Guns N' Roses: Em Porto Alegre, um dos melhores shows da turnê

Resenha - Guns N' Roses (FIERGS, Porto Alegre, 03/04/2014)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karen Waleria
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

O público que compareceu na FIERGS em Porto Alegre na última quinta-feira, dia 03 de abril, estimado em torno de 13 mil pessoas, assistiu um dos melhores shows, da perna brasileira da "South American Tour 2014".

Guns N' Roses: Slash rebate boatos que banda estará na trilha sonora de filmeDavid Coverdale e a palavra "Love" - Parte I

A banda iniciou a sua apresentação exatamente às 22h15, e ao contrário do que tem sido divulgado por alguns veículos o atraso da banda não foi de 1 hora e 15 minutos. Visto que os portões abriram passando das 18h30, e a banda de abertura terminou a sua performance às 21h 13. Horário em que o GNR já deveria estar se apresentando, correto?

O horário previsto para a GUNPORT subir ao palco oscilava nos poucos veículos que divulgaram essa informação, em uns 19h30, em outros 20h. Então na realidade fica difícil mensurar o tempo de atraso exato da banda. A produtora responsável pelo evento não fez nenhum comunicado oficial sobre a banda de abertura do show em Porto Alegre.

Acredito que o público presente, a grande maioria dele, não saiba até agora quem abriu o show do GUNS N'ROSES em Porto Alegre, visto que a própria banda não disse sequer um "Boa Noite" para a platéia que a assistia.

Durante a apresentação de abertura, parte da platéia do camarote conseguia visualizar alguns integrantes do GNR, levando os mesmos à loucura. Gritos eram ouvidos durante a apresentação; mas houve momentos que a platéia se mostrava apática em relação à banda de abertura mesmo e entoava um coro "GNR,GNR,GNR...

A GUNPORT fez a abertura do show de OZZY OSBORNE em 2011 aqui em Porto Alegre, só para relembrar.

Mas vamos para o que o público aguardou, alguns desde as primeiras horas do dia nas imediações da FIERGS.

O GUNS N'ROSES trouxe praticamente o mesmo show que foi apresentado nas outras seis cidades brasileiras onde já se apresentou, abrindo com "Chinese Democray" e fechando com "Paradise City". Destaque para a execução pela primeira vez na tour brasileira de " Used to love her".

O Frontman veterano, já com 52 anos de idade, mostrou a mesma vitalidade do jovem Axl que cativou uma geração em meados dos anos 80. Correndo, dançando com os habituais trejeitos e danças que ainda conseguem levar a plateia ao frenesi e com um vocal potente que calou a boca de muitos.

A banda mostrou uma coesão impar, uma total sincronia entre os músicos.

Também pudera, Axl Rose reuniu consigo um grupo de exímios músicos que estão conseguindo manter a banda californiana no hall das melhores bandas que já existiram.

O público interagiu desde o primeiro acorde, retifico, o público interagiu com a banda desde quando os telões, as luzes do palco começaram a serem ligadas.

Ao contrário do que ocorreu em outras cidades da tour aqui no Brasil, aqui em Porto Alegre, a megabanda fez o público vibrar não apenas com os hits do "Appetite For Destruction" ou do "Use Your Illusion", vibraram e cantaram com músicas do mais recente álbum do grupo, "Chinese Democracy".

O GUNS N'ROSES transformou o pavilhão da FIERGS numa grande festa colocando todos a pularem e cantarem os hits da banda, entoando as músicas como se fossem hinos.

Choro, emoção, comoção era o que se via por todo lado.

Acompanhei desde às 10h30 a chegada dos fãs das mais variadas idades, e tive a oportunidade de conversar e ouvir muitas histórias dessas pessoas. A música tem disso... GNR gera isso.

Voltando ao show...

