Little Richard conta sua história em rimas nos EUA

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Terra Música
Enviar correções  |  Ver Acessos

O mito musical Little Richard fez um discurso inusitado na quinta-feira, no festival South by Southwest, em Austin, Texas.

Humor: Não basta um machado na mão para ser Black MetalRaul Seixas: qual a origem da música "Gita"?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Passando de uma história a outra e frequentemente falando em rimas, Richard descreveu suas experiências com outros nomes lendários do rock, na fase em que estavam formando suas personalidades musicais.

Sobre Jimi Hendrix, que tocou na banda de Little Richard antes de partir para uma carreira solo, ele disse:

"Jimi era um mulherengo inveterado. Quando via uma mulher, esquecia todo o resto. Na época em que estava comigo, ele não tocava aquele tipo de guitarra. Ele tocava Elmore James, Sonny Boy Williamson e blues. Meu irmão o demitiu sem minha autorização."

Little Richard recordou ter recusado a oportunidade de ganhar uma participação dos lucros do cover que os Beatles fizeram de Good Golly Miss Molly, que os rapazes de Liverpool queriam que ele oferecesse a várias gravadoras norte-americanas.

"Não trouxe a fita comigo", ele contou. "Hoje, eu bem queria ter trazido - eles me ofereceram 50 por cento dos royalties!"

Sobre o fato de ter dividido um palco com o então astro em ascensão James Brown, Richard contou:

"Ele foi a Macon com um grupo chamado The Flames. Eles não eram famosos, mas se davam o nome de Famous Flames. Então deixei que subissem no palco, e eles cantaram Please Please. E depois tive que esperar por uma hora para me devolverem meu microfone!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Little Richard encorajava artistas em início de carreira a se dedicarem à música e não se deixarem limitar por definições de gênero.

"O soul não é nada além de uma expressão", disse ele. "É preciso ter soul (alma) na música clássica, no blues ou no jazz. Quando você canta a partir do coração, seu canto alcança o coração das pessoas."

Aos 71 anos de idade, Little Richard ainda se apresenta com frequência, mas admite que não está interessado em gravar materiais novos.

"Já tive ofertas, mas acho que em time que está ganhando não se mexe", diz ele. "Os novos disc-jóqueis vão tocar novos artistas. Quando você chega a certa fase da vida, não precisa de discos novos. A General Electric não precisa criar uma lâmpada nova. Ela ainda é a grande companhia elétrica. Eu sou Little Richard e vou continuar por aqui."

Little Richard tomou o lugar de Antonio "L.A." Reid, fazendo o discurso inaugural do festival, depois que Reid perdeu seu emprego de presidente da gravadora Arista Records, em janeiro.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Little Richard"


Little Richard: Wop Bop A Loo Bop A Lop Bam BoomLittle Richard
Wop Bop A Loo Bop A Lop Bam Boom

Sexo Anal: saiba onde encontrar esse prazer no cenário RockSexo Anal
Saiba onde encontrar esse prazer no cenário Rock


Humor: Não basta um machado na mão para ser Black MetalHumor
Não basta um machado na mão para ser Black Metal

Raul Seixas: qual a origem da música Gita?Raul Seixas
Qual a origem da música "Gita"?


Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline