Matérias Mais Lidas

Slipknot: Nunca pesquisem Duality no YouTube, alerta fã de k-pop assustadaSlipknot
"Nunca pesquisem Duality no YouTube", alerta fã de k-pop assustada

Matt Sorum: Duff não tinha palavras pra dizer que ele não estaria na reunião do GunsMatt Sorum
Duff não tinha palavras pra dizer que ele não estaria na reunião do Guns

Vinny Appice: ele temeu briga com o incontrolável Bill Ward ao conhecê-loVinny Appice
Ele temeu briga com o "incontrolável" Bill Ward ao conhecê-lo

Dio: 14 músicas que definem a carreira da lenda, segundo a Classic RockDio
14 músicas que definem a carreira da lenda, segundo a Classic Rock

Axl Rose: gentil e como Batman, como ele gravou participação em Scooby-DooAxl Rose
Gentil e como Batman, como ele gravou participação em "Scooby-Doo"

João Gordo: quando ele brigou com Sérgio Mallandro na TV e o Bozo teve que apaziguarJoão Gordo
Quando ele brigou com Sérgio Mallandro na TV e o Bozo teve que apaziguar

Ozzy Osbourne: quando Slash e Tom Morello quase foram mortos em um show deleOzzy Osbourne
Quando Slash e Tom Morello quase foram mortos em um show dele

Ozzy Osbourne: Sharon faz campanha para que ele vire Cavaleiro BritânicoOzzy Osbourne
Sharon faz campanha para que ele vire Cavaleiro Britânico

Kreator: Mille Petrozza conta como a Alemanha dividida influenciou a sua visão do mundoKreator
Mille Petrozza conta como a Alemanha dividida influenciou a sua visão do mundo

Nirvana: Grohl afirma que Cobain não gostava de seu modo de tocarNirvana
Grohl afirma que Cobain não gostava de seu modo de tocar

RATM: Tom Morello revela por que não corta as cordas de sua guitarraRATM
Tom Morello revela por que não corta as cordas de sua guitarra

Steven Adler: por que ele não ligou por Axl transar com sua namorada em Rocket QueenSteven Adler
Por que ele não ligou por Axl transar com sua namorada em "Rocket Queen"

Metallica: papagaio metaleiro vai ao delírio ouvindo Enter SandmanMetallica
Papagaio metaleiro vai ao delírio ouvindo "Enter Sandman"

AC/DC: por que Angus Young usa uniforme escolar no palco - e de quem é a ideiaAC/DC
Por que Angus Young usa uniforme escolar no palco - e de quem é a ideia

Nirvana: sobre o que Kurt Cobain canta em Smells Like Teen Spirit, segundo GrohlNirvana
Sobre o que Kurt Cobain canta em "Smells Like Teen Spirit", segundo Grohl


Stamp

Andre Matos: cobertura completa do show em Recife

Resenha - Andre Matos (Sport Club, Recife, 13/12/2009)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Josco, Fonte: Josco Weblog
Enviar Correções  

No domingo 13 de dezembro, a cidade do Recife, em Pernambuco, recebeu mais uma vez a visita de um ilustre músico do heavy metal mundial. ANDRE MATOS e banda desembarcaram na cidade para a última apresentação de uma mini-turnê por três capitais do Nordeste, sendo elas Teresina (PI), Fortaleza (CE) e Recife (PE), respectivamente. Estas apresentações fazem parte da divulgação inicial do mais recente trabalho de estúdio da banda: O CD "Mentalize".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O evento ocorreu no Salão de Festas do Sport Club do Recife, justamente onde Andre Matos fez a sua primeira apresentação, como membro do Angra, no estado de Pernambuco. Este lugar, aos poucos, está se reafirmando como uma excelente alternativa para os shows de heavy metal.

Os portões foram abertos por volta das 18:30h, mas bem antes disso já era possível observar um bom número de pessoas aguardando do lado de fora. Pessoas que vieram, inclusive, de cidades mais distantes, como Caruaru, no agreste do estado, bem como do estado vizinho, Paraíba

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Logo no início, um desapontamento: não havia mais camisas com tamanhos grandes no stand de merchandising da banda. O público das cidades anteriores se encarregaram de comprar as unidades de tamanho maior. Bom para a banda! Na verdade, isto reflete que a procura do público por materiais promocionais dos músicos está sendo alta. No stand, restavam as camisas em tamanho pequeno e os CDs "Mentalize" e "Fade", da banda de estilo enigmático Remove Silence, dos músicos Hugo Mariutti e Fabio Ribeiro, ambos da banda Andre Matos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As pessoas foram tomando os seus lugares e pouco antes das 20:00h as luzes são apagadas. O Sport Club contava com a presença de um público bastante expressivo para um dia de domingo. Surgem os primeiros acordes da introdução e este processo dura algum tempo, aumentando ainda mais a expectativa de todos que aguardavam em frente ao palco. O público vai chamando pelo nome dos membros da banda, um a um, à medida em que eles entram no palco. Todos são muito bem recebidos.

