Tristania

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Enviar Correções  

Em 1995, Morten Veland (guitarra e vocal) e Kenneth Olsson (bateria) deixam a banda "Uzi Suicide" para, juntamente com Einar Moen (tecladista e compositor), criar o Tristania.

De origem norueguesa, a banda é um dos maiores representantes do death/gothic metal da atualidade, contudo, no primeiro ano de carreira, o Tristania teve muitos problemas e, antes mesmo de lançar qualquer trabalho, Veland e Moen decidiram se afastar da cena musical.

publicidade

Munidos de apenas um microfone roubado e seu "four-tracker", os rapazes trabalharam muito em um novo estilo, diferente do heavy metal entoado pelo Uzi Suicide e, depois de alguns meses, sentiram-se confiantes para, junto a Olsson, retomar o antigo projeto, mantendo o nome da banda como Tristania - sugestão de Veland. No mesmo ano, uniram-se ao grupo: Rune Østerhus (Baixo) e Anders H. Hidle (Guitarra). Faltava então, um vocal feminino, descoberto poucas semanas antes deles entrarem em estúdio, no talento e harmonia de Vibeke Stene.

publicidade

Em maio de 1997, o primeiro CD (demo) estava pronto, com 500 cópias editadas e promovidas através de gravadoras, rádios e revistas especializadas. As vendas foram satisfatórias e Vibeke decidiu continuar no Tristania. Uma das cópias acabou nas mãos da gravadora Napalm Records, que atraída pelo estilo inovador da banda, decidiu assinar um contrato que rendeu a gravação de três álbuns inéditos e o relançamento da demo homônima, totalmente remasterizada.

publicidade

O primeiro álbum lançado pela gravadora foi o "Widows's Weeds" que, além de impulsionar a carreira da banda, deixou bem claro seu estilo: gótico, com algumas pegadas black metal. Apesar dos excelentes comentários tanto da crítica especializada, como do público, o Tristania decidiu que, antes de lançar o sucessor de "Weeds", viesse o EP "Angina" - com duas músicas inéditas (parte de seu novo trabalho).

publicidade

No final de 1999, o então intitulado "Beyond the veil" foi lançado, superando as expectativas de vendas e colocando o Tristania no topo do metal norueguês. Tudo levava a crer que a banda, no auge do sucesso, caminharia para a estabilidade, mas em meio a gravação de seu novo álbum, Morten Veland decide deixar o Tristania, o que forçou a banda - sem tempo para selecionar um novo vocalista, a convidar Ronny Thorsen (vocalista do Trail of Tears) para os vocais mais pesados. A idéia deu certo, e o "Worls of Glass" saiu ainda melhor que seu antecessor. Recentemente, o novo vocalista: Kjetil Ingebrigtsen foi integrado a banda.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Galeria: Musas do Rock e Heavy MetalGaleria
Musas do Rock e Heavy Metal

Metalhead: as mulheres mais sexys do Heavy MetalMetalhead
As mulheres mais sexys do Heavy Metal


King Diamond: Alguém já o viu sem a maquiagem?King Diamond
Alguém já o viu sem a maquiagem?

Polêmica: as músicas mais controversas da história do RockPolêmica
As músicas mais controversas da história do Rock


WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin