Matérias Mais Lidas

imagemO rockstar por quem Max Cavalera era fanático, mas não conheceu por causa da bebida

imagemEdu Falaschi diz que não tem vergonha de suas falas que viraram meme no DVD do "Rebirth"

imagemFlea agradece brasileiro que teve receio de pedir foto ao encontrá-lo

imagemMaiden faz homenagem a Eddie, do Stranger Things, que foi inspirado em tragédia real

imagemSem efeitos ou playback: vídeo de bastidores mostra Glenn Hughes cantando muito

imagem10 músicas dos Beatles das quais Paul McCartney não gostava

imagemA banda brasileira que está "pronta para o mercado internacional", segundo Regis Tadeu

imagemRichard Fortus diz que Axl Rose danificou as cordas vocais

imagemA prática mesquinha de bandas que Edu Falaschi considera "desrespeitoso com o fã"

imagemOs dez álbuns de Heavy Metal favoritos de Rob Halford, e os dez de qualquer gênero

imagemSlash explica porque o Guns N' Roses faz shows de 3 horas e meia

imagemQuando Dave Mustaine mostrou como tocar uma música do Metallica de forma mais pesada

imagemProdutora explica como "Master of Puppets" foi parar em "Stranger Things"

imagemO clássico dos Stones que foi escrito em um motel e não deixou Keith Richards satisfeito

imagemEm post no TikTok, Metallica pede para fãs antigos pararem de perseguir os fãs novatos


Finlandia 2022
Stamp

Review de Show: Fúria de páscoa em Curitiba com Vader e Marduk

Resenha - Vader e Marduk (Ópera 1, Curitiba, 23/03/2008)

Por Clóvis Eduardo
Em 26/03/08

Domingo de páscoa, dia de relaxar com a família, os amigos, e relembrar dos costumes cristãos como a celebração do renascimento de Jesus. Só que para a turma metaleira de Curitiba (PR), o dia 23 de março não teve nenhum significado especial sobre a fé e a religião.

Fotos: Makila Crowley

Cerca de 300 pessoas participaram da noite mais barulhenta que Curitiba ouviu nos últimos anos. Nada menos que seis bandas, dentre elas, Vader (Polônia), e Marduk (Suécia), levaram mais de seis horas de alegria e Death/Black Metal para os fãs.

A expectativa era grande em Curitiba, já que pela segunda vez, o Vader se apresentava em terras paranaenses. Em 2005, junto com o W.A.S.P. a banda fez o show em apenas 40 minutos de duração, o que deixou o público com um sentimento adverso. Neste ano, os poloneses novamente foram vítimas de pouco tempo para o show, cerca de 50 minutos. No entanto, e até que merecidamente, a espontaneidade do quarteto comandado por Piotr "Peter" Wiwczarek no vocal e guitarra, fez com que a galera curtisse uma verdadeira aula de Death Metal.

Marcin "Novy" Nowak impressiona pela técnica no baixo, assim como também impressiona a velocidade nos riffs e solos de Maurycy "Mauser" Stefanowicz. Junto com Peter, os dois guitarristas formam uma verdadeira parede sonora, recheada de riffs pesados e solos rasgantes.

O set-list foi muito parecido com o apresentado no DVD "And Blood Was Shed In Warsaw", que tem as mais explosivas músicas do Vader como: "Shadows Fear", "Back To The Blind", "Helleluyah (God is Dead)" e "Sothis", todas executadas com maestria. O show foi sem sombra de dúvidas "foda", já que o som pesado e furioso da banda estava alto e ideal para estremecer a estrutura do Ópera 1. Grande parte disso se deve à técnica e velocidade que Darek "Daray" Brzozowski despeja na bateria. Show curto mas ao mesmo tempo matador.


Faltavam então os suecos do Marduk, que com brutalidade, souberam aproveitar o êxtase deixado pelo Vader e, novamente, fazer Curitiba balançar a cabeleira. O destaque da apresentação ficou novamente por conta do peso e da velocidade e técnica dos músicos. Dentre as canções executadas, "The Levelling Dust", "Batism By Fire", "Beyond The Grace Of God" e "With Satan And Victorious Weapons". Até a extensa "Imago Mortis" entrou no set, com seu andamento mais cadenciado ao longo dos oito minutos de duração.

O grande Daniel "Mortuus" Rosten provou que deve seguir adiante no que faz, pois é dono de um vocal extremamente forte e competente. Apesar disso, muitos ainda preferem criar polêmica quanto ao antigo vocalista do Marduk, Erik "Legion" Hagstedt, que está fora da banda desde 2003. O que Mortuus tem de diferencial é o carisma. Apesar de fazer parte de uma banda de Black Metal, ele se movimenta bastante, chama o público a todo o momento e ainda berra pra cacete!

O melhor mesmo do Marduk é que o grupo é coeso. O guitarrista Morgan "Evil" Steinmeyer Håkansson e o baixista Magnus "Devo" Andersson comandam as cordas, mas o som dos instrumentos nas primeiras duas músicas estava um pouco confuso, apesar da grande variedade nos arranjos. Completa a equipe Lars Broddesson na bateria, cheio de técnica, velocidade e sincronia com as baquetas e bumbos. Com o som também bastante limpo e audível a banda fez o papel que deveria, divertindo o público por cerca de 1h30min, tendo ainda disposição para conversas com os malucos que permaneceram depois do show.

Antes do show do Vader e Marduk, quatro bandas abriram: Amen Corner (Black Metal – PR), Misdeed (Black Metal - SC), Sodamned (Death Metal – SC) e Legion of Hate (Death/Black Metal – PR) fizeram bem o papel de esquentar o público. Mais um atestado de que o metal brasileiro ainda dá muitas alegrias aos fãs, com performances incríveis, mesmo ao dividir o palco com as gringas.

Agradecimentos: Jeison Sales e organização do show; Makila Crowley.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

DiAmorte lança música com membros do Vader e Symphony X


Metal Hammer: As melhores músicas da história do Death Metal



Sobre Clóvis Eduardo

Clóvis Eduardo Cuco é catarinense, jornalista e metaleiro.

Mais matérias de Clóvis Eduardo.