Linkin Park

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Jessica Melo
Enviar correções  |  Comentários  | 

A banda se formou em 1996, num estúdio no quarto de Mike, onde ele e Brad começaram a gravar o primeiro material da banda, que se chamava Xero. Tempos depois, entrou Joe, que estudava com Mike na Pasadena Art College of Design, Phoenix, que era colega de quarto de Brad na UCLA, Rob que tinha estudado na mesma escola secundária que Brad e Mike, e Mark, colega de Mike. Phoenix deixou a banda depois da faculdade para entrar em turnê com uma outra banda, o The Snax, e voltou um ano depois. Quando Phoenix terminou a turnê com o The Snax, voltou a ser um membro permanente do Linkin Park. Phoenix foi o baixista do Xero, Kyle, do Hybrid Theory, e Scott (um outro amigo de Mike) foi baixista temporário no Linkin Park até Phoenix voltar.

382 acessosChester Bennington: mais reações de rockers à morte do cantor5000 acessosRolling Stone: os 100 melhores álbuns dos anos 90

Tocavam só por diversão, e acabaram chamando muita atenção de seus amigos, então resolveram fazer um show em Los Angeles em um lugar chamado Whisky, e acabaram assinando um contrato com a Zomba Music Publishing para seu primeiro concerto, tocando junto com bandas como System Of A Down e SX-10.

Depois disso eles começaram a levar as coisas a sério, mas as gravadoras não estavam muito interessadas. Acharam então que deveriam mudar algumas coisas na banda, e começaram a procurar um outro vocalista. Nessa época, Mark deixou a banda, por motivos pessoais, mas continuou sendo um grande amigo dos caras. Atualmente ele é empresário do Trapoot.

Dois anos depois, conheceram Chester Bennington, através de amigos em comum na indústria da música, e da firma Miniet Phelps and Phelps. Chester, nessa época era vocalista de uma banda chamada Grey Daze (depois da saída de Chester essa banda mudou de nome para Waterface, e ficou com uma mulher no vocal) que já tinha 2 álbuns gravados.

Na época em que se conheceram, falaram por telefone, e o Xero pediu a Chester (que moravam em Phoenix) que mandasse uma fita demo para a banda. Então Chester fez uma fita demo em um estúdio profissional, e três dias depois ligou para os caras do Xero, que ouviram a fita primeiramente por telefone. Adoraram o trabalho de Chester, e pediram a ele que fosse imediatamente vê-los.

Depois da entrada de Chester na banda eles mudaram o nome de 'Xero' para 'Hybrid Theory', e se concentraram em mandar fitas demo para as gravadoras. Pouco tempo depois a Warner Bros se interessou em contratá-los, então mudaram o nome de 'Hybrid Theory' (porque já existiam outras bandas com esse nome) para 'Linkin Park'. Escolheram esse nome porque Chester costumava dirigir pelo Lincoln Park, Santa Mônica, CA, que era uma vizinhança onde os desabrigados costumavam ir, e esse nome ganhou a atenção de todos por sua boa sonoridade. Eles mudaram alguma coisa no nome porque assim eles poderiam comprar um domínio internet (lincolnpark.com era muito caro, por ser um lugar público). Também acharam que existiam tantos Lincoln Parks que quando fossem tocar em outras cidades, as pessoas achariam que era uma banda local. Também pensaram em nomes como 'Clear', 'Probing Lagers' e 'Platinum Lotus Foundation'. Lançaram um EP com seis músicas, o 'Hybrid Theory EP', com Kyle Christner no baixo.

Dessa época até a primavera de 2000 a banda compôs músicas. Contrataram o produtor Don Gilmore (Pearl Jam, Sugar Ray) e produziram o álbum de estréia da banda, 'Hybrid Theory', lançado em outubro de 2000.

Em julho de 2002 lançaram um álbum de remixes, o Reanimation, com outras versões das 12 músicas do Hybrid Theory, e as músicas 'My December' e 'High Voltage'.

Em março de 2003 lançaram o 3° disco da banda, 2° disco de inéditas, 'Meteora'.

Se passaram cinco anos até que o Linkin Park se tornasse um sucesso, e no processo, eles provaram que uma combinação fresca de talento, dedicação sem vacilar, e pura visão artística pode, como Bennington descreve, "levar você a fundo de qualquer coisa e lhe ajudar a realizar seus sonhos."

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Mais reações de rockers à morte do cantor

571 acessosLinkin Park e a morte de Chester: memórias e desolação226 acessosLinkin Park: em vídeo, os dez melhores momentos de Chester0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Linkin Park"

Metal HammerMetal Hammer
Vocalistas com infâncias problemáticas

MemesMemes
Versões para Slipknot, Linkin Park e SOAD

Linkin ParkLinkin Park
Chamando a policia para apreender erva do Sublime

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Linkin Park"

Rolling StoneRolling Stone
Revista lista os 100 melhores álbuns dos anos 90

MMAMMA
Os lutadores que curtem Rock e Heavy Metal

Music RadarMusic Radar
Os maiores frontmen de todos os tempos

5000 acessosMotorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice5000 acessosDream Theater: os segredos do álbum Octavarium5000 acessosPreconceito: dificuldades de ser roqueiro em cidade do interior5000 acessosSeparados no nascimento: Ronnie James Dio e Maria Bethania4003 acessosDinho Ouro Preto: A Dilma me incomodava, mas o impeachment me incomoda também5000 acessosDeep Purple: o exorcismo de Coverdale em "Stormbringer"

Sobre Jessica Melo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online