Após a intro, o baterista Eloy Casagrande solta as notas iniciais. Entra em cena Andre Matos. Como não poderia deixar de ser, o músico é ovacionado por todos. A multidão aplaudia e gritava com ainda mais entusiasmo. Eles apresentam "Leading On", a primeira música da noite e também do novo disco. Na sequência, eles lançam "I Will Return", que também é a segunda música do novo álbum. Ao final de ambas as músicas, era notável a empolgação do público. Eles as acompanharam por completo, com muito entusiasmo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O show prossegue com a já clássica "Rio", do álbum anterior "Time To Be Free". Outra bem conhecida do público e que foi novamente acompanhada por todos. Na metade dessa música, Andre Matos se ajoelha em frente à bateria, numa pose que lembra alguém orando (agradecendo?). A platéia era somente aplausos e, ao final, pairava uma agitação muito contagiante. Era incrível a participação de todos neste início de espetáculo.

A banda aproveita para dar uma breve pausa. O público, muito empolgado com o show, comenta que está acima da expectativa deles. E eles entoam: "Andre, Andre, Andre…"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O "Maestro de Público" retorna ao palco para um breve discurso: "Recife, Pernambuco, tudo bem aê? Muito obrigado pela presença de todos vocês (aplausos). Este é o show de encerramento de uma mini-tour pelo Nordeste. Hoje estamos chegando aqui ao Recife, que é uma cidade tão especial para todos nós. Nós viemos de um show em Fortaleza, ontem, um festival, e não podíamos deixar de vir aqui. Esta turnê que estamos fazendo também comemora o lançamento do CD Mentalize. Quem tem o Mentalize ae?."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após o discurso, Andre anuncia a faixa-título do disco: "Mentalize". A banda faz uma bela introdução com o Andre nos teclados. Delírio absoluto entre a platéia. E o show prossegue com muita energia, onde o público acaba se tornando mais um membro da banda.

Após muito agito, uma música para acalmar os ânimos: a bela "Fairy Tale", composta por Andre Matos em sua época na banda SHAMAN, relembra mais um dos grandes clássicos deste músico.

A banda aproveita o momento de nostalgia e lança um belíssimo medley com dois outros clássicos memoráveis e ainda mais antigos, da era VIPER: "A Cry From The Edge" e "Living For The Night". Ambas as músicas foram entoadas pela platéia em forma de hino. Foi um momento oportuno para alternados solos dos guitarristas Andre Hernandes e Hugo Mariutti.

Entre uma música e outra, Andre Matos comunica: "Essa música é para quem não tem medo de viver."

O vocalista improvisa um novo discurso: "Definitivamente, o Brasil é o país do Rock And Roll. Tudo isso que está ocorrendo é graças ao esforço de cada um daqueles que fazem as coisas acontecerem, que fazem parte deste movimento. É graças a vocês."

Ele relembra como foi o início de tudo há mais de 20 anos atrás, e comenta que o Recife deu um grande apoio em sua carreira e aos seus músicos. O público, enfim, entende o motivo de ele ter dito no discurso anterior que a banda não poderia deixar de visitar esta terra em sua passagem pelo Nordeste. Neste momento, a platéia vai ao delírio, respondendo com gritos de "Andre, Andre, Andre" e muitos aplausos. Foi algo muito emocionante.

Em seguida, Andre Matos inicia uma interação com o público, que respondem muito bem aos seus comandos. Ao final deste ato, o músico rasga um agudo ensurdercedor e o público todo aplaude incessantemente.

Que show!

Chega o momento de uma apresentação solo. Andre Hernandes distribui uma sucessão de riffs de guitarra que enlouquece a todos. Eles gritam por "Zaza", o nome pelo qual ele é melhor conhecido. Zaza demonstra em sua performance boa parte de sua habilidade técnica com a guitarra e o público, em êxtase, agradece aos gritos.

publicidade

Eis que os músicos iniciam a introdução de um clássico do heavy metal mundial, com o cover da banda JOURNEY: "Separate Ways (Worlds Apart)". Esta canção foi muito bem recebida e, mais uma vez, cantada por todos, bem como a que sucedeu o set list: "How Long (Unleashed Away)". Ambas fazem parte do álbum "Time To Be Free".

Mais um clássico no repertório, com a empolgante e muito bem trabalhada "Lisbon", da era ANGRA. Praticamente todas as músicas eram cantadas em coro pelo público. E a banda respondia a este contentamento com uma performance admirável, apesar dos esforços da noite anterior. Eles vieram de um evento cansativo em Fortaleza e, ainda assim, encontraram forças para não decepcionar aos pernambucanos. O baixista Luis Mariutti, visivelmente cansado, transcorreu o show com muita garra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fim da música, a banda sai do palco para outro intervalo. As luzes foram apagadas e o público manteve-se comportadíssimo. Nesse instante, Eloy Casagrande entra no palco para iniciar a sua apresentação. O público, percebendo que viria um momento solo, começa a agitar gritando por seu nome.