A empolgação do público de estar vendo Axl Rose (vocal), DJ Ashba (guitarra), Richard Fortus (guitarra), Tommy Stinson ( Baixo),Ron "Bumblefoot" Thal (guitarra), Chris Pitman (teclados), Dizzy Reed ( teclados) e Frank Ferrer (bateria) era tamanha que as vozes do público, em vários momentos, abafavam o som dos instrumentos.

Sim, ocorreram alguns problemas técnicos , mas que não comprometeram a segunda passagem da banda pela capital gaúcha. Esses problemas passaram despercebidos por parte dos fãs que beiravam ao histerismo.

Porém durante a interpretação de "Better" Axl teve problema de retorno e solicitou que a introdução da música fosse repetida. Óbvio que esse instante foi notado por todos os presentes.

O show terminou com a já tradicional chuva de papel picado, mas mesmo sendo uma estratégia conhecida dos fãs da banda, foi um momento de grande emoção para todos.

Os recursos pirotécnicos não puderam ser usados devido o local do show ser indoor, mas isso não diminuiu o estado de êxtase que se notava nitidamente em toda a platéia.

A banda despediu-se de Porto alegre com a sensação de dever cumprido, que era fazer um grande show que com certeza os fez manter os antigos fãs e adquirir novos fãs. Vida longa ao GNR!!

Coletei o comentário a seguir de um fã, que praticamente resume o sentimento dessa nova geração que irá perpetuar o legado da banda:

"Podem falar o que quiserem da formação atual e do próprio Axl, mas eles mostram que o Guns N' Roses ainda está vivo e não devem nada ao tempo de auge. Ao fim do show, mesmo com o corpo não aguentando mais, o pensamento que eu tinha, era que eles poderiam continuar tocando para sempre naquele palco. Pensando bem, esse show vai continuar para sempre, na mente de quem presenciou." Glauber Adolfo

Setlist:

1 - Chinese Democracy
2 - Welcome to the Jungle
3 - It's So Easy
4 - Mr. Brownstone
5 - Estranged
6 - Rocket Queen
7 - Better
8- Used to Love Her
9 - Nice Boys
10 - Richard Fortus Guitar Solo
11 - Live and Let Die (Wings cover)
12 - This I Love
13 - Holidays in the Sun
14 - Dizzy Reed Piano Solo
15 - You Could Be Mine
16 - DJ Ashba Guitar Solo
17 - Sweet Child O' Mine
18 - Jam
19 - November Rain
20 - Abnormal
21 - Victory Theme
22- Don't Cry
23 - Catcher in the Rye
24 - Shackler's Revenge
25 - Knockin' on Heaven's Door
26- Jam
27 - Nightrain

BIS
28 - You Can't Always Get What
29 - Patience
30 - The Seeker
31 - Jam
32 - Paradise City

A turnê do GUNS N' ROSES continua na Argentina, depois continua passando pelo Paraguai e pela Bolivia, retornando ao país no dia 15/04 quando acontece o show no Recife e terminando a tour em terras brasileiras em Fortaleza no dia 17/04.

O baixista Duff McKagan acompanhará a banda nesses cinco últimos shows na américa do sul.

Uma hora da manhã o show chega ao seu fim. Ao despedir-se o vocalista da banda promete retornar à cidade; esperamos que não seja só daqui há quatro anos.

Acesse o link abaixo e leia a resenha publicada com comentário de todas as músicas executadas durante o show.

Resenha - Guns N' Roses (FIERGS, Porto Alegre, 03/04/2014)

Não vou relatar os problemas já citados pelo autor da resenha acima, que endosso todos.

Nota: O problema ocorrido no Camarote foi lamentável. A superlotação do camarote fez com que o mesmo fosse esvaziado, por questão de segurança, pela brigada de emergência.
Houve relatos de maus tratos da polícia durante a retirada do público da área.
O público que lá se encontrava foi alocado parte para a Paradise, o que acabou sendo um plus para as pessoas, mas infelizmente parte do público foi para a pista que já se encontrava lotada, sendo lesado por esse fato.

