Matérias Mais Lidas

Eric Clapton: detonado por Ginger, Alex Skolnick e outros; uma vez FDP, sempre FDPEric Clapton
Detonado por Ginger, Alex Skolnick e outros; "uma vez FDP, sempre FDP"

Doutrinador: Bruce usa camiseta de anti-herói brasileiro para falar sobre novo álbumDoutrinador
Bruce usa camiseta de anti-herói brasileiro para falar sobre novo álbum

Alice in Chains: a triste entrevista final de Layne Staley, ciente de que morreriaAlice in Chains
A triste entrevista final de Layne Staley, ciente de que morreria

Guns N' Roses: o conselho que Bowie deu para Slash, quando o guitarrista era doidãoGuns N' Roses
O conselho que Bowie deu para Slash, quando o guitarrista era doidão

Ozzy Osbourne: os 20 maiores cantores de todos os tempos, na opinião deleOzzy Osbourne
Os 20 maiores cantores de todos os tempos, na opinião dele

AC/DC: garotinho de 8 anos vai para a final com Back in BlackAC/DC
Garotinho de 8 anos vai para a final com "Back in Black"

Baixo: por que tocar o instrumento é mais difícil do que parece, segundo Paul GilbertBaixo
Por que tocar o instrumento é mais difícil do que parece, segundo Paul Gilbert

Michael Kiske: ficar quase 25 anos fora do Helloween foi muito bom pra mimMichael Kiske
"ficar quase 25 anos fora do Helloween foi muito bom pra mim"

Slash: Dave Mustaine parabeniza o guitarrista aniversariante com foto das antigasSlash
Dave Mustaine parabeniza o guitarrista aniversariante com foto das antigas

Layne Staley: algumas das últimas fotos do vocalistaLayne Staley
Algumas das últimas fotos do vocalista

Iron Maiden: a reação de Bruce Dickinson ao ficar sabendo do título do próximo álbumIron Maiden
A reação de Bruce Dickinson ao ficar sabendo do título do próximo álbum

Eddie Van Halen: por que a parte mais legal dele era ser um atleta, segundo Paul GilbertEddie Van Halen
Por que a parte mais legal dele era ser um atleta, segundo Paul Gilbert

Tim Ripper Owens: cantando clássicos do Judas Priest, Iced Earth, Sabbath e DioTim "Ripper" Owens
Cantando clássicos do Judas Priest, Iced Earth, Sabbath e Dio

Guns N' Roses: a curiosa história da última foto de Axl e Slash num show em 23 anosGuns N' Roses
A curiosa história da última foto de Axl e Slash num show em 23 anos

Raphael Mendes: Bruce Dickinson brasileiro grava sua versão de The Writing On The WallRaphael Mendes
Bruce Dickinson brasileiro grava sua versão de "The Writing On The Wall"


Stamp

Uganga: Festa de lançamento do novo álbum em SP

Resenha - Uganga (Estúdio Espaço Som, São Paulo, 29/03/2019)

Por Alexandre Veronesi
Em 02/04/19

A banda UGANGA, oriunda de Uberlândia/MG, com 26 anos de experiência, e atualmente um dos mais originais e expressivos ícones da cena pesada nacional, deu início à temporada 2019 com o lançamento de seu quinto álbum de estúdio, o aguardado "Servus", em festa + pocket show restrita a imprensa e convidados, realizada no dia 29/03 em São Paulo, no aconchegante Estúdio Espaço Som.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

"Servus" traz a evolução natural da sonoridade estabelecida nos 2 plays anteriores, "Opressor" (2014) e "Vol. 3: Caos Carma Conceito" (2009), mas sem ignorar os primeiros trabalhos, "Atitude Lótus" (2003) e "Na Trilha do Homem de Bem" (2006), que possuem um teor mais experimental, resultando assim em uma mistura homogênea entre Thrash Metal e Hardcore, predominantes, com Hip Hop, ritmos afro-brasileiros e afins. O paradoxo se faz notável quando escutamos, por exemplo, "Medo", som "porrada" que alterna entre momentos rápidos e cadenciados, e "E.L.A.", um Rap / Black Music rico em melodias, com um lindo refrão, e que conta com a participação especial de Flaira Ferro, conceitudada cantora / dançarina pernambucana. Por falar em convidados, aqui temos dos mais variados: Casito Luz (WitchHammer), Luiz Salgado, DJ Eremita, Marcos Melo (saxofonista), Renato BT (John No Arms), Fabio Marreco (Totem) e Sr. Waldir (espiritualista).

