Masters Open Air: conheça as atrações internacionais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Mais Informações no Site Oficial
Enviar correções  |  Ver Acessos

O festival Masters Open Air traz em sua primeira edição, atrações para agradar a todos os amantes do rock. Desde o Clássico, passando pelos estilos mais melodiosos, passando pela agressividade do Thrash e Black, o festival foi concebido para todos, e não somente para alguns estilos dentro do rock. Sendo assim, temos nessa primeira edição do evento, os seguintes nomes:

Megadeth: Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko Loureiro?Dave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre ele

URIAH HEEP

Uriah Heep, banda que, entre outros méritos, é uma das grandes responsáveis pela criação do Heavy-Metal, está confirmada para o festival Masters Open Air. A grupo não se apresenta no Brasil há mais de 10 anos, e a formação que vem ao Brasil contará com Mick Box na guitarra, Phil Lanzon nos teclados, Trevor Bolder no baixo, Lee Kerslake na bateria e Bernie Shawn nos vocais, que estão juntos há 18 anos. Uma ótima oportunidade para assistir uma verdadeira aula de como se faz um rock vigoroso e competente por mais de 30 anos.

Aliás, querer rotular a banda com algum subgênero do rock seria uma injustiça, pois em toda a sua carreira, o Uriah Heep flertou com vários estilos diferentes, passando pelo hard rock, rock progressivo, heavy metal e outros. Na bagagem, grandes clássicos que conquistaram e influenciaram diferentes gerações de amantes do rock. Não é difícil ouvir em entrevistas com grandes nomes do cenário internacional que o Uriah Heep é o uma das mais importantes influências musicais. Nada mais óbvio, para uma banda que durante toda a sua carreira nos presenteou com canções como Easy Livin', The Wizard, Lady in Black, Birds of Prey, Look at Yourself, Gipsy, Return to Fantasy e tantas outras obras-primas da música pesada. Clássicos estes que serão apresentados ao vivo no Masters Open Air 2004!

OVER KILL

Mostrando-se atualmente revigorado, o estilo Thrash está de volta ao cenário musical mundial, e mais forte do que nunca. Responsável por consagrar bandas como Metallica, Anthrax, Testament, Megadeth, Sepultura, Pantera, entre outros, o estilo que marcou época nos anos 80 está de volta. Para representar o genêro dentro do festival MASTERS OPEN AIR, um dos maiores nomes da cena thrash de todos os tempos: OVERKILL. Três anos após sua última passagem pelo Brasil, os norte-americanos do Overkill estão de volta para comandar os fãs do thrash no festival. Na bagagem, a vibração e atitude que consagraram a banda em todo seu tempo de estrada. Liderados por Bobby Blitz, a banda de Nova York tem na técnica e velocidade suas principais características, mas mesmo assim soube dosar a atitude do thrash com bom humor, fato comprovado em cada álbum da banda, que sempre traz uma piada, muitas vezes de maneira sutil. Aliás, das grandes bandas reveladas nos anos 80, é uma das poucas que até hoje se mantém fiel ao estilo, mantendo o thrash puro e cadenciado, diferente dos caminhos tomados por Metallica e Slayer, por exemplo.

É com a responsabilidade de representar esse estilo tão consagrado que é o Thrash que o OVERKILL vem para uma dos show mais aguardados do festival. Diversão e atitude na dose certa para a multidão que estará presente ao MASTERS OPEN AIR. Vida longa a esse insanos senhores do rock!

NEVERMORE

Direto da chuvosa Seattle, Estados Unidos, para o palco do MASTERS OPEN AIR, uma das bandas mais bem sucedidas do hard rock / heavy metal, NEVERMORE. A banda liderada por Warrel Dane estará trazendo toda a densidade sonora, letras enigmáticas e atitude num palco que só esses senhores de Seattle podem executar num show.

Surgida no final dos anos 80, quando Warrel Dane e Jim Sheppard resolveram sair do Sanctuary por discordar dos caminhos musicais que os outros membros queriam para a banda, o Nevermore já mostrou em seu auto-intitulado álbum de estréia à que veio. Isso foi o começo da grande surpresa para os fãs do estilo, pois a banda contava com muitos elementos que formavam algo totalmente inusitado, convidativo, enigmático... Enfim, ainda contavam com performances totalmente cativantes, onde Warrel Danes lidera a banda cantando de forma incrível, levando o Nevermore à atitude ilimitada de seu som, que se arma com as batidas do baterista Van Williams e do baixista Jim Sheppard, enquanto o rancor crescente das seis cordas de Jeff Loomis contagia os fãs da banda.

Atualmente é uma das mais solicitadas da Europa para grandes festivais, já tendo participado de quase todos os grandes que acontecem no Velho Continente, incluído Dynamo e Wacken Open Air, Bang Your Head, entre outros do qual já participou. Não poderia ser a escolha mais acertada para a primeira edição do MASTERS OPEN AIR, que marca a volta dos grandes festivais de rock em solo brasileiro.

No momento, o Nevermore trabalha a divulgação de seu mais novo álbum, lançado já no ano passado, Enemies of Reality, disco que novamente aborda temas da nossa realidade, com letras extremamente inteligentes e instrumental e vocais que consagraram essa grande banda. Enfim, um presente para os fãs brasileiros que terão o prazer de presenciar o NEVERMORE no MASTERS OPEN AIR.

