Baladas e Rocks em novo CD do Scorpions

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago Coutinho, Fonte: The Malay Mail
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/03/06. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Os alemães do SCORPIONS estão em pleno processo de composição de seu novo trabalho de estúdio, o sucessor do ótimo “Unbreakable”. Confira, logo a seguir, a entrevista que o periódico The Malay Mail levou a cabo com o guitarrista Rudolf Schenker acerca deste e outros assuntos:

1491 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's5000 acessosHeavy Metal Fail: os Trues também saem mal na foto

The Malay Mail — O que está rolando com a banda no momento?

Rudolf Schenker — No momento estamos trabalhando em nosso novo álbum que vai agitá-los como um furacão! [risos] [N. do T.: uma alusão a um dos clássicos do grupo, ‘Rock You Like a Hurricane]. Esperamos lançá-lo no final deste ano ou início do próximo.

The Malay Mail — Novo álbum? Fale-nos sobre ele.

Rudolf Schenker — Por enquanto, posso apenas lhe dizer que vamos continuar de onde ‘Unbreakable’ parou. Ele terá super-baladas e faixas bem hard rock, que poderão ser tocadas no rádio. Tenho escutado muito GREEN DAY e SYSTEM OF A DOWN, que eu acredito ser muito diferente do rock que vem sendo tocado por aí. Acho que você pode dizer que o novo álbum do SCORPIONS será bem novo e bem rock. E vai ser um grande álbum, não apenas com uma ou duas faixas legais.

The Malay Mail — Este ano vocês completarão 36 anos juntos. Já passou pela sua cabeça que vocês chegariam onde estão?

Rudolf Schenker — Nem em meus sonhos mais loucos. Acho que somos uma das primeiras bandas que realmente viveu esse estilo rock ‘n roll. Mas a vida de um músico nem sempre é tudo isso, mas estamos extremamente felizes com o que alcançamos através dos anos. E, ao mesmo tempo, estamos pensando no que ainda queremos alcançar.

The Malay Mail — Em 1981, Klaus perdeu a voz enquanto vocês gravavam o álbum “Blackout” e ele mesmo queria sair da banda. Como afetou você perder a outra metade na força de composição da SCORPIONS?

Rudolf Schenker — As coisas no SCORPIONS são assim, não somos apenas uma banda, somos amigos. Quando o Klaus veio a mim dizendo que queria sair do grupo, eu lhe disse que isso não aconteceria de jeito nenhum! Eu lhe disse que finalmente havíamos estabelecido nosso som e que de forma alguma eu continuaria se ele não estivesse conosco.

The Malay Mail — Como a banda continua fazendo o que faz de melhor e, ao mesmo tempo, ser relevante hoje em dia na cena musical?

Rudolf Schenker — Bem, como disse antes, para se tornar uma grande banda de rock você deve ter grandes riffs e grandes músicas. Junte isso e as coisas nunca sairão erradas. Falando nisso, são exatamente essas características que você ouvirá em nosso novo álbum. E isso ajuda quando você cai na estrada para tocar as músicas para seus fãs. Por isso que quando um álbum lançado, a primeira coisa que fazemos é embarcar em uma turnê mundial.

Leia a entrevista na íntegra, em inglês, clicando aqui.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MudançasMudanças
10 bandas que não soam mais como em seus primeiros discos

1491 acessosLoudwire: em vídeo, os 10 maiores riffs de metal dos 80's1795 acessosScorpions: como surgiu a ideia de fazer turnê com o Megadeth1529 acessosAccept: "Nós deixamos as baladas para o Scorpions" diz Wolf0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Scorpions"

Rock e MetalRock e Metal
Dez vocalistas cujas vozes nunca envelheceram

ScorpionsScorpions
Klaus Meine: "Nós não estamos presos na década de 80!"

Blind Faith e ScorpionsBlind Faith e Scorpions
As históricas capas chave-de-cadeia

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Scorpions"

Heavy Metal FailHeavy Metal Fail
Os Trues também saem mal na foto

Motley CrueMotley Crue
Como a banda aperfeiçoou a arte de beber e se drogar

Legião UrbanaLegião Urbana
O dia em que Renato calou a plateia do Programa Livre

5000 acessosMegadeth: as 10 maiores tretas de Dave Mustaine5000 acessosMetal Rules: Os 100 melhores discos da História do Metal5000 acessosClassic Rock: as 10 melhores baladas dos anos 805000 acessosValentina: roqueira é a primeira finalista do The Voice Kids5000 acessosGuitarra: os dez piores solos já realizados5000 acessosLemmy: seu patrimônio é muito menor do que se pensava

Sobre Thiago Coutinho

Formado em Jornalismo, 23 anos, fanático por Bruce Dickinson e seus comparsas no Maiden. O heavy metal surgiu na minha vida quando ouvi o vocalista da Donzela de Ferro em "Tears of the Dragon", em meados de 1994. Mas também aprecio a voz de pato bêbado do controverso Dave Mustaine, a simplicidade do Ramones, as melodias intrincadas do Helloween, a belíssima voz de Dio ou os gritos escabrosos de Rob Halford. A Whiplash apareceu em minha vida sem querer, acho que seus criadores são uns loucos amantes de rock e acredito que este seja o melhor site de rock do país, sem qualquer demagogia!

Mais matérias de Thiago Coutinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online