Pain Of Salvation explica cancelamento em Curitiba

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por André Pase e Valmor Pedretti e Thiago Sarkis
Enviar Correções  

Nota oficial do Pain Of Salvation enviada hoje pela manhã ao Whiplash!

"Beijos para o Brasil e verdades sobre Curitiba

Nós gostaríamos de agradecer a todos os fãs que marcaram presença em nossos shows e nos deram um grande apoio. Mesmo que esta viagem em especial tenha sido amaldiçoada com problemas técnicos, foi maravilhoso finalmente ir para o Brasil e conhecer os fãs que nos enviaram e-mails e escutaram nossa música por todos esses anos. Eu só queria que pudéssemos ter disposto de mais tempo para ver o seu país, conhecer os fãs e dormir um pouco mais.

publicidade

Então veio o cancelamento do show de Curitiba, é claro, e nós sabemos que muita gente ficou decepcionada com isso. Nós também estamos extremamente decepcionados, acreditem em mim. Desde que recebemos um retorno negativo sobre isso, sinto que preciso deixar claras as razões disso o mais rápido possível, até porque já circulam muitos rumores.

publicidade

Antes de qualquer coisa, eu estava mesmo doente. Eu estava com febre, muita tosse e dor na minha garganta e pulmões, conseqüência da grande falta de sono e depois de uma viagem de 27 horas de ônibus do Rio. Mas tenham em mente que eu já toquei por meia turnê com os dedos da minha mão esquerda quebrados – é preciso mais do que isso para nos parar. Neste caso, o promotor dos shows em Porto Alegre e em Curitiba é a pessoa sobre a qual a culpa deve recair.

publicidade

Ele não nos forneceu o equipamento técnico necessário para o show. Não nos entendam mal, nós tocamos todos os shows do Brasil sem termos todas as nossas necessidades atendidas. Nós sempre fazemos o que é possível neste aspecto, e aqui gostaríamos de agradecer à Hellion, Rodrigo e Mirna que fizeram o que podiam para evitar problemas no caminho.

publicidade

Em Curitiba, a falta do equipamento técnico básico foi tanta que teve um impacto negativo no nosso show maior que meus dedos quebrados tiveram anos atrás; era simplesmente impossível seguirmos em frente para nos apresentarmos. Ainda tínhamos uma esperança de levar o show adiante, até uma hora antes do horário previsto.

Infelizmente, eles não conseguiram resolver isso, e quiseram culpar a minha doença pelo cancelamento do show para evitar que o público ficasse furioso.

publicidade

No final das contas, nós não cancelamos o show para punir alguém. Mesmo que algumas pessoas merecessem algum tipo de punição, nós não colocaríamos isso à frente dos fãs que sempre merecem um bom show. Nós fomos adiante e tocamos por quatro shows eletrizantes sem ter o mínimo de equipamento que precisamos (e nos foi prometido); tocamos mesmo quando eu estava doente, e sem ter os retornos (monitores de som) adequados.

publicidade

É preciso muito para nos parar. O promotor dos shows de Porto Alegre e de Curitiba conseguiu. Não na primeira vez, mas na segunda. Muito bem. Nós estamos profundamente chateados pelos fãs que foram nos ver, e realmente queríamos terminar a viagem pelo Brasil com um ótimo show para partir de modo triunfal. Ficamos mais chateados quando pensamos que alguns fãs poderão estar enraivecidos conosco, sem saber a real seqüência dos fatos.

publicidade

Apesar de tudo, fizemos todo o possível para superar as dificuldades nos shows. Esperamos voltar e compensar todos no futuro.

Com amor,
Daniel Gildenlow
Pain Of Salvation"




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Pain Of Salvation: Aquém, porém, ainda bom


Metal Progressivo: os dez melhores álbuns do estiloMetal Progressivo
Os dez melhores álbuns do estilo

Prog Metal: os 10 discos essenciais segundo o TeamRockProg Metal
Os 10 discos essenciais segundo o TeamRock


Metallica: a lista de exigências da banda em 1983Metallica
A lista de exigências da banda em 1983

Zakk Wylde: foto do arsenal de guitarras do músicoZakk Wylde
Foto do arsenal de guitarras do músico


Sobre André Pase

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de André Pase no Whiplash.Net.

Sobre Valmor Pedretti

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin