Linkin Park em BH: "Era melhor ter assistido ao filme do Pelé"

Resenha - Festival Circuito Banco do Brasil (Estádio Mineirão, BH, 18/10/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Pedro Gianelli, Fonte: #VamosMusicalizar
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

No último sábado (18), ocorreu em Belo Horizonte, na Esplanada do Estádio Mineirão, o festival Circuito Banco do Brasil. O festival contou com cinco bandas, sendo elas: Stereophant (vencedora do concurso VOZPARATODOS), Nação Zumbi, Titãs, Panic! At The Disco e a headliner, Linkin Park. O evento contou com a presença de 20.000 fãs enlouquecidos para ver os seus "ídolos", - sim, existiam 20.000 pessoas sem nada para fazer, e decidiram pegar um sol de 36º C, apenas para "refrescar".

Ídolos imortais: Chester Bennington, a voz do Linkin ParkBlack Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

Stereophant

A banda carioca foi escolhida por votação popular através do concurso VOZPARATODOS, - das duas, uma: ou não existiam outras bandas concorrendo, ou os fãs da banda são realmente muito fiéis.

O show começou exatamente na hora marcada, 16:50h, e então... entra essa banda medonha. Com guitarras fracas, bateria que parece as panelas da sua bisavó, e um vocal... enfim, nota 0,2.

Nação Zumbi

Depois de um início "triunfante", o show de horrores não podia parar! Jorge dü Peixe e sua "turma" entram no palco com uma música simplesmente RIDÍCULA, chamada 'Foi de Amor', faixa do último álbum, 'Nação Zumbi', a música mais se parece com uma música das Meninas Super Poderosas do que aquelas grandes músicas que ganharam as rádios nos anos 90, com o grande Chico Science.

Uma banda com mais percussionistas que membros da sua família, um baixista praticamente em coma no palco, e um bom guitarrista, que não conseguiu fazer milagre e apagar a performance vexatória. Nota 3.

Titãs

O que dizer desses dinossauros do rock? Seria um show inesquecível, o melhor da noite, certo? Pois é, sem sombra de dúvidas foi a maior decepção do festival. Um setlist forte, pesado, mas com os membros totalmente desligados.

E convenhamos, o que foi aquele começo de show? Me senti no show do Patati & Patatá, máscaras ridículas, que não chamaram nem um pouco a atenção dos que estavam lá, muito pelo contrário, causou muitas gargalhadas.

Mas depois das músicas do pavoroso último álbum, 'Nheengatu', algumas das boas faixas da carreira do Titãs, como: 'Polícia' e 'Sonífera Ilha'. Mas não posso deixar de destacar a grande vitória da carreira do Titãs, que foi a exclusão da enfadonha, 'Epitáfio'. É com muita tristeza e decepção que dou a nota 4,5.

Panic! At The Disco

Com toda a certeza, a maior surpresa da noite! Confesso que não esperava nem um pouco sobre essa banda. Mas ao entrar no palco, se mostraram uma banda muito madura e extremamente eficiente.

Um vocal extremamente competente de Brendon Urie, uma guitarra impecável de Kenneth Harris, um baixo incrível de Dallon Weekes, e Ian Crawford segurando muito bem a base.

Destaques para a incrível 'Vegas Lights', que abriu o show com tudo, e o excelente cover da banda Queen, 'Bohemian Rhapsody', interpretada de forma incrível por Brendon. Um grande show, nota 9,7.

Linkin Park

Chegou a hora do headliner do festival, e convenhamos, só teve esse posto pelo nome, porque se for depender da qualidade musical...

Não restam dúvidas que o Linkin Park é muito fiel às versões de estúdio, mas assim como nos estúdios, continuam a mesma banda chata, sem atitude alguma, sem um estilo definido, e um "frontman"... afinal, podemos considerar Chester Bennington um frontman? Porque a sua capacidade de realizar tal ação, é praticamente zero.

Um setlist que condiz com o que a banda é, ou seja, um setlist fraco, que nem as famosas 'Numb' e 'With You' conseguiram disfarçar a mediocridade da banda. Nota 5.

#VamosMusicalizar

http://www.vamosmusicalizarnews.blogspot.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Linkin Park"Todas as matérias sobre "Panic At The Disco"Todas as matérias sobre "Titãs"


Ídolos imortais: Chester Bennington, a voz do Linkin ParkLinkin Park: viúva de Chester Bennington, Talinda anuncia que está noiva

Linkin Park: a fortuna que vale o direito musical de Chester BenningtonLinkin Park
A fortuna que vale o direito musical de Chester Bennington

Linkin Park: mulher recita letra da banda para salvar homem de suicídioLinkin Park
Mulher recita letra da banda para salvar homem de suicídio

Chester Bennington: mãe, viúva e banda o relembram dois anos após morteChester Bennington
Mãe, viúva e banda o relembram dois anos após morte

Spotify: as bandas de hard rock e metal mais ouvidas no último mêsSpotify
As bandas de hard rock e metal mais ouvidas no último mês

Linkin Park: Chester Bennington puto da vidaLinkin Park
Chester Bennington puto da vida

Fatos Desconhecidos: em vídeo, o último dia da vida de Chester BenningtonFatos Desconhecidos
Em vídeo, o último dia da vida de Chester Bennington

Corey Taylor: agradeça pelo que tem, ele diz para ChesterCorey Taylor
"agradeça pelo que tem", ele diz para Chester

VMA da MTV: Chester e Cornell foram desrespeitados no evento, dizem fãsVMA da MTV
Chester e Cornell foram desrespeitados no evento, dizem fãs


Black Metal: banda brasileira fez clipe mais bizarro do universoBlack Metal
Banda brasileira fez clipe mais bizarro do universo

Cradle Of Filth: Dani Filth explica seu conceito de religiãoCradle Of Filth
Dani Filth explica seu conceito de religião

Heaven & Hell: mistérios e autocensura na capa de álbumHeaven & Hell
Mistérios e autocensura na capa de álbum

Cretin: transexual rompe barreiras no metal extremoVeraneio Vascaína: Uma ácida crítica à polícia brasileiraSlash: "Sweet Child" é a coisa mais gay que alguém poderia comporSlipknot: os discos da vida de Corey Taylor

Sobre Pedro Gianelli

Colunista musical do Jornal Gazeta do Oeste em Divinópolis - MG, CEO and FOUNDER do blog #VamosMusicalizar. Músico, professor, fotógrafo, escritor.

Mais matérias de Pedro Gianelli no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336