Angra + Sandy: Uma noite memorável, para o bem e para o mal

Resenha - Angra + Sandy e Família Lima (Tom Brasil, São Paulo, 21/07/2018)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Alexandre Veronesi
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Valendo-se do estrondoso sucesso de seu novo álbum de estúdio, o Angra gravou no último sábado, 21/07, em São Paulo, o vindouro DVD da "Ømni World Tour", em um Tom Brasil completamente tomado, executando o mais recente registro na íntegra, além de alguns clássicos e surpresas, com direito a participações especiais (e talvez inusitadas) da cantora Sandy e o grupo Família Lima.

Marcelo Barbosa: assista a "Big Trouble", novo clipe solo do guitarrista do AngraOsama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?

Para quem não sabe, a banda hoje é composta por Fabio Lione (vocal), Rafael Bittencourt (guitarra e vocal, único remanescente da formação original), Marcelo Barbosa (guitarra), Felipe Andreoli (baixo) e Bruno Valverde (bateria).

Primeiramente (e infelizmente), tenho que dedicar algumas linhas aos aspectos negativos que permearam o evento: as incessantes interrupções, falhas e atrasos. Compreendo que uma gravação de DVD possa, eventualmente, não ter a mesma dinâmica de um show comum, considerando as questões técnicas que envolvem equipamentos e aparelhagem. Mas, neste caso, a espera beirou o insustentável, a começar pelo atraso de 40 minutos para o início do espetáculo, e especialmente durante a execução das canções do Ømni. Entre uma música e outra ocorriam pausas intermináveis, e nem os próprios membros da banda sabiam o que fazer para entreter o público, improvisando discursos, solos e trechos de músicas não ensaiadas, chegando a ser constrangedor em dados momentos. Entretanto, entendo que foram situações alheias à vontade e atitude do grupo. Dito isso, vamos à parte musical, que é o que realmente interessa aos leitores.

O espetáculo teve início com Newborn Me, faixa de abertura do Secret Garden (2013), seguida pelas excepcionais Angels And Demons e Running Alone, presentes em Temple Of Shadows (2004) e Rebirth (2001), respectivamente. Era chegada então a hora de ouvir o disco novo em sua totalidade. Conforme esperado, as faixas foram apresentadas em sua ordem original, começando com Light Of Transcendence e Travelers Of Time na sequência. Rafael então chama Sandy ao palco, não sem antes exaltar a trajetória de sucesso da moça, para a execução de Black Widow's Web, que ao vivo conta com Lione executando também as linhas guturais gravadas por Alissa White-Gluz (Arch Enemy). Houve quem torcesse o nariz, mas fato é que a voz suave da irmã de Junior caiu como uma luva para esta canção. E convenhamos, foi uma estratégia de marketing absolutamente genial.

Em matéria de performance, o quinteto beirou a perfeição, tanto tecnicamente quanto em presença de palco e "feeling". Apesar do ritmo exaustivo da turnê os músicos emanavam grande energia, e a satisfação por vivenciar aquele momento era evidente.
Além do mais, Fabio Lione não foi apelidado de "mago" à toa. Que voz impressionante!

A atuação prosseguiu com Insania (uma das melhores do álbum), a semi balada The Bottom Of My Soul, War Horns e Caveman, detentora de uma generosa pitada de típicos sons tupiniquins. Após um breve solo de Bruno Valverde, foi a vez de a Família Lima dar o ar da graça, juntando-se à banda para a realização de Magic Mirror e Always More. Encerrando o Ømni veio Silence Inside, canção mais progressiva da bolacha, que teve de ser reiniciada 2 vezes por problemas técnicos no violão, e posteriormente no baixo.

Depois de alguns instantes, o show foi retomado com a ótima e veloz Spread Your Fire, sucedida por Ego Painted Grey (que em minha opinião não se encaixa tão bem na voz do cantor italiano). Logo após, Felipe assume o microfone para comentar sobre um antigo "meme" do Angra, "Heroes Of Sandy" (uma brincadeira dos fãs), deixando muito claro o que viria a seguir. Ovacionada, a cantora pop retornou ao palco para dueto com Lione em (obviamente) Heroes Of Sand, ocasionando em uma linda interpretação do clássico de 2001. A canção teve de ser tocada uma segunda vez devido a falhas na gravação, mas acredito que este problema em específico não tenha incomodado ninguém. A seguir, mais uma do Secret Garden, a quase desconhecida Upper Levels, e para surpresa de todos, a grandiosa (em todos os sentidos) Carolina IV, única representante dos áureos anos 90 da noite.

