Matérias Mais Lidas

imagemPaul Di'Anno detona Regis Tadeu após vídeo em que critica seu encontro com Iron Maiden

imagem"A ingenuidade do fã do Iron Maiden é um negócio que beira o patético", diz Regis Tadeu

imagemFãs protestam contra Claustrofobia após banda fazer versão de música do Pantera

imagemStjepan Juras retruca comentário de Regis Tadeu sobre reencontro de Di'Anno e Harris

imagemA dura crítica de Angus Young a Led Zeppelin, Jeff Beck e Rolling Stones em 1977

imagemMorre Andy Fletcher, tecladista e membro fundador da banda Depeche Mode

imagemJohn Bonham, Keith Moon ou Charlie Watts, quem era o melhor segundo Ginger Baker?

imagemMorre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

imagemEncontro entre Paul Di'Anno e Steve Harris resultou em "algo que será discutido"

imagemComo era a problemática relação do Angra no "Aurora Consurgens", segundo produtor

imagemA apaixonada opinião de Elton John sobre "Nothing Else Matters", clássico do Metallica

imagemZakk Wylde relembra ídolo: "tão relevante quanto Bach, Beethoven e Mozart"

imagemA banda de forró que uniu Nenhum de Nós, Legião, Titãs e Paralamas na mesma música

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemMichael Anthony diz que "Van Halen III" foi "a coisa mais louca que a banda já fez"


Resenha - Tributo Viper & Angra (LedSlay, São Paulo, 05/05/2001)

Por Rodrigo Vinhas Fogaça
Em 05/05/01

Eventos como esse devem ser exaltados, pois a atitude de homenagear o metal nacional com o metal nacional é muito legal, fortalecendo bastante a cena. Esse tributo ao Viper e ao Angra contou com bandas que estão se destacando na cena underground do metal nacional, sendo elas: Destra, Damage, Sagga, Henceforth, Victoria, Krusader, Delpht e Fates Prophecy.

Quem abriu a noite foi a banda paulistana Destra, que foi presenteada com os maiores clássicos das bandas homenageadas: "Carry On" e "Living For The Night". Resultado: ganharam o público. Apesar da falha apresentada pelo guitarrista no solo de Carry On, a banda saiu-se muito bem, tocando ainda "Holy Land" e "The Shaman", além de duas músicas próprias do seu álbum Seas Of Doubts. Destaque para o tecladista, que tocou com bastante energia e técnica.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Por volta das 21:00 entrou no palco o Damage, do Rio Grande do Sul, que é muito influenciado pelo Angra (principalmente pela fase do Holy Land). A banda tocou "Nightmares", além de "Paradise", "Make Believe" e "Never Understand". Foi uma boa apresentação, tendo destaque o vocalista Antônio Moraes, que é muito bom...

A terceira banda a apresentar-se foi o Sagga, tocando "At Least A Chance" (Viper/Theatre), "Evil Warning", "Time" e "Streets Of Tomorrow" (essa com participação de Ricardo Confessori) e o clássico do Viper "A Cry From The Edge". Apesar de problemas com o "ampli" de guitarra o saldo foi positivo, destacando-se o baterista Gabriel, que "desceu o braço", e o tecladista José Antônio, que tocou tudo na mão sem usar "samplers", arranjando muito bem as músicas...

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Na seqüência o Henceforth entrou no palco apresentando seu novo vocalista Frank Harris, tocando uma música própria nova e "Heavy Rock", do Viper, e mesmo tocando apenas duas músicas, novamente o som teve problemas na guitarra e o guitarrista Hugo Mariutti teve que trocar de amplificador no meio da segunda música. Além disso, o vocalista, apesar de ter cantado muito bem, foi hostilizado por meia dúzia de pessoas do público e respondeu.

A próxima banda a pisar no palco foi a Victoria, que na minha opinião foi a mais técnica da noite; destaque a todos da banda, em especial ao tecladista Fábio Laguna, que recentemente lançou seu disco solo All Nigh Party At Gallamauaka's Land. A banda tocou "Wings Of Reality", com um arranjo muito legal, "Stand Away", que foi uma pedreira pro vocalista Jean Nastrini, que segurou muito bem, "Z.I.T.O." e a clássica "Carolina IV", com participação de Ricardo Confessori e Fábio Elsas (Henceforth) na percussão, além de todas as orquestrações e timbres, tudo muito perfeito e bem executado.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Depois apresentou-se o Krusader, uma banda veterana vinda de Jundiaí; tocaram "Nothing To Say" com os irmãos Mariutti e "Soldiers Of Sunrise", esta também com a presença de Yves Passarell, além de "Prelude To Oblivion" e "Moonlight" (única composição de A. Matos no Viper). Devido ao grande número de participações especiais e qualidade, foi a banda mais ovacionada pelo público, destacando-se André Almeida na bateria.

Após a apresentação do Krusader o Shaman subiu ao palco pra fazer uma jam de brincadeira, tocando "For Whom The Bell Tolls", do Metallica, com Hugo nos vocais e André na bateria, o que foi muito legal.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

A penúltima banda a subir no palco foi a paulistana Delpht, que tocou "Freedom Call" com Confessori na bateria; depois tocaram "Lisbon" e "Wings Of The Evil", além de uma música de seu álbum de estréia, Screams Of The Ice. O baixista Daniel Bonnani foi o destaque da banda.

Pra fechar o evento subiu ao palco o Fates Prophecy. Tocou "Brave New World" do Iron, "The Wippe", do Soldiers Of Sunrise (que vão gravar para o cd-tributo), "To Live Again" e "Rebel Maniac". Pra fechar o evento tocaram "Flight Of Icarus", do Maiden.

Concluindo, o show foi ótimo. Tomara que a nação Heavy Metal do país continue apoiando mais eventos como esse, para que o Brasil se torne um país cada vez mais forte no metal. Parabéns à produção, que não deixou nem um pouco a desejar.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp