The Fool: ícones do design psicodélico

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Aline Luz, Fonte: O Baú do Edu
Enviar correções  |  Comentários  | 


1147 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify5000 acessosPantera: o surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Coletivo artístico holandês responsável pelo design mais lisérgico dos anos 60.

No início, a dupla de artistas Simon Posthuma e Marijke Koger eram hippies viajantes que estabeleceram seu trabalho nas cidades de Madrid e Ibiza, na Espanha. Segundo fontes, em 1966 o fotógrafo Karl Ferris, famoso por ter registrado JIMI HENDRIX, CREAM, DONOVAN e outros, descobriu a dupla em meio a uma comunidade hippie em Ibiza. Surgiu então o convite para trabalharem em Londres e ambos toparam. Migraram da paradisíaca cidade espanhola com o objetivo de introduzir cores vibrantes no mundo cinzento de Londres.

Quando já estavam atuando na capital inglesa, acabaram chamando a atenção de John Lennon e Paul McCartney, pois já haviam desenhado roupas e capas de disco para bandas como THE HOLLIES, PROCOL HARUM e novamente o CREAM.

Roupas e instrumentos para o Cream
Roupas e instrumentos para o Cream

Pintura exclusiva para a Les Paul SG de Eric Clapton
Pintura exclusiva para a Les Paul SG de Eric Clapton

Uma instalação que fizeram em sua casa (que também servia de estúdio), chamada de "Wonderwall", despertou o interesse de John e Paul durante a visita que fizeram à Simon e Marijke. Um tempo depois esta obra inspiraria o filme Wonderwall (1968), do diretor Joe Massot, que teria o cenário também produzido pelo The Fool.

Marijke Koger era uma leitora de tarô, o que explica o nome para o coletivo. The Fool (que em português significa O Louco) é a carta de número zero do baralho mântico. A carta simboliza o estágio inicial da vida, um estado de completude ingênua e por isso corajosa, que segue seu caminho sem medo, desconfiança ou temendo consequências. Tudo a ver com o espírito hippie.

Um dia Marijke Koger tirou as cartas para Paul Mccartney, e pode ser que isto tenha influenciado a canção "Fool on the Hill".

A primeira capa para "Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band" (1967, foi projetada pelo The Fool, que então já contava com outros artistas (Jsje Leger e Barry Finch) e agora eram propriamente um coletivo. A capa teria uma paisagem psicodélico surrealista ao estilo característico do The Fool.

Pintura para a capa de Sgt. Pepper
Pintura para a capa de Sgt. Pepper's

Na pintura feita para a capa haviam espaços em branco na paisagem, que seriam posteriormente preenchidos com a caricatura dos fab-four. No entanto, por razões de desagrado aos produtores da gravadora EMI, a capa foi vetada, mas a pintura permaneceu com John Lennon e, segundo fontes, está até hoje como item de seu inventário. O projeto da capa foi passado então para o artista pop inglês Peter Blake. Porém, o design da capa interna do LP continuou à encargo do The Fool, que criou uma padronagem ondulada monocromática, complementando o encarte lúdico-interativo de Blake.

Sgt. pepper
Sgt. pepper's e sua capa interna

A fachada da Apple boutique, a loja-conceito dos Beatles que funcionou entre 1967 e 1968, pintada pelo coletivo, é uma obra que se configurou numa gigantesca pintura mural multicolorida que realmente altera o entorno de cores neutras. Este é um tipo de trabalho mural que antecede o graffiti como fine-art. Pena que tenha sido apagado tempo depois a mando dos sisudos dirigentes da cidade de Londres.

Apple Boutique
Apple Boutique

Durante os anos 60 o grupo The Fool produziu vários artigos de design como roupas para bandas, capas de disco, decoração de objetos e cenários. Também lançaram o próprio disco homônimo The Fool, em 1968.

Após os anos 60, a dupla Simon Posthuma e Marijke Koger continuaram sua carreira artística por caminhos diferentes da arte psicodélica e também lançaram mais dois álbuns. Simon Posthuma recentemente lançou sua autobiografia: A Fool such as I.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Links interessantes:

http://abbeyrd.best.vwh.net/simonposthuma.html

http://iamthechildofthemoon.blogspot.com.br/2008/07/fool.htm...

http://www.feelnumb.com/2011/11/09/the-beatles-sgt-pepper-lo...

http://en.wikipedia.org/wiki/The_Fool_(design_collective)...

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

VinilVinil
Os dez discos mais vendidos nos EUA em 2017

1147 acessosRock: gênero é um trintão decadente, segundo Spotify386 acessosRingo Starr: novo álbum sai em setembro, e traz Paul McCartney1329 acessosBeatles: Paul McCartney fecha acordo sobre direitos autorais308 acessosSgt. Pepper's: entrevista exclusiva com o Sargento Pimenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Beatles"

GibsonGibson
Top 10 de baixistas que também lidam com vocais

ChargesCharges
O que diriam as capas clássicas se pudessem falar

Ultimate Classic RockUltimate Classic Rock
Nomes originais de álbuns clássicos

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Jimi Hendrix"0 acessosTodas as matérias sobre "Cream"0 acessosTodas as matérias sobre "Beatles"

PanteraPantera
O surreal e constrangedor funeral de Dimebag Darrell

Heavy MetalHeavy Metal
"Cristãos podem aprender muito com o gênero"

Top 5Top 5
Os roqueiros mais chatos da história

5000 acessosMemoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas5000 acessosGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City5000 acessosJohnny Z: Uma invejável coleção de heavy metal5000 acessosW. Axl Rose: o som de 25 mil dólares da BMW do vocalista3850 acessosTop 10: unanimidades entre os álbuns de rock ao vivo4576 acessosMötley Crüe: Mick Mars admite que banda usa fitas ao vivo

Sobre Aline Luz

Formada em Artes Visuais e fã dos Rolling Stones desde criança. Ama o rock psicodélico em todas as suas variantes, a contracultura e quase tudo o que se refira aos anos 60, além do rock como um todo.

Mais matérias de Aline Luz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online