Rocktulando: New Wave of American Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Fábio Cavalcanti, Fonte: Rock em Análise
Enviar correções  |  Ver Acessos

Todo mundo adora odiar rótulos. Milhares de pessoas bradam aos quatro ventos que rótulos servem apenas para limitar a arte, mas ao mesmo tempo, dizem com orgulho que amam rótulos como rock e/ou metal. Partindo da premissa de que rótulos são importantes para a subdivisão deste estilo variado e fascinante que é o rock 'n' roll, abordarei aqui alguns subgêneros ou movimentos musicais que, bem sucedidos ou não, conseguiram deixar sua marca no estilo. E o rótulo do dia é: New Wave of American Metal!

Bon Jovi: chocando companheiros de banda com confissãoSepultura: Andreas Kisser explica por que nunca rolará reunião

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Se você tem conhecimentos básicos de Heavy Metal (e vertentes), certamente já ouviu falar na "New Wave of British Heavy Metal" ("Nova Onda do Heavy Metal Britânico"), movimento que moldou o estilo em definitivo, no final dos anos 70 e início dos anos 80. Tomando este movimento inicial como base, e levando em conta a decadência do Heavy Metal entre o final dos anos 90 e início dos "00's", já era de se esperar uma "nova 'new wave'"...

O movimento foi iniciado nos Estados Unidos, sob o título "New Wave of American Metal" ("Nova Onda do Heavy Metal Norte Americano"), o qual ficou marcado por uma sonoridade diferenciada daquela que fora apresentada no metal dos anos 70. Ao invés da mistura de solos de guitarra e temáticas ocultas com a urgência punk daquela época, temos aqui uma mistura mais puxada para o hardcore, com temáticas que variam de questões políticas ao intimista e melancólico - com uma boa dose de agressividade, obviamente.

Para quem conhece um pouco do tal "metalcore" (resumindo: metal+hardcore), não deixa de ser interessante notar que esta é a base da "New Wave of...", como pode ser averiguado no som de bandas mais "thrash" como Lamb of God (foto) e Trivium, e bandas mais puxadas para o "groove metal", como Chimaira e Disturbed.

Lamb of God:

Bandas mais comerciais e melódicas também marcam presença no movimento, sendo que a mais famosa é o Avenged Sevenfold (foto). Por sinal, este é o ponto em que o estilo se encontra, por vezes, com a ideologia - e sonoridade - "emo". Mas, deixemos esses detalhes para discussões inúteis entre metaleiros "old school" e "new school"...

Avenged Sevenfold:

Algo de progressivo também permeia pelo estilo, como pode ser notado no som variado da banda Between the Buried and Me, ou nas nuances quase esotéricas do Mastodon (foto). A banda feminina Otep também se destaca, pela mistura do obsoleto "nu metal" com toques alternativos que elevam este velho gênero a um novo patamar. Há ainda a absurdamente criativa - e já conhecida até entre os pagodeiros da esquina - System of a Down, que dispensa mais comentários...

Mastodon:

De "groove metal" a "thrash metal", de "metalcore" a "metal alternativo", o fato é que temos diversos subgêneros como parte da "New Wave of American Metal", um rótulo que se mostra versátil e ainda aberto a novas misturas e "inovações", visto que este é simplesmente um novo manifesto do Heavy Metal nos dias atuais.

Por fim, vamos esperar que as novas bandas do movimento nos presenteiem com sonoridades cada vez mais transgressoras, pois o nosso querido metal continua precisando...




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Opiniões

Bon Jovi: chocando companheiros de banda com confissãoBon Jovi
Chocando companheiros de banda com confissão

Sepultura: Andreas Kisser explica por que nunca rolará reuniãoSepultura
Andreas Kisser explica por que nunca rolará reunião


Sobre Fábio Cavalcanti

Baiano, sempre morou em Salvador. Trabalha na área de Informática e ¨brinca¨ na bateria em momentos vagos, sem maiores pretensões. Além disso, procura conhecer novas - e antigas - bandas dos mais variados subgêneros do rock. Por fim, luta para divulgar, sempre que possível, o pouco conhecido cenário rocker da tão sofrida ¨Terra do Axé¨.

Mais matérias de Fábio Cavalcanti no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL