Hanoi Rocks: Monroe fala sobre o Guns N' Roses

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Victor Guilherme Chaves, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Metalshrine, da Suécia, conduziu em setembro de 2007 uma entrevista com o frontman do HANOI ROCKS, Michael Monroe, que comentou sua proximidade com o GUNS N´ ROSES.

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosMike Mangini: um dos bateristas mais rápidos do mundo?

Metalshrine: Existe um livro sobre o Guns n’ Roses e em cada página eles dizem o quanto queriam ser como o Hanoi Rocks e que vocês foram uma grande influência para eles no início. Você chegou a pensar, quando eles começaram a decolar e vender milhões de discos, que deveriam ser vocês que deveriam estar vendendo todos esses discos e que eles copiaram muito de vocês?

Monroe: "Não, eu nunca senti isso! De jeito nenhum! Eu sempre fiquei feliz pelo sucesso deles e eles definitivamente o conquistaram por si mesmos. Eu fico agradecido por eles reconhecerem a influência do Hanoi Rocks e por falarem sobre isso na imprensa. Várias bandas não eram realmente talentosas e venderam um monte de discos e fingiam ser algo que não eram, tendo apenas a aparência mas não tendo nada de consistente. Mas o Guns n’ Roses tinha seu estilo próprio e era confiante o suficiente para assumir o Hanoi Rocks como influência. Eu nunca tive inveja do seu sucesso, pelo contrário, fiquei muito feliz por eles. Eu fui parte disso. Eu toquei nos seus discos e fiquei feliz com isso. É sempre divertido trabalhar com esses caras. Slash tocava o tipo certo de guitarra porque ele cresceu com o Hanoi e o meu estilo e o estilo do Andy (McCoy) de tocar".

Metalshrine: Você se lembra da primeira vez que você encontrou esses caras?

Monroe: "Eu conheci o Axl... Ele veio para a minha filmagem em Nova York. Eu estava gravando um vídeo para a música 'Dead, Jail or Rock and Roll'. Ele apareceu e veio simplesmente para dizer ‘oi’ e se apresentou. Eu comecei a conversar com ele, que era um grande fã de Nazareth, e eu pensei 'Uau, um fã de Nazareth!'. Ele nem percebeu que ‘Not Faking It’ era um ‘cover’ de uma música do Nazareth. Ele tinha ouvido o álbum e se interessou bastante. Ele gostou da música 'Dead, Jail or Rock and Roll', então eu disse ‘Por que você não vem e aparece em algumas cenas com a gente?' Ele subiu no palco e acabou aparecendo no vídeo. Eu me dei muito bem com ele e sempre passamos momentos divertidos juntos. Eu nunca me desentendi com ele. Eu ouço todas essas histórias horrorosas, mas ele sempre foi legal comigo. Foi divertido trabalhar com esses caras depois, tocando sax no álbum deles e fazendo o dueto em 'Ain't It Fun'. Foi mágico e eles têm uma enorme qualidade. Uma grande banda e é uma pena que eles não ficaram juntos".

Metalshrine: Você tem falado com Axl ultimamente?

Monroe: "Ele esteve na Finlândia há algum tempo atrás e eu não encontrei com ele mas nós nos cumprimentamos pela imprensa. Eu falei coisas legais sobre ele e ele disse ‘olá’ e todas essas coisas. Slash e eu nos falamos com mais freqüência. Nós telefonamos um para o outro de vez em quando e nos mantemos em contato. Nós falamos sobre fazer uma turnê juntos com eles, porém não era o momento certo para o Hanoi. Mas seria legal fazer uma turnê com o Velvet Revolver".

Leia a entrevista completa (em inglês) no Metalshrine.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1701 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2621 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

Guns N RosesGuns N' Roses
"Axl Rose tem dois álbuns já gravados"

Guns N RosesGuns N' Roses
O caminho até o recomeço

Guns N RosesGuns N' Roses
Veja vídeos do trágico show que completa 27 anos

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Hanoi Rocks"0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Mike ManginiMike Mangini
Um dos bateristas mais rápidos do mundo?

Monsters of RockMonsters of Rock
A feijoada que quase derrubou King Diamond

Porn MetalPorn Metal
Filmes para inspirar os headbangers solitários

5000 acessosIron Maiden: Nado sincronizado ao som de "The Trooper"5000 acessosLGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais5000 acessosMetallica: banda pensou em demitir Lars Ulrich?5000 acessosAntônio Carlos Monteiro: A coleção do "ACM" da Rock Brigade5000 acessosMetal nacional: quinze álbuns clássicos de bandas brasileiras5000 acessosGN'R Lies: Com bela capa, revista repassa a insanidade de 1989

Sobre Victor Guilherme Chaves

Victor Guilherme é carioca e viciado em filmes, desenhos, mitologia, livros variados e, principalmente, muito rock n’ roll. Cresceu numa casa onde sempre ouviu Beatles, Black Sabbath, Ramones e Rick Wakeman, mas sua verdadeira paixão pelo estilo começou quando ganhou de aniversário o álbum Bark At the Moon, do Ozzy Osbourne. A partir de então, se tornou adicto por Rock clássico, Heavy Metal e, principalmente, Hard Rock. Entre suas bandas preferidas estão: Alice Cooper, Ozzy Osbourne, Twisted Sister, W.A.S.P., Whitesnake, Iron Maiden, Van Halen, Angel Witch, ZZ Top, Creedence, entre várias outras. Hoje em dia, Victor divide seu tempo entre dar atenção à sua namorada, a quem ele tanto ama; ser um estudante de Direito do IBMEC-RJ; tocar guitarra e, quando tem tempo, colaborar com o Whiplash ou postar na comunidade de sua “irmã e ovelha negra da família", a Falseplash, onde o Metal em geral é discutido por um prisma nada ortodoxo.

Mais matérias de Victor Guilherme Chaves no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online