Números não mentem: qual sua banda matematicamente preferida?

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ricardo Mazzo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Você sabe qual sua banda favorita? Imagino que sim. Seria fácil fazer um Top5 das suas bandas favoritas? E um Top10? Eu sempre tive uma clara idéia das minhas bandas favoritas, mas sempre foi “uma idéia”, eu nunca parei para calcular (sim, calcular) se essa idéia estava correta. Até um mês atrás quando me perguntei: será que gosto mais de AC/DC ou de MOTORHEAD? De GAMMA RAY ou de BLACK SABBATH? Será que alguma banda é melhor que IRON MAIDEN? Será que alguma banda já fez mais lixos que o METALLICA? Será que alguma banda já fez mais clássicos que o METALLICA?

78 acessosTales Of The Iron Maiden: Animação de "Fear Of The Dark"5000 acessosCristina Scabbia: "Símbolo sexual? Fico surpresa com isto!"

Ok, a pergunta estava lançada, mas como respondê-la de forma objetiva e imparcial? Simples, matematicamente (por mais ginasial que a matemática envolvida seja). Mais adiante, verão que no final das contas a decisão tem um lado subjetivo, obviamente, mas vale o exercício até lá. Listei no Excel as bandas que eu gostaria de analisar, álbum por álbum, música por música. A idéia era dar nota para cada música, calcular a média de cada álbum e de cada banda, para listá-los (las) de forma que eu tivesse a resposta desejada.

Para facilitar, defini que usaria apenas notas cheias para as músicas, ou seja, sem casas decimais, de 0 a 10. Para as médias, imaginei que duas casas decimais seriam suficientes para distinguir de melhor forma a classificação final. Sendo assim, o próximo passo foi definir o que era uma nota 5, uma nota 7 etc. Montei a lista abaixo para isso. Claro que muitos discordarão, cada um tem a sua e blábláblá, então entendam que essa é apenas a minha.

• De 0 a 2: das bandas que escolhi, nenhuma tem uma música tão ruim a ponto de tomar 2 ou menos, mas ainda pode acontecer caso o AC/DC grave um cover da Ivete Sangalo.
• 3: músicas muito ruins, daquelas que dá raiva da banda, por mais sinistra que ela seja. Exemplo: “All Within My Hands” do “St Anger” (2003) do METALLICA. Escrota.
• 4: músicas ruins, daquelas que você não vai mais ouvir, pelo menos não por vontade própria e você a pula toda vez que ouve o álbum na qual ela está. Exemplo: “Fear is the Key” do “Fear of the Dark” (1992) do IRON MAIDEN. Bem fraca…
• 5: músicas indiferentes, daquelas que se ouve na boa, que não chama a atenção por quase nada, bem medianas, de elevador. Exemplo: “Carry the Blessed Home” do “A Twist in the Mith” (2006) do BLIND GUARDIAN.
• 6: músicas boas, com alguma (ou até algumas) parte boa, mas que não tem aquele “punch” necessário para se destacar muito das demais, ou seja, falta alguma coisa. Exemplo: “All Screwed Up” do “Stiff Upper Lip” (2000) do AC/DC.
• 7: músicas realmente boas, de certa forma completas, que agradam, que não deixam a desejar. Músicas que são sempre legais de se ouvir, que não se muda de rádio quando começam a tocar, seja o motivo que for. Exemplo: “Lucretia” do “Rust in Peace” (1990) do MEGADETH.
• 8: músicas MUITO animais, daquelas que se paga ingresso para shows e tal. São composições diferenciadas, com solos, refrões, linhas de baixo e letras que apavoram. Exemplo: “Heading for Tomorrow” do “Heading for Tomorrow” (1990) do GAMMA RAY.
• 9: aqui estão aquelas que estão no portão de Vahalla, prontas para entrar, de armadura e machados em mãos, praticamente perfeitas. Só não são perfeitas porque os Deuses já escreveram músicas um pouco melhores. Exemplo: “Children of the Grave” do “Master of Reality” (1971) do BLACK SABBATH.
• 10: Perfeitas, das que você ouve 407 vezes no mesmo dia e faz o mesmo no dia seguinte, sem nunca enjoar. Exemplo: “Ace of Spades” do “Ace of Spades” (1980) do MOTORHEAD.

Até o momento, fiz as discografias completas de apenas 6 bandas: IRON MAIDEN, GAMMA RAY, METALLICA, MEGADETH, AC/DC e BLIND GUARDIAN. Estou no meio de algumas outras, mas apenas essas participarão do estudo aqui. Com todas as notas dadas, eu tinha a média de todos os álbuns, assim como das bandas e algumas outras estatísticas.

A primeira coisa que pensei foi na injustiça de comparar a média geral de uma banda como o IRON MAIDEN que tem 15 álbuns lançados com o METALLICA que tem “apenas” 9. Dessa forma, categorizei em “Geral” para a média de toda a discografia da banda e também calculei a média das Top10, 20, 30, 40 e 50 da banda.

No Geral, o GAMMA RAY é imbatível, sendo o único com média acima de 7, apesar de ter 10 álbuns lançados contra 15 do IRON MAIDEN, o 2º colocado. Se forem considerados apenas os 10 melhores da Donzela de Ferro, então a média da banda sobe para 7.40. Se considerado apenas os 10 primeiros, 7.19. Ou seja, ganharia do GAMMA RAY de qualquer forma.

Para não existir tal diferença, os Tops. Decidi que até 50 seria suficiente porque já é música demais e as músicas mais relevantes já estariam consideradas nesse montante. Mas a pergunta é: qual dessas classificações é a que melhor representa o seu gosto? Vale lembrar que a análise que está sendo feita é matemática e estou tentando isolar o fator subjetividade, como falei no começo do texto.

IRON MAIDEN ganha em todas as categorias, menos no Geral, apesar de já apresentado o motivo. A banda é muito superior, mantendo uma média maior que 9 por mais de 30 músicas. Muita coisa. GAMMA RAY fica obviamente com a 2ª colocação, sendo que só perde pro MAIDEN nos Tops. Ok, mas até aí é fácil. E as demais?

Depois de pensar um pouco, chega-se a conclusão de que o Geral apresenta o quanto de lixo a banda já criou. Por isso, o METALLICA fica com a última colocação nesse quesito. Já o Top10 premia os clássicos dos clássicos e só. Por isso, o MEGADETH fica para trás, apesar de algumas classiqueiras em sua carreira.

Resumindo, acredito que o Top30 seja a melhor classificação para determinar a sua lista na ordem correta. Para minha surpresa, apenas a 1ª e a 2ª posição são claras, já que em 3º empataram BLIND GUARDIAN e AC/DC e em 5º empataram os gêmeos METALLICA e MEGADETH. Para piorar, BLIND e AC/DC também empatam nos Top20 e nos Top40, mas os alemães são superiores no Geral e no Top10, enquanto Angus Young e sua trupe são pouco superiores no Top50.

Já a briga entre Hetfield e Mustaine é mais fácil de resolver. A banda do riff lord só ganha no Geral, tendo em vista os “St Anger”, “Load” e “Reload” da vida do METALLICA. De resto, só perde ou empata. Então, mais uma vitória para Lars e James. Sendo assim, a classificação final, com as bandas feitas até agora, fica em IRON MAIDEN, GAMMA RAY, BLIND GUARDIAN, AC/DC, METALLICA e MEGADETH. MOTORHEAD, BLACK SABBATH e GRAVE DIGGER são os próximos que entrarão nesse ranking e muita coisa deve mudar.

Para concluir o texto, pode-se bagunçar um pouco essa análise com a seguinte informação. Dos Top50 álbuns de todas essas bandas, a banda de Steve Harris aparece 12 vezes, enquanto o MEGADETH aparece 10 vezes, deixando para trás Kai Hansen com 8, AC/DC e BLIND GUARDIAN com 7 e METALLICA com 6. O que acham? Muda algo?

E também podemos colocar na discussão os álbuns com mesma média, mas com notas diferentes para suas músicas. Por exemplo, o que é melhor, um álbum com 4 músicas nota 10 e 4 nota 5 ou um álbum com 8 músicas 7.5? Ou ainda álbuns com número de músicas diferentes, mas mesmas médias. Por exemplo, é obviamente mais difícil fazer um álbum de 12 músicas e média 7 do que um álbum de 8 músicas e média 7. E aí entra a subjetividade da sua escolha por um ou por outro, a não ser que queira colocar peso por número de músicas etc, que não foi o caso aqui.

E para você, qual sua banda matematicamente preferida?

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Blaze explica por que Andre Matos teria sido melhor

78 acessosTales Of The Iron Maiden: Animação de "Fear Of The Dark"2840 acessosIron Maiden: Book Of Souls Tour chega ao fim ainda sem "Hallowed..."675 acessosIron Maiden: Quadrinhos e action figures na Comic-Con de San Diego883 acessosDuplas de guitarristas: Loudwire elenca suas dez melhores1306 acessosBruce Dickinson: voando em um bombardeiro da II Guerra Mundial0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

HalloweenHalloween
Dez clássicos do Heavy Metal para curtir a data

MegadethMegadeth
"Steve Harris abriu meus olhos", diz David Ellefson

Iron MaidenIron Maiden
10 canções mais épicas, já com músicas do novo disco

0 acessosTodas as matérias da seção Opiniões0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"0 acessosTodas as matérias sobre "Gamma Ray"0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"0 acessosTodas as matérias sobre "AC/DC"0 acessosTodas as matérias sobre "Blind Guardian"

Cristina ScabbiaCristina Scabbia
"Símbolo sexual? fico surpresa com isto!"

Filhos de RockstarsFilhos de Rockstars
Qualquer coincidência é mera semelhança

RodolfoRodolfo
"O rock brasileiro entrou numa crise desde o começo dos anos 2000"

5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19855000 acessosRockstars: as filhas mais lindas dos astros do rock5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19863940 acessosHeavy Metal: as dez melhores bandas sul-americanas do gênero3023 acessosDimebag Darrel: Um raro vídeo de solo aos 18 anos5000 acessosOut: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista

Sobre Ricardo Mazzo

Cresci ouvindo muito Punk Rock e Hardcore, mas migrei para o Heavy Metal há alguns anos. No entanto, não abro mão de um bom Bad Religion. Acredito piamente que se Pelé fosse um pouco melhor seria chamado de Kai Hansen ou teria composto a “The Trooper”. Estudei guitarra, tive banda, freqüentei inúmeros shows e criei o blog #dicarock. Up the Irons!

Mais matérias de Ricardo Mazzo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online