Beth Morfina: 1 ano e meio depois, lança seu segundo disco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Beth Morfina
Enviar correções  |  Comentários  | 

SANTA CRUZ DO CAPIBARIBE/PE: Muita coisa mudou desde o já distante 09 de agosto de 2015, quando a banda Beth Morfina, de Santa Cruz do Capibaribe, localizado no estado de Pernambuco, distante 190 km da capital Recife, disponibilizou pela primeira ao público a música ‘Tudo meu’, do primeiro EP ‘Nada Além’.

Censura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádioEm 10/02/1998: Axl Rose é detido por causar tumulto em aeroporto do Arizona

Desde então, a banda formada por Alex Felipe (Vocal), Marcos Malta (baixo), Daniel Alves (guitarra, violão e voz), Israel Simões (Guitarra) e Maicon Torres (Bateria), já lançou o EP e vem fazendo uma série de shows pela cidade e está lançando agora seu segundo trabalho: ‘In Coma’, com sete músicas, que de acordo com Marcos Malta, é um trabalho mais amadurecido. “Esse CD foi mais pensado, ensaiado, trabalhado e mais demorado. Preferimos dessa forma justamente para levar ao público o resultado só quando realmente estivesse pronto”.

Para Alex Felipe, que participou da composição de cinco faixas do novo trabalho, o disco já vem sendo repercutido pelo público. “A resposta tem sido positiva, muitos comentam com a gente sobre o que achou, mostrando as favoritas e também falando sobre o que menos gostou, esse retorno é muito importante”.

Durante o processo de composição e gravação, a Beth Morfina testou algumas canções durante seus shows. Esse processo, ainda pouco comum, foi importante para perceber em quais momentos o público está mais entrosado com o grupo. “A música ‘Não existe herói’, que no disco é acústica, nos shows tocamos ela de forma elétrica, e tem sido uma das que a galera mais está curtindo, pois ela é executada com bastante energia”. Ressalta Alex.

O novo trabalho da Beth Morfina relembra em alguns momentos a sonoridade do primeiro disco, mas a inserção dos violões, participações de músicos da região e a experiência do produtor Marcos Mota serviram para a banda se permitir a atuar em novos campos. “Nas versões que criamos para esse disco convidamos Jonatas Andrade (Hellnegade) e a banda Calibre 765, pessoas que estão na cena e que são nossos amigos, por isso o convite” aponta o vocalista.

INFLUÊNCIA E HOMENAGENS: Nessa mesma canção, existe uma citação da música ‘Violência’, gravada em 1987 pelos Titãs, feita pelo Sérgio Britto e Charles Gavin. Além disso, o grupo mais uma vez reverenciou os mestres Velho Nau e Alberto Grilo, agora na música ‘Eu quero um Carro’ – No primeiro EP a banda gravou ‘Caverna Metralhada’. Por fim, a Beth regravou ‘Fórceps’ e ‘Prenúncio do Fim’, da Projétil Lisérgico. “A resposta de todos em relação a essa homenagem no primeiro disco foi bastante satisfatória, aí pensamos em trazer esse barato também para o novo disco, lembrando agora da Projétil. Não se trata de saudosismo, são músicas de caras legais que resolvemos tirar do armário e resolver tocar”, ressalta Marcos.

FORMAÇÃO: Desde o lançamento do ‘EP Nada Além’ algumas coisas mudaram, alguns integrantes saíram e ficaram apenas seus dois membros fundadores, Alex Felipe (Vocal) e Marcos Malta (baixo). Hoje, a banda conta com Daniel Alves (guitarra, violão e voz), que participou das gravações do primeiro disco, Israel Simões (Guitarra) e Maicon Torres (Bateria). Para Marcos Malta, o disco é um resultado do agrupamento entre os novos e antigos integrantes. ”O ‘Nada Além’ tem muito a cara da primeira formação, já o ‘In Coma’ nos fez sair um pouco da fórmula, mas sem perder a essência e o equilíbrio”, afirma.

Ouça o novo álbum:

Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Curta a nossa página:
https://www.facebook.com/bethmorfina

Contrate a Beth: bethmorfina@gmail.com

Quer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Beth Morfina"

Censura
53 nomes que você não pode dizer em uma rádio

Em 10/02/1998
Axl Rose é detido por causar tumulto em aeroporto do Arizona

Fotos de Infância
Janis Joplin muito antes da fama

Autismo: rockstars famosos autistas, ou com suspeita de autismoIron Maiden: Rachel Sheherazade testa conhecimentos sobre a bandaNovas caras do metal: 40 bandas que você precisa conhecerGuns N' Roses: banda caipira toca Paradise City no meio da ruaGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rockMötley Crüe: "não somos como o Bon Jovi", diz Nikki Sixx

Sobre Beth Morfina

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Link que não funciona para email (ignore)

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em agosto: 1.237.477 visitantes, 2.825.604 visitas, 7.034.755 pageviews.

Usuários online