Resenha - Pascoween (Blackmore, São Paulo, 18/04/2004)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fernando De Santis
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.






O site "We Burn - Helloween" (www.weburn.cjb.net) que está no ar desde 1998, realizou no domingo, dia 18/04, um encontro dos usuários do fórum do website, no Blackmore Rock Bar, em São Paulo. Na verdade, tratava-se de uma festa, que fora adiada algumas vezes e finalmente aconteceu. Cerca de 300 pessoas estiveram presentes para conferir o que iria rolar. A banda que ficou com a missão de dar cara de festa ao evento, foi o Shadowside - e fizeram isso muito bem! Ao contrário do que muitos possam imaginar, não rolou apenas Helloween na festa ou composições própria do Shadowside, o combinado era um setlist de covers totalmente eclético. E conforme havia sido anunciado alguns dias antes, o ex-baterista do Helloween, Mark Cross, estaria presente na festa. Para quem não sabe da história do Mark no Helloween, um rápido parênteses: Mark havia sido chamado para substituir Uli Kusch, na bateria do Helloween, no final de 2001. Durante as gravações do álbum "Rabbit Don't Come Easy", Mark descobriu que estava com uma doença "complicada" (Mononucleosis) e como o tratamento de tal doença era demorado, Mark acabou saindo da banda, porém, chegou a gravar duas faixas para o álbum: "Listen to the Flies" e "Don't Stop Being Crazy".

Combinado para começar às 18h, a festa teve um atraso de uma hora, o que fez com que a galera ficasse na rua, esperando a casa abrir. Mas com o pessoal já dentro da casa, o clima já era de festa... trechos de um show do Helloween na Coréia, pela turnê do "The Dark Ride" eram exibidos no telão para aquecer o pessoal, até que lá pelas 21h, a banda Shadowside, que conta com Dani Nolden (vocal), Bill Shadow e Ricky (guitarras), Lucas De Santis (baixo) e Marcelinho, como convidado na bateria, entrou no palco e abriu a apresentação com a música "We Burn" (Helloween), para a alegria dos presentes. Para provar que seria um setlist diversificado, "Rising Force" do Malmsteen veio na seqüência, com um show à parte do guitarrista Ricky, que executou todos os solos com perfeição. A primeira parte do show teve algumas músicas que mereceram destaque, como "Welcome The Night", da época em que Andi Deris cantava no Pink Cream 69, "Livin' On Prayer" do Bon Jovi, que foi muito bem aceita pelo público e o b-side "Deliver Us From Temptation" do Helloween, que foi uma ótima surpresa e abriu várias rodas na pista.

Após um intervalo, o Shadowside voltou ao palco para fazer a segunda parte da apresentação. "Stand Up & Shout", música do filme "Rockstar", recomeçou o show. Os músicos do Shadowside estavam muito a vontade, brincavam com o público o tempo todo e pareciam também estar se divertindo, num clima de festa. O setlist teve outros bons momentos como "Take Those Tears", também da fase Deris, do Pink Cream 69, "18 and Life" do Skid Row e "The Departed" do Helloween. A segunda parte do show foi fechada com uma música do Shadowside, "Highlight", que estará no disco da banda.

O ápice da festa foi quando Dani Nolden chamou ao palco Mark Cross. Mark muito simpático assumiu as baquetas e soltou a introdução de "Painkiller" do Judas Priest. O público foi ao delírio. Mark "socava" a bateria e conseguiu um bom entrosamento com o Shadowside, afinal, tratava-se de uma música com várias paradas e passagens que exigiam muita atenção. Ao final de "Painkiller", Mark chamou Eduardo Falaschi (vocalista do Angra) e presentearam o público com "Flight Of Icarus" do Iron Maiden. Para finalizar a apresentação, Dani voltou ao palco, para encerrar a apresentação com "Listen to the Flies" do Helloween - uma das músicas que Mark gravou no álbum "Rabbit Don't Come Easy".

Após a apresentação, todos os músicos ficaram atendendo ao público, tirando fotos e dando autógrafos. Foi sem dúvida uma grande festa, com muito Rock n' Roll e diversão. Quem esteve presente ao Blackmore naquela noite, com certeza ficará com boas lembranças por um bom tempo!

