby Dick".

"In Rock" - Deep Purple (1970): ao lado do Sabbath e do Zeppelin, o Purple forma a "Santíssima Trindade do Metal". O quarto álbum da banda traz uma mistura hipnotizante de blues e rock progressivo, com grande dose de peso e psicodelismo.

"In Rock", além de sua icônica capa, ficou marcado por ser o primeiro disco com Ian Gillan nos vocais e Roger Glover no baixo. É um disco extremamente importante não só para o heavy metal, mas também, para o que passou a ser chamado algum tempo depois de prog metal.

"Sad Wings Of Destiny" - Judas Priest (1976): o segundo disco de estúdio do Judas Priest é uma aula de como se fazer heavy metal, e foi fundamental para a onda que viria depois, chamada de NWOBHM (New Wave Of British Heavy Metal). O peso apresentado na faixa "The Ripper" era algo que apenas o Sabbath havia feito com tanta maestria na época, mas sem tamanha melodia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Outras músicas como "Tyrant", "Victim Of Changes", "Genocide" e a maravilhosa balada "Dreamer Deceiver" também merecem grande destaque. O Judas Priest mostrou que toda o peso do heavy metal poderia ser um pouco mais civilizado, com mais melodia e beleza. Beleza, aliás, que é a palavra certa para designar a capa do álbum, uma linda ilustração elaborada por Patrick Woodroffe.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Overkill" - Motörhead (1979): o peso e a velocidade se encontraram com toda a energia e a voz característica do imortal Lemmy Kilmister. Com o lançamento de "Overkill", o Motörhead se tornou um dos pilares tanto do thrash como do speed metal. Um clássico atemporal e fundamental.

"Iron Maiden" - Iron Maiden (1980): ao lado do Black Sabbath e do Judas Priest, o Iron Maiden divide o posto de banda mais influente do heavy metal. O primeiro lançamento da banda, apesar de não ser tão lapidado quanto os lançamentos posteriores, mostra que Steve Harris e sua turma não estavam para brincadeira.

A Donzela deu sequência ao que outras bandas da NWOBHM estavam fazendo, porém, com grande dose de brilhantismo, o que fez com que anos depois, se tornasse uma das maiores bandas da historia da música pesada, título que ostenta até os dias de hoje.

"Welcome To Hell" - Venom (1981): o Venom é uma das bandas mais importantes do metal extremo, tanto pela sonoridade obscura quanto pelas letras, que falavam muito sobre satanismo e demais temas ocultos. Apesar de só no disco seguinte o termo "Black Metal" ter sido criado, o primeiro registro da banda inglesa é vital para o estilo, bem como para o thrash e o death.

"Kill 'Em All" - Metallica (1983): a união do peso do heavy metal com a rebeldia e velocidade do punk resultou em um estilo rápido, pesado e muito brutal. Direto dos EUA, bandas como o Metallica, Exodus e Slayer mostravam ao mundo o thrash metal.

O primeiro disco do Metallica mostra como o thrash deveria soar. Uma pena que anos depois a banda que ajudou a difundir o estilo tenha virado uma paródia de si mesma. Porém, músicas como "The Four Horsemen", "Seek And Destroy", "Hit The Lights" e "Metal Militia" já haviam plantado a semente da destruição.

"Seven Churches" - Possessed (1985): não há dúvidas que o death metal é o estilo mais extremo do metal. O mais incrível de tudo isso talvez seja o fato de que quatro moleques adolescentes serem os responsáveis pelo primeiro registro do estilo.

Guitarras rápidas, bateria matadora, vocais urrados e letram que falam de temas como morte, satanismo, e demais temas pesados tornaram o Possessed uma das bandas mais pesadas do planeta. Desgraçado, pesado, cru e repugnante, "Seven Churches" é um dos álbuns mais importantes e cultuados do metal extremo até hoje.

"Reign In Blood" - Slayer (1986): o disco mais agressivo da banda mais agressiva que já passou por esse cacete nababesco que chamamos de Planeta Terra.

Em apenas 29 minutos, o Slayer conseguiu traduzir como seria a trilha sonora do fim do mundo. "Reign In Blood" é o disco mais importante da historia do thrash metal, e figura entre os discos mais influentes da historia do metal extremo. Absolutamente necessário em toda e qualquer discografia.

"Keeper of the Seven Keys Pt. 1" - Helloween (1987): o segundo disco da banda alemã é o maior emblema do power metal, estilo que mistura melodia, velocidade e letras um pouco mais fantasiosas do que outras vertentes do metal.

Em breve, vem a parte 2. Portanto, se você acha que faltou algum álbum, calma!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Matérias

Humor: Não basta um machado na mão para ser Black MetalHumor
Não basta um machado na mão para ser Black Metal

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Mateus Ribeiro

Fanático por Ramones, In Flames e Soilwork. Limeirense com muito orgulho (e sotaque).

Mais matérias de Mateus Ribeiro no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280