Nuno Bettencourt: Rihanna canta muito, mas ele não quer mais tocar com ela

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Bruce William, Fonte: Blabbermouth
Enviar correções  |  Comentários  | 

Em entrevista ao Guitar Interactive, o guitarrista Nuno Bettencourt falou sobre sua relação com a popstar Rihanna: "Espero nunca mais ter que voltar a tocar com ela. Nada contra Rihanna, naturalmente, mas é que consome muito do meu tempo", explica, e depois conta que até a época em que foi convidado para o posto nunca tinha feito turnês que não fosse com material próprio. "Sempre me perguntaram se eu não toparia tocar, não necessariamente com artistas pop mas com outras bandas de rock, e eu sempre recusei. Mas daí tínhamos terminado uma turnê do Extreme e um amigo meu, o diretor musical Tony Bruno, me contactou dizendo 'sei que já te perguntei dezenas de vezes, mas sei que você está em Los Angeles, estamos em L.A., Ri viu alguns de seus vídeos, você se interessaria em trabalhar com ela?'".

Extreme: o surpreendente show no tributo a Freddie MercuryFotos: e se o Slash aparecer acenando no fundo?

Nuno explica que ele passou a considerar a hipótese pois a ideia seria excursionar por apenas três meses, mas mesmo assim ainda questionou por qual motivo uma artista cuja música praticamente não tem guitarra se interessou por ele: "É este o ponto, ela quer tornar a coisa mais pesada ao vivo", disse Tony. "Mas vou estragar as canções dela", retrucou Nuno, que obteve como resposta um sim, que o fez pensar que, no fim das contas, seria divertido.

"Era interessante. Todos que vinham ver o show me entrevistavam mas inicialmente não pretendiam ficar para o show em si, e eu dizia para ficarem, ao menos por algumas canções. Então eles permaneciam a noite inteira e acabavam me enviando um pedido de desculpas posterior, pois não sabiam que rolava tanta musicalidade. O baterista era do Stevie Wonder. Era uma banda real, nada de playback, pegávamos as músicas e as tocávamos de maneira diferente do estúdio", comenta.

O guitarrista ainda explica que tocar as músicas da Rihanna não era uma coisa tão simples quanto parece, pois além de ter que usar os adereços de palco que dificultavam a execução, ainda tem a questão de se passar de uma música pop para outra com levada reggae, outra dançante, outra meio punk e seguir com uma canção R&B, então, considerando as "diferentes texturas e sentimentos, e o fato de tocar com músicos incríveis que percebem tudo, não se trata de algo tão simples", afirmou.

Por último, Nuno faz um adendo: "Independente de sua percepção do que é Rihanna, ela é um animal completamente diferente ao vivo. Inicialmente quando fui trabalhar com ela pensei 'será que ela consegue cantar de fato?'. Muitas vezes ao ouvir os vocalista que você conhece por trás há uma camada de auto-tune e ajustes que fazem com que você não saiba quem canta de fato ou não. Mas quando fomos ensaiar eu não conseguia acreditar o quanto ela canta, e ainda mais inacreditável é o quanto ela canta bem ao vivo".

Veja a entrevista completa (em inglês) nos vídeos abaixo.

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Imagem

Comente: Qual a sua opinião sobre astros do rock participarem de shows de pop?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Extreme
A surpreendente apresentação no show-tributo a Freddie Mercury

Todas as matérias e notícias sobre "Extreme"

Baladas Hard
Blog elege o Top 20 de todos os tempos

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 18 de dezembro de 2014
Post de 19 de dezembro de 2014
Post de 23 de fevereiro de 2017

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Extreme"Todas as matérias sobre "Nuno Bettencourt"

Fotos
E se o Slash aparecer acenando no fundo?

Iron Maiden
Curiosidades sobre o álbum "Live After Death"

Paul Di'Anno
O que acontece quando alguém joga cerveja nele?

Tradução - Abigail - King DiamondOzzy Osbourne: Nirvana e Green Day entre as bandas favoritasLoudwire: as 10 melhores músicas do NirvanaDave Grohl: Top 10 das músicas em que ele descasca a bateriaSammy Hagar: "O Van Halen deu um grande salto comigo"

Sobre Bruce William

Bruce William pensava em ser um motoqueiro rebelde mas descobriu que é um Wieder Blutbad nerd apaixonado por uma Fuchsbau. Avy jorrāelan, CatW!

Mais matérias de Bruce William no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online