BLAZE

Blaze Bayley, que esteve entre 1994 à 1999 à frente da maior banda de rock do mundo, o Iron Maiden, está de volta ao Brasil, novamente para um grande público, pois estará se apresentando no MASTERS OPEN AIR FESTIVAL, que ocorre dia 24 de julho no Anhembi, em São Paulo.

Blaze acaba de lançar em mercado nacional seu mais novo trabalho, "Blood And Belief" que é, do principio ao fim, honesto e muito original," comenta ele mesmo sobre o seu mais recente trabalho. "Toda música, toda letra, toda linha de voz saíram diretamente do meu coração. As músicas são pesadas mas, ao mesmo tempo, extremamente melódicas, em outras palavras: o perfeito equilíbrio entre força e alma. "Blood And Belief" é um heavy metal contemporâneo com muita energia, sentimento e originalidade, composto por um artista que utilizou as experiências adquiridas ao longo de quinze anos de carreira.

O artista já está em seu quarto lançamento na carreira solo, tendo incluído lançado um álbum ao vivo, onde toca quase todas suas composições, além de clássicos do tempo em que esteve no Iron Maiden. Com seu novo disco, vem consagrar uma trajetória vitoriosa, sendo aclamado em todos os lugares onde tem se apresentado.

Blaze está cada vez mais orgulhoso de "Blood And Belief" e está impaciente para tocar suas novas músicas ao vivo. Além disso, o músico está muito empolgado com o convite para tocar em São Paulo, no Masters Open Air 2004, pois será a grande volta do artista ao nosso país, onde consagrou-se à frente do Iron Maiden, em duas ocasiões, 1996 e 1998.

CIRCLE II CIRCLE

CIRCLE II CIRCLE, nova banda do ex-Savatage ZAK STEVENS, e uma das mais aclamadas bandas surgidas recentemente, está confirmada no line-up do festival MASTERS OPEN AIR. Na bagagem, toda sua experiência adquirida nos anos que esteve ao lado do Savatage, nessa banda que de longe pode ser considerado apenas mais um projeto no mundo do rock. Trata-se realmente de uma banda promissora, que inclusive atualmente está trabalhando seu segundo álbum, com previsão de lançamento ainda no primeiro semestre.

Para o debut, "Watching in Silence", lançado no ano de 2003, Zak contou com os trabalhos de composição de seus amigos de Savatage, Jon Oliva e Chris Caffery, o que com certeza contribui para que o álbum tenha sido tão bem recebido na cena heavy metal/hard rock internacional. No Brasil, o disco recebeu críticas excelentes da imprensa especializada, o que contribuiu para que o trabalho conquistasse ótimas vendagens. Apesar de ter contado com o trabalho de dois membros do Savatage em seu álbum de estréia, o Circle II Circle está longe de ser apenas uma continuidade do trabalho de Zak em sua antiga banda. Claro que semelhanças podem ser encontradas no trabalho dos dois grupos, mas a nova empreitada do vocalista possui também muita personalidade, além de esbanjar talento e competência, e claro, vocais incríveis de Zak, aliás, melhores do que nunca.

E São Paulo receberá o Circle II Circle pela primeira vez no Brasil no MASTERS OPEN AIR. No set do show, composições do álbum Watching in Silence, músicas novas, e claro, algum hit da época do Savatage.

ROTTING CHRIST

Para representar o lado mais obscuro do Heavy-Metal, o Masters Open Air traz para o Brasil uma das bandas mais polêmicas da cena Black-Metal Internacional. Direto da Grécia, os hereges do ROTTING CHRIST vêm para umas das apresentações mais aguardadas do festival.

A banda, que já está na estrada há mais de 10 anos, lançou recentemente Genesis, álbum em que renovou seu compromisso com a brutalidade, levando a agressão a patamares insanos e totalmente inovadores. Com sua mistura única de Black Metal e melodias infecciosas, capaz de agradar desde os fãs da velha escola do Black Metal bem como aqueles que preferem tons mais épicos e sofisticados, o grupo está atualmente gravando o que vai ser o sucessor de Genesis, e deve estar sendo lançado no Brasil logo após sua participação no festival, em meados de agosto. Inclusive, Sakis, vocalista e líder da banda, está entusiasmado com a idéia de colocar o Anhembi para "queimar no inferno" no show do Rotting Christ, e deverá estar mostrando em primeira mão uma das músicas que estarão no novo disco.

Aclamados por suas performances vigorosas e extremas, além de seu visual totalmente impactante, o primeiro time do Black Metal estará sendo devidamente representando pelo Rotting Christ. Clássicos como The Sign of Evil, The Coronation of The Serpent, As If By Magic, Art of Sin, A Dead Poem, Dying, entre outros, estarão nesse show que promete não deixar dúvidas que o inferno estará vivo e presente no palco desses gregos insandecidos e brutais. Quem viver, verá!




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Masters Open Air"


Megadeth: Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko Loureiro?Megadeth
Dave Mustaine não está feliz com os improvisos de Kiko Loureiro?

Dave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre eleDave Mustaine
10 coisas que você não sabia sobre ele

Depressão: 10 músicas que devem ser evitadasDepressão
10 músicas que devem ser evitadas

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosOops!
10 erros eternizados em gravações de clássicos

Beavis e Butthead: como eles seriam se fossem reais?Beavis e Butthead
Como eles seriam se fossem reais?

Megadeth: Marty Friedman tem ou não tem interesse em voltar?Megadeth
Marty Friedman tem ou não tem interesse em voltar?

Steel Panther: a participação assustadora de um Zakk Wylde embriagadoSteel Panther
A participação assustadora de um Zakk Wylde embriagado


adClio336|adClio336