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O conceito lírico da bolacha se baseia, majoritariamente, em temas relacionados ao cotidiano e o mundo caótico em que vivemos, além de uma forte abordagem espiritual (especialmente do ciclo da vida no hinduísmo), que também é bastante perceptível na arte da capa. Aos que não sabem, UGANGA significa "feitiçaria" na língua Swahili.

Este disco representa uma significativa vitória para o Rock / Metal do Brasil. Não apenas pela indiscutível qualidade das composições e produção, mas também porque o registro teve o apoio e financiamento de duas importantes instituições: a alemã Wacken Foundation, pertencente aos produtores do gigante festival Wacken Open Air, que dá suporte à projetos ligados ao Heavy Metal e Hard Rock ao redor do mundo, sendo ninguém menos que Alice Cooper um de seus principais doadores; e o Programa Municipal de Incentivo à Cultura (PMIC) de Uberlândia, cidade natal do grupo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Estiveram prestigiando o evento diversos nomes tarimbados da cena musical paulistana, como Walcir Chalas (Woodstock Discos), Régis Tadeu (controverso crítico musical) e Toninho Iron (fã-clube Sepultura), além de membros do Lobotomia, Genocídio, Deathgeist e etc.

Por volta das 21h15, o UGANGA deu início ao pocket show que apresentaria algumas das músicas novas ao público. Como era de se esperar, o repertório de 30 minutos foi composto exclusivamente por canções do "Servus", que se provaram ótimas e altamente contagiantes ao vivo, como a própria faixa título, "O Abismo" (dedicada a Casito Luz, vocalista do WitchHammer, que participou da canção em estúdio), "Dawn" (único tema em inglês do registro, som denso e taciturno) e 7 dedos (que conta a história de um cangaceiro do nordeste que terminou morto no sul de Goiás, quando tentava recomeçar a vida). Ainda sobrou tempo para "Lobotomia", cover da lendária banda Punk/HC/Thrash Metal de mesmo nome, e "Fim de Festa", propícia para o encerramento.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O sexteto formado por Manu Joker (vocal e membro fundador, ex-baterista do Sarcófago), Christian Franco (guitarra), Thiago Soraggi (guitarra), Lucas "Carcaça (guitarra, ex-KroW, que entrou no lugar de Maurício "Murcego" Pergentino após a gravação do disco), Raphael "Ras" Franco (baixo) e Marco Henriques (bateria) apresenta uma enorme voracidade sobre o palco, soando ainda melhor ao vivo do que nas gravações, fato que se fez notar pela impecável qualidade de som da casa / estúdio, com todos os instrumentos bem regulados e no volume adequado.

"Servus" já está disponível, tanto em formato físico (CD Digipack), quanto nas principais plataformas digitais (Spotify, Deezer, etc.). Vale MUITO a pena conferir!

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Por fim, agradecimentos à Suzy (Som do Darma), pelo convite feito à equipe do Whiplash, e nossos votos de sucesso ao UGANGA em sua nova e interessante empreitada.

SETLIST POCKET SHOW

01. Anno Domini (intro) / Servus
02. Hienas
03. O Abismo
04. Lobotomia (Lobotomia cover)
05. Dawn
06. 7 Dedos (Seu Fim)
07. Fim de Festa

TRACKLIST "SERVUS"

01. Anno Domini
02. Servus
03. Medo
04. O Abismo
05. Dawn
06. Imerso
07. 7 Dedos (Seu Fim)
08. Couro Cru
09. Hienas
10. Lobotomia
11. Fim de Festa
12. E.L.A.
13. Depois de Hoje...

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Pentral
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Slayer: tributo duplo com bandas brasileiras honra a grandiosidade do grupoSlayer
Tributo duplo com bandas brasileiras honra a grandiosidade do grupo


Uganga: os álbuns que marcaram o vocalista Manu JokerUganga
Os álbuns que marcaram o vocalista Manu Joker


Slipknot: Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy MetalSlipknot
Corey Taylor explica porque o mundo pop não suporta o Heavy Metal

Anthrax: Scott Ian apresenta a solução para o Phil AnselmoAnthrax
Scott Ian apresenta a solução para o Phil Anselmo


Sobre Alexandre Veronesi

Colaborador sem descrição cadastrada.

Mais matérias de Alexandre Veronesi.