System of A Down: Nem a chuva parou o System em SP

Resenha - System of A Down (Arena Anhembi, São Paulo, 25/09/2015)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Kennedy Silva
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Após o show no Rock in Rio, a banda System Of A Down se apresentou nessa sexta feira, 25/09/15 em São Paulo na Arena Anhembi e eu pude acompanhar de perto esse show e irei lhes contar um pouco sobre como foi.

5000 acessosBlend Guitar: os dez solos de guitarra mais fáceis da história5000 acessosFutebol: conheça os times do coração de alguns rockstars

Chegando lá na Arena Anhembi, já vi uma enorme fila, os portões já haviam aberto e a galera já estava entrando. Era uma tarde chuvosa e as chances da noite também ser era enorme. Uma coisa que foi bem ruim foi o horário dos shows, o System estava marcado para entrar no palco as 23:30h, mas como é de costume, a banda principal sempre atrasa um pouco, mas falo disso em breve.

Obs: As fotos nessa matéria são da excelente fotógrafa e amiga Camila Cara, não deixem de curtir sua página. Obrigado Caah .

Antes do System, tivemos a apresentação da banda DEFTONES, os caras subiram no palco em exatos 22:00h e fizeram mais ou menos 1 hora de show. Os americanos vieram e tocaram seu já conhecido rock/metal alternativo, onde mostram muita criatividade e experimentalismo. A banda que é formada por; Chino Moreno (Vocal), Stephen Carpeter (Guitarra), Frank Delgado (Teclado), Keys Abe Cunningham (Bateria) e Sergio Veja (Baixo) fizeram um set curto, mas tocaram grandes sucessos como “Diamond Eyes” (música de abertura do show), “Sextape” e “Change (In the House of Flies)”. Mas sabe a chuva? Então, ela apareceu bem no finalzinho do show do Deftones, as duas últimas músicas foram com muita chuva, eles mandaram para finalizar o show às “Engine No. 9” e “Headup”. Posso dizer que foi um show mediano, lá mesmo tiveram muitos fãs que não gostaram, outros adoraram, e eu que não sou fã, fiquei na média. Nem bom, nem ruim.

Após o show do Deftones, os fãs começaram a espera pelo show do SOAD, quando deu 23:30h nada dos caras subirem ao palco, mas a chuva não parava de forma alguma. Então por volta da 00:00h finalmente a banda californiana sobe ao palco para alegria de todos, muitos gritos e aplausos do público e sem muita enrolação a banda começa a tocar (e nada da chuva parar em São Paulo).

System veio com praticamente o mesmo setlist do show que fizeram no Rock in Rio, apenas incluíram 1 música a mais. A banda que é formada por; John Dolmayan (bateria), Daron Malakian (Guitarra/Vocal), Shavo Odadjian (baixo) e Serj Tankian (Vocal/teclado) começaram o show com “I-E-A-I-A-I-O” e logo de cara os fãs que estavam meio “apáticos” começaram a pular e a agitar, todos estavam esperando pela energia que o System consegue passar em seus shows, e que energia, pois mesmo em baixo de agua ninguém ficava parado.

Como já disse, System veio com um setlist quase igual do Rock in Rio, e nele tinham grandes sucessos da carreira da banda, músicas que eu não ouvia já fazia algum tempo e assim como todos ali, curti bastante ao som de “B.Y.O.B.”, “Hypnotize”, “Aerials”, “Chop Suey”, “Lonely Day” e “Psycho”, que teve como introdução a música “Physical” de (Olivia Newton-John) arrancando risos de alguns fãs, ficou bem legal a junção das duas músicas.

E assim seguiu o show, com músicas empolgantes e com o público sempre pulando e aplaudindo. System no palco da um show, eles não tem aquelas pirotecnias, mas os integrantes são bons em suas funções. Shavo é um monstro no baixo, o cara toca muito, interage demais com o público (até pegou uma bandeira do Brasil e estendeu no microfone), sem dúvida um dos melhores baixistas que já vi se apresentando. John arrebenta na bateria, com muita velocidade e técnica. Daron além de ser um guitarrista muito bom, interagir muito com a galera, nos vocais manda super bem, curto muito “seus gritos” (risos). E claro, não posso deixar de falar do Serj Tankian que é excelente nos vocais e, além disso, mandou um pouco no teclado e na guitarra (também apareceu com uma bandeira, metade do Brasil e metade da Armênia).

