Resenha - Motorhead (Credicard Hall, São Paulo, 06/05/2000)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernanda Zorzetto
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Motorhead veio novamente ao Brasil para divulgar seu mais novo álbum "We are Motorhead", lançado este ano. A tour passou também nas cidades do Rio de Janeiro (05/05), Belo Horizonte (07/05) e Porto Alegre (10/05), e do Brasil segue para a Argentina, em Buenos Aires, México, em Cidade do México, e depois volta para os EUA, em Las Vegas.
1677 acessosLemmy: no bar bebendo e atacando mulher indefesa em cena de filme5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Ioná Magalhães

Em São Paulo, o show aconteceu no Credicard Hall. A casa abriu com um atraso de cerca de uma hora, o que fazia com que as filas (até para camarote) ficassem gigantescas. Para corrigir esse erro, a segurança começou a acelerar a entrada da galera passando todo mundo praticamente sem revista.

A casa, com capacidade para 7.500 pessoas em pé e 4.000 sentadas, ficou longe de lotar nessa noite, mas estava cheia. A segurança falhou mais uma vez ao permitir que a galera das cadeiras superiores arremessassem latas de cerveja cheias (o que inclusive é um desperdício!!!) no pessoal que estava na pista.

Sem banda de abertura, o show começa com mais ou menos uma hora e quinze minutos de atraso. O som baixo, instrumentos embolados e ecos no vocal de Lemmy nas paredes laterais foram sentidos logo no início e fizeram os roadies terem trabalho.

Em quase duas horas de show sem perder o ritmo, o Motorhead tocou as clássicas "Overkill", "Kill By Death", "Civil War", "Sacrifice", "Iron Fist", "Ace of Spades", "Metropolis", além de "Going to Brazil" e de um cover de "God Save the Queen" do Sex Pistols.

O destaque ficou para presença de palco e o carisma da banda, que conseguiu o que poucas conseguem - fazer o público agitar do começo ao fim. Lemmy conversou várias vezes com o público, ajudando inclusive a reclamar do volume muito baixo do som, e para o batera Mikkey Dee, que deu uma aula de bateria, rápida e pesada.

O show contou ainda com a participação especial do Andreas, guitarrista do Sepultura, que subiu ao palco para tocar "Orgasmatron" com o Motorhead.

Apesar da segurança mal organizada e da péssima qualidade sonora do Credicard Hall, foi, sem dúvida, um excelente show.

Para quem curte o som pesado, confira na agenda do Whiplash! vários shows internacionais que estão pra acontecer no Brasil.

Para saber mais sobre o Motorhead e a tour, acesse o site oficial: http://www.imotorhead.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

LemmyLemmy
No bar bebendo e atacando mulher indefesa em cena de filme

654 acessosMotörhead: nova cerveja IPA da banda se chama Born To Loose654 acessosSaxon: novo álbum pode trazer música com Lemmy0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Motorhead"

LemmyLemmy
Jon Lord, ser uma lenda e a descrença na humanidade

Lemmy KilmisterLemmy Kilmister
Chorando, Dave Grohl se despede do grande amigo

NoisecreepNoisecreep
As 10 melhores canções sobre sexo

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Motorhead"

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Paul Stanley e Ioná Magalhães

Guns N RosesGuns N' Roses
Perguntas e respostas e curiosidades diversas

SlipknotSlipknot
"Pastor" detecta mensagens subliminares nas capas

5000 acessosUltimate Classic Rock: as filhas mais belas dos rockstars5000 acessosMotley Crue: Atriz pornô comenta sua relação com Tommy Lee5000 acessosIron Maiden: veja a banda como você não gostaria de vê-la5000 acessosMegadeth: o guitarrista que poderia ter ficado com a vaga de Kiko5000 acessosLed Zeppelin: a tragédia que inspirou a capa de um clássico5000 acessosChris Cornell: cantor ajudava a salvar crianças e refugiados

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Fernanda Zorzetto

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Fernanda Zorzetto no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online