Bruce Dickinson: "aviação faz parte da família"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Natália Marques, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 27/11/07. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

CNN.com soltou a seguinte reportagem de Peter Sorel-Cameron:

378 acessosIron Maiden: Iron Maiden Ex Libris aborda as letras da donzela5000 acessosCapas de disco: como seriam se fossem gifs animados

O que você faria depois de ser vocalista de uma das maiores bandas de Metal? Se aposentar e viver tranquilamente? Viver dizendo que revolucionou a música, mesmo que você só tenha lançando CDs "The Best Of" pelos últimos 10 anos? Não se você for BRUCE DICKINSON.

Durante o dia a lenda do Rock toma os céus como piloto comercial. Ele foi uma poderosa presença à frente do IRON MAIDEN quando fizeram alguns dos melhores álbuns, e por mais de uma década ele foi considerado um dos expoentes do Metal.

Hoje, contudo, apesar dele ainda estar em turnê com a banda, sua maior paixão é pelos céus. À noite, ele é o incrível frontman de uma banda que lota estádios e festivais; mas durante o dia ele é piloto de um avião 757 de passageiros.

"A aviação está na minha família desde que eu me lembro; meu tio esteve na RAF (Força Aérea Inglesa)", diz Dickinson.:"Mas eu sempre me achei muito estúpido. Não sabia nada de matemática e era razoável em história na universidade, então eu pensei que história não importava para pilotos, quem dirá ser um rockstar. Mas daí nosso baterista aprendeu a voar, e então pensei que se um baterista pode, qualquer um pode".

Dickinson deixou o IRON MAIDEN em 1993 quando eles ainda eram os maiores da cena do metal, para seguir carreira solo (retornaria anos mais tarde) e para expandir ainda mais seus horizontes - cinco anos antes ele declarou seu amor a esgrima quando fundou a companhia de equipamentos para esportes Duellist.

Durante esse mesmo período ele começou a treinar para ser piloto. "Fui a uma escola de aviação na Flórida, fiz uma aula teste, e foi isso. 15.000 pés sobre a Flórida, e eu fiquei apaixonado" ele diz.

Anos depois e ele não conseguiu se desfazer do hábito, aliás, ele foi mais longe, e o transformou em seu trabalho.

Leia mais em www.cnn.com.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Iron MaidenIron Maiden
Show do Ghost é melhor, diz reportagem

378 acessosIron Maiden: Iron Maiden Ex Libris aborda as letras da donzela397 acessosThunderstick: ex-batera do Samson e Iron Maiden lançará novo disco0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Em vídeo, crianças reagem às músicas da banda

Iron MaidenIron Maiden
Fatos que você já sabe (mas com detalhes legais)

Iron MaidenIron Maiden
A história por trás de "The Trooper"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"0 acessosTodas as matérias sobre "Bruce Dickinson"

Capas de discoCapas de disco
Como seriam se fossem GIFs animados

Roger MoreiraRoger Moreira
Resposta bem humorada a "crítica" no Agora é Tarde

Contra-baixoContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

5000 acessosMetallica: Hetfield elege as suas dez músicas favoritas5000 acessosDimebag Darrell: guitarra de Van Halen num caixão do Kiss5000 acessosMetallica: corrigindo a injustiça contra Jason Newsted5000 acessosMegadeth: como teria sido o teste de Pepeu Gomes para a banda?3197 acessosBundesliga: revista alemã faz tabela como se fosse um show5000 acessosBlack Sabbath e Led Zeppelin: juntos, pelo menos no YouTube

Sobre Natália Marques

Nascida na Praia Grande (litoral de São Paulo), conheceu o Metal através do Maiden aos 14 anos, com o álbum Piece of Mind, e desde então nunca mais deixou de ser headbanger. Hoje, com 20 anos, é comissária de vôo,estuda espanhol e continua a ouvir Iron Maiden,e entre outras coisas, Edguy, Helloween, Gamma Ray, Stratovarius, Judas Priest, Bruce Dickinson e Avantasia. Além disso, gosta de se dedicar aos seus animais de estimação,colaborar com o Whiplash e de vez em quando ver bons shows de metal em Sampa.

Mais matérias de Natália Marques no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online