Acredito que esse problema somado ao outro que ocorreu com o público da ¨Jungle Zone¨ deva gerar muitos processos e indenizações para a HITS ENTRETENIMENTO. Para que o que ocorreu no show não se repita mais.

Veja todas as fotos no ROCKSBLOG, acessando o link a seguir:
http://www.karenwaleria.blogspot.com.br/2014/04/guns-n-roses-show-impecavel-em-porto.html

Fotos: Glauber Adolfo, Herinque Pedregosa, Cini Hofmeister e Karen Waleria


Outras resenhas de Guns N' Roses (FIERGS, Porto Alegre, 03/04/2014)

nullnullnull




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"Todas as matérias sobre "Gunport"


Guns N' Roses: Slash rebate boatos que banda estará na trilha sonora de filmeGuns N' Roses: Por que Steven Adler não foi convidado para a reunião? (vídeo)Guns N' Roses: nada de música para o novo Exterminador do Futuro, diz SlashGuns N' Roses: vazam demos de faixas inéditas da banda

Guns N' Roses: banda estará na trilha do novo Exterminador do Futuro?Guns N' Roses
Banda estará na trilha do novo Exterminador do Futuro?

Rodz Online: Os bastidores de Appetite For Destruction, do Guns N' Roses (vídeo)Rodz Online: Todo Fã é um idiota (vídeo)

Guns N' Roses: Tracii Guns saiu após Axl Rose sumir e reaparecer mandãoGuns N' Roses
Tracii Guns saiu após Axl Rose sumir e reaparecer "mandão"

Guns N' Roses: banda estaria com shows marcados no Lolla chileno e argentinoGuns N' Roses
Banda estaria com shows marcados no Lolla chileno e argentino

Resenha - Appetite For Destruction - Guns N' RosesGuns N' Roses
Em 1987, o álbum que definiu uma geração

Guns N' Roses: box luxuoso encalha e itens são vendidos separadamenteGuns N' Roses
Box luxuoso encalha e itens são vendidos separadamente

Guns N' Roses: a história do EP Live @ Like a Suicide (vídeo)Guns N' Roses
A história do EP Live @ Like a Suicide (vídeo)

Guns N' Roses: vire um integrante caveira da banda em filtro de FacebookGuns N' Roses
Vire um integrante caveira da banda em filtro de Facebook

Lizzie Grey: morre músico que tocou com músicos do Guns, Mötley e maisLizzie Grey
Morre músico que tocou com músicos do Guns, Mötley e mais

Ed Sheeran: não é mais do U2 a turnê mais lucrativa da história

Nirvana: como Kurt Cobain escapou de Axl Rose, que queria conhecê-loNirvana
Como Kurt Cobain escapou de Axl Rose, que queria conhecê-lo

Slash: o meio digital tirou a magia de ouvir a músicaSlash
O meio digital tirou a magia de ouvir a música

Guns N' Roses: é difícil para Axl e Slash aparecerem em públicoGuns N' Roses
é difícil para Axl e Slash aparecerem em público


David Coverdale e a palavra Love - Parte IDavid Coverdale e a palavra "Love" - Parte I
David Coverdale e a palavra "Love" - Parte I

As regras do Power Metal - Parte IAs regras do Power Metal - Parte I
As regras do Power Metal - Parte I

Slipknot: Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saídaSlipknot
Joey Jordison revela o verdadeiro motivo de sua saída

Kiss FM: as 500 mais tocadas pela rádio em 2008Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoCapital Inicial: "Roqueiro acha que pega mal curtir sertanejo"All Star: o tênis da Converse com pedal wah-wah embutido

Sobre Karen Waleria

Blogueira gaúcha. Estudou letras. Ecleticidade musical é seu ponto forte; com uma tendência ao Rock e Metal. Já foi colaboradora em grandes sites de Rock e Heavy Metal, trabalha com divulgação de bandas e eventos. Responsável pelo blog www.karenwaleria.blogspot.com.br. Siga no Twitter @Rocksblog.

Mais informações sobre Karen Waleria

Mais matérias de Karen Waleria no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336