Mulheres invadem o heavy metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Fonte: Usina do Som
Enviar Correções  

Por Sérgio Martins

Na tribo do heavy metal, mulher nunca teve voz. O domínio dos homens sobre o gênero era férreo, e se estendia do palco à platéia.

Nada deixava isso mais patente do que o código de vestimenta imposto aos fãs: para meninos e meninas, cabelão ensebado, calça e camiseta pretas. Pois esse tempo passou – e não é apenas o velho código de roupas que caiu por terra, como mostram as fotos desta página. Uma nova casta de "deusas do metal" apareceu e vem cativando um público muito mais amplo que o de bandas de estilo tradicional. A mais conhecida dessas beldades é a americana Amy Lee, vocalista do Evanescence, grupo que se tornou uma verdadeira febre mundial ao longo de 2003.

publicidade

Mas ela não é a única. De seu time fazem parte Tarja Turunen, do quinteto finlandês Nightwish, a holandesa Floor Jansen, do After Forever, e Cristina Scabbia, do sexteto italiano Lacuna Coil. Elas compõem e muitas vezes lideram suas bandas. Por causa delas, há quem diga que o heavy metal está mudando de sexo – e em boa hora.

A invasão feminina se deu por portas laterais. De um lado, alguns grupos de rock pesado decidiram assimilar novas influências musicais em meados da década passada e acabaram flertando com a comunidade gótica, marcada pela forte presença de meninas adeptas de sons melancólicos, maquiagem pesada e modelitos no estilo "noiva de Frankenstein". Além disso, o heavy metal sempre contou com uma vertente, por assim dizer, operística. Alguns produtores espertos decidiram que, em vez de homens cantando em falsete, talvez fosse melhor arregimentar beldades para atingir as notas mais agudas desse tipo de canção. Foi assim que Tarja Turunen foi parar no Nightwish. Com estampa de modelo e treinamento em música erudita, ela pôs sua voz de soprano a serviço das melodias pomposas do grupo, que é um sucesso estrondoso na Europa e no Brasil. Eles já lotaram casas noturnas por aqui duas vezes e têm novos shows marcados para o início de dezembro.

publicidade

O flerte do heavy metal com o estilo gótico rendeu, entre outros grupos, o Evanescence e o Lacuna Coil. Fallen, o primeiro cd do Evanescence, vendeu 5 milhões de cópias nos Estados Unidos. No Brasil, ele bateu a marca de 250.000 unidades vendidas. Um dos principais atrativos do Evanescence são os olhos verdes da vocalista Amy Lee – cujo estilo de se vestir, entre o gótico e o desleixado, virou mania entre muitas garotas americanas. O italiano Lacuna Coil tem vendas bem mais modestas, mas vai se tornando popular amparado na sensualidade de sua vocalista, Cristina Scabbia. "Os homens se sentem submissos ao meu comando", diz ela. Donzela de ferro é isso aí.

publicidade

(Matéria publicada em Veja, edição 1867)




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

VH1: 100 melhores músicas de hard rock de todos os temposVH1
100 melhores músicas de hard rock de todos os tempos

Rockstars: Tatuagens que possivelmente geram arrependimentoRockstars
Tatuagens que possivelmente geram arrependimento


WhiFin WhiFin WhiFin