Setlist:
01. We Burn - Helloween
02. Risign Force - Malmsteen
03. Welcome The Night - Pink Cream 69
04. I Can - Helloween
05. Ain't Talk About Love - Van Halen
06. Livin On Prayer - Bon Jovi
07. Rainbow In The Dark - Dio
08. The Time Of The Oath - Helloween
09. In The Hall Of The Mountain King - Savatage
10. Love Ain't No Stranger - Whitesnake
11. Deliver Us From Temptation - Helloween

(pausa)

12. Stand Up & Shout - Steel Dragon
13. Born To Be My Baby - Bon Jovi
14. 18 and Life - Skid Row
15. Detroit Rock City - Kiss
16. Why? - Helloween
17. Take Those Tears - Pink Cream 69
18. Youth Gone Wild - Skid Row
19. The Departed - Helloween
20. Hey Lord! - Helloween
21. Highlight - Shadowside
22. Painkiller - Judas Priest (feat. Mark Cross)
23. Flight Of Icarus - Iron Mainde (feat. Mark Cross e Edu. Falaschi)
24. Listen To The Flies - Helloween (feat. Mark Cross)



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Helloween"


Collectors Room: o renascimento do Helloween em Master of the Rings (vídeo)Rock Ao Vivo em POA: com Scorpions, Whitesnake e Helloween, já tem lotes esgotados

Em 29/08/1988: Helloween lançava a parte 2 de Keepers of The Seven KeysEm 29/08/1988
Helloween lançava a parte 2 de "Keepers of The Seven Keys"

Helloween: veja vídeo ao vivo da música Halloween, do novo DVDHelloween
Veja vídeo ao vivo da música "Halloween", do novo DVD

Helloween: por que a banda topou substituir o Megadeth no BrasilHelloween
Por que a banda topou substituir o Megadeth no Brasil

Helloween: veja trailer oficial de United Alive

Helloween: o que esperar do novo álbum, segundo Sascha GerstnerHelloween
O que esperar do novo álbum, segundo Sascha Gerstner

Helloween: em exclusiva, falando sobre shows no Brasil e novo discoHelloween
Em exclusiva, falando sobre shows no Brasil e novo disco

Roland Grapow: conheça a banda que acompanhará o guitarrista nos shows pelo BrasilRoland Grapow
Conheça a banda que acompanhará o guitarrista nos shows pelo Brasil

Em 07/08/1962: nasce Michael Weikath, do Helloween

Helloween: shows no Brasil atrasarão novo álbum da reuniãoHelloween
Shows no Brasil atrasarão novo álbum da reunião

Helloween: veja vídeo ao vivo de Pumpkins United, do novo DVDHelloween
Veja vídeo ao vivo de "Pumpkins United", do novo DVD

Roy Z: origem do nome, influências e mais em entrevistaRoy Z
Origem do nome, influências e mais em entrevista

Wikimetal: Top 11 Músicas PerfeitasWikimetal
Top 11 Músicas Perfeitas

Heavy Metal: as piores capas dos grandes artistas do gêneroHeavy Metal
As piores capas dos grandes artistas do gênero


Ghost: De quais bandas brasileiras eles gostam?Ghost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

Heavy Metal: Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o LoudwireHeavy Metal
Os 11 melhores álbuns dos anos 2000 segundo o Loudwire

Dinho Ouro Preto: É assustador ver todo o rock ficar de direitaDinho Ouro Preto
"É assustador ver todo o rock ficar de direita"

Heavy Metal: "um conforto para os jovens brilhantes"Bruce Dickinson: Use Your Illusions? Aquele formato é uma bosta!Heavy Metal: as melhores músicas para meditarSkid Row: Sebastian Bach de volta? Nem passou pela cabeça deles!

Sobre Fernando De Santis

Paulistano, nascido em 1979, Fernando De Santis passa grande parte do seu tempo viajando entre São Paulo, Santos e Curitiba. Nas horas de viagens dentro de ônibus ou aviões, costuma ouvir Hard Rock, Heavy Metal e demos de qualquer estilo. Atualmente trabalha como webdesigner para o Estado de São Paulo. Mantém o site "We Burn", dedicado ao Helloween desde 1998, que nunca lhe trouxe nenhum dinheiro, mas rendeu muito amigos.

Mais informações sobre Fernando De Santis

Mais matérias de Fernando De Santis no Whiplash.Net.