O público, apesar da chuva, saiu feliz com o show que viu, infelizmente tiveram os contratempos, o atraso, os telões que só Deus sabe o porquê estavam super baixos e quem estava lá na pista normal, no fundo, não conseguiram assistir nada do espetáculo, apesar de tudo isso, o som estava bem bacana e todos estavam agitando bastante. Daron no final do show, em “Toxicity” (que diferente do show do Rock in Rio, não teve a participação de Chino Moreno) pede para o público fazer vários circlepit, ele foi prontamente atendido, onde você olhava, você via um circlepit, foi foda. E encerraram esse show ao som de “Sugar”, com muitos circlepit, muitos aplausos, gritos e assovios.

E assim termina, com todos encharcados de tanta chuva, pois choveu do inicio ao fim do show do System, todos ferrados para voltar para casa (pois terminou às 01:30h e não tinha mais transporte público/metro) mas porém todos felizes pelo que pude ver.

Setlist System Of A Down:

1. I-E-A-I-A-I-O
2. Suite-Pee
3. Attack
4. Prison Song
5. Know
6. Aerials
7. Soldier Side - Intro
8. B.Y.O.B.
9. Soil
10. Darts
11. Radio/Video
12. Hypnotize
13. Temper
14. CUBErt
15. ATWA
16. Needles
17. Deer Dance
18. Bounce
19. Suggestions
20. Psycho
21. Chop Suey!
22. Lonely Day
23. Question!
24. Lost in Hollywood
25. Vicinity of Obscenity
26. Forest
27. Cigaro
28. Toxicity
29. Sugar

Setlist Deftones:

1. Diamond Eyes
2. Rocket Skates
3. Be Quiet and Drive (Far Away)
4. My Own Summer (Shove It)
5. Sextape
6. Knife Prty
7. Tempest
8. Swerve City
9. Passenger
10. Change (In the House of Flies)
11. Engine No. 9
12. Headup

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de outubro de 2015

Blend GuitarBlend Guitar
Os dez solos de guitarra mais fáceis da história

406 acessosSystem of a Down: a evolução de "Chop Suey!" entre 2001 e 2017949 acessosSystem of a Down: as mudanças de "Toxicity" entre 2001 a 20171029 acessosSystem of a Down: a evolução da banda ao vivo de 1997 a 2017778 acessosSystem of a Down: resumo da discografia no Disco Voador Rocks0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "System Of a Down"

System Of A DownSystem Of A Down
Daron Malakian ensina como ser músico

Tributo a RhoadsTributo a Rhoads
Tankian, Morello e Appice em cover de "Crazy Train"

LoudwireLoudwire
Top 10 bandas americanas de metal

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "System Of a Down"0 acessosTodas as matérias sobre "Deftones"

FutebolFutebol
Conheça os times do coração de alguns rockstars

Os 11 mais (ou menos)Os 11 mais (ou menos)
O Suprassumo do Superestimado

Black SabbathBlack Sabbath
Iommi: "Nos separamos por causa do Live Evil!"

5000 acessosHistória do Rock: dos primórdios aos anos 705000 acessosJack Bruce: "Foda-se o Led Zeppelin, eles são um lixo!"5000 acessosKid Vinil: "Uns 10 mil vinis e mais uns 10 mil CDs!"5000 acessosDave Mustaine: não pratico mais guitarra, me preservo para as turnês5000 acessosJaco Pastorius - um gênio atormentado4908 acessosLegião Urbana: como seria "Tempo Perdido" em outros estilos?

Sobre Kennedy Silva

Sou um apaixonado por Rock n´ Roll, desde o mais pesado até os grandes clássicos. Um louco por fotografia, principalmente de bandas e de shows e que está sempre disposto a contribuir para a cena.

Mais matérias de Kennedy Silva no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online