Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemMorre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"


Amon Amarth: Um dos grandes concorrentes a show do ano

Resenha - Amon Amarth (Carioca Club, São Paulo, 24/03/2012)

Por José Antonio Alves
Em 25/03/12

Prestes a completar três anos desde sua primeira bem-sucedida passagem pelo Brasil, os suecos do Amon Amarth desembarcaram novamente em nosso país para promover seu mais recente álbum, o ótimo "Surtur Rising", lançado em 2011. Usando como temática nas letras a mitologia nórdica, a banda conseguiu demonstrar o motivo de ser considerada uma das mais adoradas do Viking Metal.

Já era grande a movimentação por volta das 16hs no Carioca Club, local escolhido para a apresentação desta vez e logo uma fila que dobrava esquinas se formou. Considero que a apresentação poderia ocorrer em um local maior, mas considerando o "boom" de shows que estão ocorrendo por aqui (inclusive no mesmo final de semana deste show, caso do Iced Earth), fica difícil para todos acompanharem a maioria dos shows e lotar todas as casas, mas mesmo assim a casa ficou completamente tomada por vigorosos fãs que aguardavam ansiosos o início da apresentação.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Antes de Johan Hegg e cia adentrarem o palco do Carioca Club, ficou a cargo do grupo Ordo Draconis Belli despertar o espírito guerreiro dos ali presentes com demonstrações de combates que empolgaram o público e já são freqüentes em eventos/shows com temática viking em São Paulo.

Era chegada a hora da brutalidade ter início, e bastou alguns poucos acordes de "War Of The Gods", uma das melhores do lançamento mais recente dos suecos, para que aquele espaço se tornasse um verdadeiro campo de batalha! Logo emendando a poderosa "Runes To My Memory", do álbum "With Oden On Our Side", de 2006, recebida com fervor por todos.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

"Destroyer Of The Universe" foi simplesmente matadora, os fãs faziam rodas que fariam com que alguns hematomas não se tornassem surpresa, dado o vigor que esta e praticamente todas as músicas da banda transmitem. Contando ainda com um refrão cantado com potência, destaco o trabalho das guitarras que simplesmente foram incríveis.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

E se alguém queria respirar um pouco, poderia esquecer. O que viria a seguir era simplesmente a fanstástica "Live Without Regrets", mais uma de "Surtur Rising". Não poderia deixar de citar o quão bom é este álbum, afinal, você ouvir um álbum uma vez na sequencia, sem pular faixas é sinal de coisa realmente boa.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Finalmente para acalmar (se é que podemos usar isto no contexto do Amon Amarth) veio "Thousand Years Of Oppression", bela música que soou com perfeição ao vivo e que com certeza resultou em um momento épico do show. Em "The Pursuit Of Vikings" não deve ter havido uma alma que não bangueou ao ritmo de Johan e seus companheiros, aliás, este frontman demonstra uma presença de palco incrível (sim, um cara de 2 metros e pouco não ter presença é difícil, mas no caso dele, isto se torna apenas um detalhe), que nos leva a ter a sensação de estarmos lutando como verdadeiros vikings acompanhando as canções da banda.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A ventilação da casa não era suficiente naqueles momentos, notavam-se fãs encharcados com o suor daquela que sem dúvidas era mais que uma batalha, era uma celebração onde todos partiam "For Victory or Death"! Em seguida veio uma das que me surpreenderam e que achei que não estaria presente no setlist no Brasil, a faixa "The Hero", presente no álbum "Twilight Of The Thunder God", de 2008.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Aguardei ansiosamente a execução de "Valhalla Awaits Me", essa não só fez muitos acabarem suas vozes com seu excelente refrão, como também se tornou um momento muito especial para todos ali presentes, já que esta é uma letra bem emblemática da banda. As três próximas músicas foram para esquentar de vez o já quentíssimo Carioca Club: "Slaves Of Fear", "Fate Of Norns" e "Bleed For Ancient Gods", sempre com a banda demonstrando simpatia, em especial Johan Hegg, que interagia muito bem com o público.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A belíssima e mais cadenciada "Under The Northern Star" foi outro momento mágico do show que, sem dúvidas, muitos não esquecerão (ou até a próxima passagem da banda por aqui), assim como "Free Will Sacrifice" e "Cry Of The Black Birds", esta última uma daquelas que mesmo com pescoço comprometido, não deixa que sintamos qualquer limitação para seguir seu ritmo furioso. Para encerrar o set regular, "Death In Fire" e "Victorious March" mostraram que os fãs realmente representaram, pois naquele momento todos pareciam estar com a energia do início do show.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Para o bis, a banda reservou duas das mais adoradas músicas da carreira, "Twilight Of The Thunder God" e "Guardians Of Asgaard", que gerou rodas insanas, além de fazer com que todos usassem o pouco que ainda restava de suas vozes para entoar o "Cause We Are!/We're The Guardians/ Guardians Of Assssgaaaaaaaard".

Vinte e quatro de março de 2012 ficará marcado como o dia em que presenciamos um dos sérios concorrentes a grande show do ano, além claro, de um público que não ficou devendo absolutamente nada. Para ficar ainda mais perfeito só gostaria que "Asator" tivesse entrado no set, mas tenho certeza que logo poderemos conferir estes suecos por terras tupiniquins novamente.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Set List - São Paulo:

1. War Of The Gods
2. Runes To My Memory
3. Destroyer Of The Universe
4. Live Without Regrets
5. Thousand Years Of Oppression
6. Pursuit Of Vikings
7. For Victory Or Death
8. The Hero
9. Valhalla Awaits Me
10. Slaves Of Fear
11. Fate Of Norns
12. Bleed For Ancient Gods
13. Under Northern Star
14. Free Will Sacrifice
15. Cry Of The Black Birds
16. Death In Fire
17. Victorious March

Bis:
18. Twilight Of The Thunder God
19. Guardians Of Asgaard

Fotos: Gabriel Souza

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Amon Amarth: confira "Put Your Back Into The Oar", novo single da banda sueca


Metal Hammer: As melhores músicas da história do Death Metal

Amon Amarth: banda virá ao Brasil em maio; Abbath abre os shows



Sobre José Antonio Alves

Aventureiro, mochileiro, amante da cultura latina e claro, fã de um dos estilos mais fascinantes deste universo musical: o Heavy Metal!

Mais matérias de José Antonio Alves.