Max Cavalera: de onde vem tanta inconveniência?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Igor Miranda
Enviar Correções  

Sites focados em heavy metal, como o Whiplash, registram dezenas de manchetes com declarações polêmicas de Max Cavalera. O ex-frontman do Sepultura não é do tipo que economiza nas palavras quando fala de sua antiga banda.

Max Cavalera: Me mostra uma canção boa feita depois que saíMax Cavalera
"Me mostra uma canção boa feita depois que saí"

Max Cavalera: para ele, banda com Iggor tem músicos melhores que SepulturaMax Cavalera
Para ele, banda com Iggor tem músicos melhores que Sepultura

Sepultura: Max Cavalera dispara contra Andreas Kisser e Paulo Jr.Sepultura
Max Cavalera dispara contra Andreas Kisser e Paulo Jr.

Max Cavalera: Deveríamos ter demitido aqueles dois e mantido o nomeMax Cavalera
"Deveríamos ter demitido aqueles dois e mantido o nome"

Max Cavalera: Sepultura é refém de Andreas KisserMax Cavalera
Sepultura é refém de Andreas Kisser

Max Cavalera: o Sepultura está morto pra mimMax Cavalera
"o Sepultura está morto pra mim"

Sepultura: Max diz que Paulo Jr. não era tão bomSepultura
Max diz que Paulo Jr. não era tão bom

Sepultura: Max Cavalera faz estranhas acusaçõesSepultura
Max Cavalera faz estranhas acusações

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Há quem interprete tal postura como "sinceridade em excesso". Existem aqueles que entendem isto como "inconveniência". Eu compreendo de ambas as formas, mas com uma tendência para a segunda opção. Há alguns depoimentos interessantes de Max sobre os antigos bastidores da banda e os seus próprios sentimentos, mas, no geral, cai-se na mesmice em criticar os outros sem propósito aparente.

É evidente que o único responsável por tais declarações polêmicas é o próprio Max Cavalera. É ele quem fala. Entretanto, é legítimo entender a conjuntura que passa pela própria imprensa especializada.

Em tempos de redes sociais, busca por cliques e usuários que só leem manchetes (e ignoram textos), é cômodo cavar um gancho forte em um título. Boa parte dos veículos que produzem material exclusivo, a partir de entrevistas, faz isto - especialmente os portais gringos.

Diante disso, é impressionante a quantidade de entrevistadores que fazem algumas perguntas capciosas a Max Cavalera. Disse e reforço que ele é o único responsável por suas declarações, mas, se ele já tem um perfil "sem papas na língua", qual o propósito jornalístico de provocá-lo a cada entrevista?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pior ainda é que o reflexo dos depoimentos de Max Cavalera e algumas respostas dadas por Andreas Kisser, por vezes com mais classe. Formam-se "torcidas" relacionadas ao Sepultura. Tem quem demonstre apoio aos Cavaleras xingando o Sepultura atual e vice-versa, como se tomar lado fosse algo necessário. Não dá para curtir o trabalho de ambos? Eu acho que dá. Inclusive, é o que faço.

Muitas críticas de fãs às declarações de Max Cavalera são pesadas. E com certa justiça, afinal, algumas afirmações dele são, mesmo, inconvenientes. Mas deve-se entender que elas acontecem sob determinadas circunstâncias, ancoradas pela imprensa e sob o combustível de fãs-torcedores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Comente: A culpa é do Max ou da mídia que vive provocando-o?




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Kiss: as 10 músicas mais demoníacas da bandaKiss
As 10 músicas mais "demoníacas" da banda

Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara


Sobre Igor Miranda

Jornalista formado pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU), com pós-graduação em Jornalismo Digital pela Universidade Estácio de Sá. Começou a escrever sobre música em 2007 e, algum tempo depois, foi cofundador do site Van do Halen. Colabora com o Whiplash.Net desde 2010. Atualmente, é editor-chefe da Petaxxon Comunicação, que gerencia o portal Cifras, Ei Nerd e outros. Mantém um site próprio 100% dedicado à música. Nas redes: @igormirandasite no Twitter, Instagram e Facebook.

Mais matérias de Igor Miranda no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280