Queen e Cream: duas reuniões lendárias

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Equipe QueenBrazil.com, Fonte: QueenBrazil.com
Enviar Correções  

Duas das mais lendárias bandas do rock britânico, CREAM e QUEEN, irão se reunir este ano, retornando aos palcos após longas décadas de ausência. Os três membros originais do CREAM – o guitarrista Eric Clapton, o baixista Jack Bruce e o baterista Ginger Baker – estão planejando quatro shows em Maio no Royal Albert Hall de Londres, o local da sua última performance, em 26 de Novembro de 1968.

Iron Maiden: Steve Harris pensou em acabar com a banda em 1993

Lauren Harris: Como é ser filha do baixista do Iron Maiden

Enquanto isso, o guitarrista Brian May e o baterista Roger Taylor do QUEEN irão lançar sua primeira turnê desde a morte do líder Freddie Mercury, com o fundador do Bad Company e vocalista do Free Paul Rodgers preenchendo os vocais. "Eu não estou tentando ficar no lugar do Freddie", disse Rodgers. "Eu estou sendo eu mesmo, tocando coisas deles e algumas minhas". Brian disse, "Nunca será o mesmo sem Freddie. Mas será diferente e um grande desafio e entretenimento".

Sem nenhum anúncio oficial feito, Clapton, que tocou com Bruce e Baker pela última vez na indicação do CREAM ao Hall of Fame do Rock & Roll em 1993, confirmou a reunião da banda para a BBC em Dezembro. Um DVD e um álbum ao vivo são aguardados como resultado dos shows. Mas uma fonte próxima ao grupo disse que uma turnê completa a seguir é improvável. "Eu penso que quatro shows serão suficientes", disse a fonte.

Todavia, o objetivo do trio é explodir mais uma vez como em "Crossroad" é "o maior evento da história do rock & roll", disse o co-fundador da Atlantic Records Ahmet Ertgun, que foi quem contratou a banda em 1966. "Será muito bem vindo para os jovens fãs que nunca tiveram a oportunidade de ouvir este impressionante trio ao vivo, bem como a octogenários como eu mesmo". O guitarrista do ZZ Top Billy Gibbons, que indicou a banda ao Hall da Fama, gastou muitos anos fazendo lobbies para a reunião. "Eu irei viajar para vê-los – e encoraja-los para mais shows", ele disse. "Isso será quente e sórdido".

A reunião do QUEEN – feita sem o baixista John Deacon, que decidiu não participar – será um longo romance. Os shows, chamados de "Queen e Paul Rodgers", começarão em 19 de Março em benefício às campanhas contra a AIDS na África do Sul. Após esse, a banda está planejando datas alternadas na Europa e provavelmente sobrarão alguns shows nos EUA.

Rodgers, que se juntou a Brian e Roger pela primeira vez na cerimônia do Hall da Fama em Novembro passado, está "oficialmente na escola do Queen", estudando o catálogo de músicas para escolher quais músicas ficarão bem com sua "tosca e derrubada" voz – "We Will Rock You" e "Fat Bottomed Girls" são excelentes escolhas. "Paul Rodgers foi um autêntico herói para Freddie", disse Brian. "E uma grande influência – você pode ouvir isso nos nossos primeiros trabalhos".

Outra possibilidade é uma versão de "Bohemian Rhapsody" que teria a marca de Rodgers no vocal com um vídeo com a imagem do Freddie. Rodgers disse "É um tremendo desafio, porque Freddie foi um grande, grande líder".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Iron Maiden: Steve Harris pensou em acabar com a banda em 1993Iron Maiden
Steve Harris pensou em acabar com a banda em 1993

Lauren Harris: Como é ser filha do baixista do Iron MaidenLauren Harris
Como é ser filha do baixista do Iron Maiden


Sobre Equipe QueenBrazil.com

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin adWhipDin