A apresentação do Eloy durou exatos 8 minutos e foi bastante aplaudida. Ele fez um formidável solo e foi muito prestigiado. Detalhe curioso: um dos membros da equipe de segurança passou o tempo inteiro observando a performance do baterista. Ele até mesmo pronunciou um comentário impublicável de tão abismado que ficou. Como o Andre Matos disse, o Eloy já deixou de ser um "menino prodígio" e passou a ser um músico experiente. Este músico ainda tem muito de bom a oferecer com sua técnica.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Após o solo, veio a introdução para a música seguinte: "Letting Go". Vem a pergunta: como o Andre consegue soltar aqueles agudos? (Observem o vídeo correspondente. O áudio pode não estar tão claro, mas ao vivo todos puderam perceber.) A música é interpretada praticamente do mesmo jeito que é tocada em estúdio. Ótima sincronia dos guitarristas. Solo perfeito! Em um trecho da música, a banda parou de tocar para o público cantar em uníssono: "Time for love, time for pain…" Ver o Andre Matos gritar "Letting Go" é algo espetacular. Belos agudos do Mestre. Belo solo do Andre Hernandes. Belo acompanhamento da platéia. Belíssimo show.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os acordes iniciais da próxima canção marcou um dos momentos mais fascinantes da noite. O minucioso tecladista Fabio Ribeiro iniciou a introdução, de onde parecia emanar algo mágico e encantador ao mesmo tempo. "A Lapse In Time’, com sua melodia prestigiosa, conseguiu arrancar lágrimas de algumas pessoas que ficaram hipnotizadas com cada uma das notas que saiam das teclas. Como se isso não fosse suficiente, a voz suave e agradável do Andre Matos adicionava ainda mais melodia à composição. Para completar, a música foi acompanhada do início ao fim pelo público que sabia com exatidão cada uma das palavras da letra. E eles aplaudiam ao longo da canção. Foi um momento muito lindo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Isto prova que nem só de "pancada" é feito o Heavy Metal. E o público feminino aprova isto com muito prazer. Aliás, elas estavam muito bem representadas e em bom número, mostrando que estão se tornando uma crescente nos shows, especialmente o melódico.

Mais um clássico, mais uma vez da era ANGRA: "Carry On". É praticamente obrigatória no repertório, segundo os fãs. A sua introdução fez o público abalar o Sport Club. A incrível performance do Luis Mariutti e do Eloy Casagrande receberam os destaques para esta apresentação.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nova pausa durante o show. Desta vez era para apresentar a banda. Um a um, todos eles foram entusiasticamente aplaudidos. O momento inusitado ficou por conta do Fabio Ribeiro, que fez sua apresentação tocando os teclados com um dos joelhos. Na apresentação do Luis Mariutti, Andre Matos apenas informa que o natal está chegando, ao que o público responde: "Jesus, Jesus, Jesus…" Jesus é o tratamento carinhoso por parte dos fãs para com o baixista.

"Endeavour" era introduzida pelo som de guitarra. Esta música, inicialmente de ritmo acelerado, possui uma cadência vigorosa e seus solos de guitarras são muito instigantes, assim como a linha de baixo. Foi mais uma canção entoada pelo público. Na medida em que ela chegava ao seu fim, era possível observar um semblante de tristeza em algumas pessoas. Assim como aconteceu do show de 2008, nesta música, os membros da banda vão saindo de cena, um de cada vez, restando apenas o Andre Matos no comando dos teclados. Entre o público, uns se abraçavam, outros choravam e outros mais não acreditavam que já havia terminado. Foi tudo muito rápido, dentro de 120 minutos de apresentação. Durou o tempo suficiante para que ficasse registrado na memória.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Foi uma apresentação marcante!

Ainda que o propósito deste show tenha sido o de apresentar e divulgar o novo álbum, Mentalize, pelo que se pode perceber, a banda Andre Matos está cada vez mais se desvinculando de seus trabalhos anteriores em seu repertório, apresentando músicas mais recentes.

Este processo de transformação é algo que vem ocorrendo lenta e naturalmente. Os músicos se mostram cada vez mais em harmonia nesta sucessão de mudanças.

Pelo que foi visto no show de Recife, os fãs estão aprovando e comemorando esta postura da banda.

A produção, leia-se InCartaz Filmes & Eventos (Marcelo de Carvalho) e Blackout Discos (João Marinho), está de parabéns pela realização de mais um show de heavy metal no estado de Pernambuco. Essas pessoas são de uma coragem descomunal para o apoio que sempre deram ao metal nacional. Eles são os responsáveis por trazerem ao Nordeste do Brasil eventos de tão boa qualidade, com bandas nacionais e internacionais de renome. Com muita estima, finalizo esta matéria bastante agradecido a ambos por todo o apoio e liberdade fornecidos para a realização deste projeto.

Esta matéria contou com o apoio significativo das pessoas abaixo
• Eugenio Manowar
• Thiago Gomes Damasceno
• Carlos Henrick Farias da Silva
• Lyon César.

Meus agradecimentos especiais vão para a equipe de segurança PitBull por toda a disposição e atenção dispensadas.