Em um último discurso, Rafael enalteceu os antigos integrantes do Angra, apresentou os atuais, e fez questão de ressaltar que o grupo vive seu terceiro grande momento, com o line-up forte e sólido, um álbum aclamado e turnê mundial que já ultrapassa 100 datas (isso somente em 2018). A atuação então se findou com as obrigatórias Rebirth e Nova Era (esta última com nova participação da Família Lima).

Alguns reclamaram da ausência de hinos como Carry On e Nothing To Say, mas particularmente achei o setlist muito bem selecionado, ainda mais se considerarmos que as citadas anteriormente são tocadas em todos os shows e já constam nos DVDs anteriores. Houve também contestações a respeito dos frequentes erros de Lione nas letras, fato este que também considero relativamente insignificante. O que tirou, a valer, um pouco do brilho do evento, foram os lamentáveis acontecimentos destacados no início da matéria, que fizeram com que o espetáculo de pouco mais de 2h se estendesse a um total de 3h20.

O DVD? Este eu tenho absoluta certeza de que será fantástico.

SETLIST

01. Newborn Me
02. Angels And Demons
03. Running Alone
04. Light Of Transcendence
05. Travelers Of Time
06. Black Widow's Web (com Sandy)
07. Insania
Solo de baixo (com trecho de Storm Of Emotions)
Trecho de Caça e Caçador - Rafael Bittencourt
08. The Bottom Of My Soul
09. War Horns
10. Caveman
Solo de bateria
11. Magic Mirror (com Família Lima)
12. Always More (com Família Lima)
13. Ømni - Silence Inside
14. Spread Your Fire
15. Ego Painted Grey
16. Heroes Of Sand (com Sandy) (tocada 2x)
17. Upper Levels
18. Carolina IV
19. Rebirth
20. Nova Era (com Família Lima)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Angra"


Marcelo Barbosa: assista a Marcelo Barbosa
Assista a "Big Trouble", novo clipe solo do guitarrista do Angra

Luis Mariutti: os bastidores do reencontro com Edu Falaschi e Alex Holzwarth

Kiko Loureiro: trabalhando em novo disco soloKiko Loureiro
Trabalhando em novo disco solo

Rhapsody: Fabio Lione em entrevista exclusiva ao Brasil

Luis Mariutti: comentando a polêmica participação do Angra no Programa do JôLuis Mariutti
Comentando a polêmica participação do Angra no Programa do Jô

Rafael Bittencourt: novos planos do Angra e do Bittencourt ProjectRafael Bittencourt
Novos planos do Angra e do Bittencourt Project

Kiko Loureiro: História das Antigas #5 Macumba na CachoeiraKiko Loureiro
História das Antigas #5 Macumba na Cachoeira

Luis Mariutti: reagindo à participação do Angra no TV mulherLuis Mariutti
Reagindo à participação do Angra no TV mulher

Angra: tour encerrada com show sold out a banda se recolhe para compor novo álbumAngra
Tour encerrada com show sold out a banda se recolhe para compor novo álbum

Angra: Banda encerra a turnê Magic Mirror em SP neste domingoDallton Santos: Confira o novo single/videoclipe de "Aliens"

Luis Mariutti: Luis Mariutti
"Se eu sou o melhor eu não sei, mas os meus fãs são"

Kiko Loureiro: Histórias das Antigas #4 Metal na AmazôniaKiko Loureiro
Histórias das Antigas #4 Metal na Amazônia

Esfera do Rock: Andre Matos se foi. E agora?Resenha - Omni - Angra

Luis Mariutti: Luis Mariutti
"Se eu sou o melhor eu não sei, mas os meus fãs são"

Inspiração: bandas que adotaram títulos de músicas como nomeInspiração
Bandas que adotaram títulos de músicas como nome

Megadeth: Kiko conta como foi primeiro encontro com MustaineMegadeth
Kiko conta como foi primeiro encontro com Mustaine


Osama Bin Laden: O que havia na sua coleção de cassetes?Osama Bin Laden
O que havia na sua coleção de cassetes?

Slipknot: Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunirSlipknot
Corey Taylor abandona os palcos se o Guns se reunir

Metallica: James Hetfield explica suas tatuagens preferidasMetallica
James Hetfield explica suas tatuagens preferidas

Heavy Metal Fail: os Trues também saem mal na fotoKiss: 15 bandas que abriram shows deles e se tornaram famososFortuna: quem são os músicos mais ricos do Reino Unido?The Beatles: a história da música "Lucy in the sky with Diamonds"

Sobre Alexandre Veronesi

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336