Metallica: "One" fez a ponte entre o Venom e eles

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Por Paulo Severo da Costa
Enviar correções  |  Comentários  | 

Entre o auge criativo do metal com “Master of Puppets” e o estrelato emergente de “Metallica” (popularmente conhecido como Black Album), LARS ULRICH e companhia auto produziram (em parceria com FLEMMING HASMUSSEN) “...And Justice For All”, o criticado\amado registro que trouxe ao mundo faixas memoráveis como “Blackened” e “Harvester of Sorrow” e, simultaneamente, a péssima mixagem que soterrou o baixo de NEWSTED- segundo os biógrafos um ato de bullyng deslavado contra o substituto do insubstituível CLIFF BURTON.

287 acessosMike Portnoy: ele gostaria de ser um baterista como Lars Ulrich5000 acessosClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 80

Inobstante ao poder das faixas citadas, o tempo mostrou que nenhuma superaria, em popularidade, um pequeno tratado de dramaticidade construído em pouco mais de sete minutos: “One” tornou-se uma referência na carreira da banda; ainda que faixas de registros anteriores já tivessem trazido ao mundo a alternância entre peso e melodia, a faixa mostrou uma temática carregada, solos memoráveis e, ainda, foi a responsável pelo primeiro clip da banda- um clássico por si só que, em sua versão estendida, misturava cenas minimalistas da banda com trechos do filme “Johnny Got His Gun” de 1971, cujo enredo havia inspirado a própria composição.

Como todo hit que se preze, “One” é identificada logo nos primeiros acordes; uma sequência melódica de acordes em posição aberta, ou seja, com o uso de cordas soltas. Em entrevista à Guitar World em 1991, HETFIELD teceu a seguinte declaração sobre a faixa.

“Eu estava brincando com essa ideia de modulação entre B(si) e G(sol) por um longo tempo. A idéia para a abertura veio de uma música do Venom chamada "Buried Alive". O bumbo no estilo metralhadora perto do fim não foi escrito com a letra de guerra em mente, ele só saiu dessa forma.”

Venom - “Buried Alive -

Metallica - One-

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Seguir Whiplash.Net

Mike PortnoyMike Portnoy
Ele gostaria de ser um baterista como Lars Ulrich

418 acessosMetallica: fã-clube brasileiro organiza campanha de doação de sangue0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

Kip WingerKip Winger
"Metallica se tornou a piada do rock!"

MetallicaMetallica
Trio de garotos toca músicas da banda e bomba na web

James HetfieldJames Hetfield
Ele rejeita a "fase U2" do Metallica

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"0 acessosTodas as matérias sobre "Venom"


Classic RockClassic Rock
As 10 melhores baladas dos anos 80

OverkillOverkill
Mandando recado ao Avenged Sevenfold

Fãs de MetalFãs de Metal
Suicidas, depressivos, e fazem sexo sem proteção

5000 acessosHistória do Rock: dos primórdios aos anos 705000 acessosKiss: Vinnie Vincent é o maior filho da puta da história do rock?5000 acessosMas afinal... o que é rock progressivo?5000 acessosKiss: Paul Stanley começa a quebrar guitarras da Ibanez5000 acessosAngra: Fábio Lione comenta os estilo vocais de Andre Matos e Edu Falaschi4730 acessosRichie Faulkner: ao invés do Judas Priest, ele poderia ter ido para o Iron Maiden?

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 14 de fevereiro de 2013
Post de 30 de julho de 2016


Sobre Paulo Severo da Costa

Paulo Severo da Costa é ensaísta, professor universitário e doente por rock n´roll. Adora críticas, mas não dá a mínima pra elas. Email para contato: joaopsevero@bol.com.br.

Mais matérias de Paulo Severo da Costa no Whiplash.Net.