Roxette: Público variado no show de Porto Alegre

Resenha - Roxette (Pepsi On Stage, Porto Alegre, 12/04/2011)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Débora Reoly
Enviar Correções  

Há 20 anos atrás, quando eu tinha 10 anos de idade escutei ROXETTE pela primeira vez. Um disco que era tocado na íntegra em todas as festas da época foi o "Crash! Boom! Bang!" de 1994. Eu sabia cantar todas as letras, mas com 13 anos, ainda não podia sair a noite, então ficava em casa escutando as fitas K-7 de "Tourism" e "Crash! Boom! Bang!". Algumas músicas fizeram parte de trilha sonora de algumas novelas da Rede Globo como um Perigosas Peruas, Anjo que Caiu do Céu e O Sexo dos Anjos.

publicidade

No ano de 2002 a vocalista Marie Fredriksson passou por uma cirurgia onde foi removido um tumor no cérebro. A turnê que fariam foi cancelada e o ROXETTE ficou afastado dos palcos por quase 10 anos.

No final de 2010 foi anunciado a turnê de retorno da dupla Sueca. E conferindo as datas no Brasil, Porto Alegre estava nela! Para mim estar ali presente em um show do ROXETTE, banda a qual escutava na minha infância e adolescência, representava muito. Poder conferir de pertinho aqueles clássicos que ficaram adormecidos por todo este tempo, era nostálgico.

publicidade

Atualmente o ROXETTE está divulgando seu 9° álbum de estúdio, intitulado "Cham School".

O Pepsi On Stage estava cheio, mesmo sendo uma terça-feira. A capacidade da casa é de 6.000 pessoas e o local ótimo, por sinal, com pista, mezaninos e camarotes. O público era bem variado, assim como eu estava acompanhada de meu Pai, havia muitos jovens e pessoas de mais idade.

publicidade

Iniciaram com "Dressed For Sucess" do álbum "Look Sharp!" já empolgando a todos e em seguida "Sleeping in My Car", um dos sucessos do álbum "Crash! Boom! Bang!". Per Gessle é muito envolvente no palco, além de tocar muito! Mas a banda de apoio não fica para tráz, trazem uma harmonia, são 7 ao todo.

Seguindo com o show, outra grande música foi "Wish I Could Fly" , mas foi em "It Must Hve Been Love" que todos cantaram em coro. Esta música ficou conhecida por fazer parte da trilha do filme "Uma Linda Mulher". Detalhe também ficou com Per Gessle tocando o Hino Rio-Grandense na guitarra, fechando a primeira parte do show com as 3 clássicas 'How Do You Do', "Dangerous" e "Joyride".

publicidade

O bis veio com "Watercolours in the Rain", a balada "Spending My Time" entoada por todos, e logo após a agitada "The Look". Para encerrar o show em grande estilo mais 3 músicas "Way Out", "Listen to Your Heart" e a versão acústica de "Church of Your Heart".

No palco eles falaram que haviam anos que estiveram em Porto Alegre tocando, eu não sabia, mas o ROXETTE já havia tocado em Porto Alegre em 1992.

publicidade

Sem dúvidas, foi um grande show em solo gaúcho. Eles seguiram ainda para shows em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e retornariam a São Paulo para mais um show. no Citibank Hall.

Set-List

1 - Dressed for Success
2 - Sleeping in My Car
3 - The Big L.
4 - Wish I Could Fly
5 - Only When I Dream
6 - She's Got Nothing On (But the Radio)
7 - Perfect Day
8 - Things Will Never Be The Same
9 - It Must Have Been Love
10 - Opportunity Nox
11 - 7Twenty7
12 - Fading Like a Flower (Every Time You Leave)
13 - Stars
14 - Hino Rio-Grandense (Guitarra)
15 - How Do You Do!
16 - Dangerous
17 - Joyride

publicidade

Bis:

18 - Watercolours in the Rain
19 - Spending My Time
20 - The Look

Bis 2:
21 - Way Out
22 - Listen to Your Heart
23 - Church of Your Heart (acústica)




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Roxette: Alguns covers metálicos da duplaRoxette
Alguns covers metálicos da dupla

Roxette: versões metal de sucessos da dupla suecaRoxette
Versões metal de sucessos da dupla sueca


Censura: 53 nomes que você não pode dizer em uma rádioCensura
53 nomes que você não pode dizer em uma rádio

Solos de guitarra: lista dos 50 melhores segundo a NMESolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME


Sobre Débora Reoly

Débora Reoly era gaúcha de Ijuí, formada em Pedagogia e Turismo e dona da agência de viagens Rocktour, especializada em excursões a shows na América do Sul. Seu lema era "A vida não é um show de Rock. São vários!". Débora morreu em 2017, de uma doença auto-imune. Facebook: www.facebook.com/debora.reoly.

Mais matérias de Débora Reoly no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin