Hetfield: "Prefiro 8 músicas poderosas do que 14 medianas"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Douglas Morita, Fonte: Metallica Remains
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 22/09/08. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A revista Guitar World perguntou recentemente ao guitarrista/vocalista do METALLICA, James Hetfield, sobre como o processo de composição da banda evoluiu desde o álbum preto.

4578 acessosMetallica: Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington5000 acessosDerek Riggs: "Eddie vende mais do que Mickey Mouse"

"No álbum preto, nós aprendemos como adicionar massa ao nosso som", respondeu Hetfield. "No 'Load' e 'Reload', eu aprendi que quando você escreve muitas músicas, seu foco diminui; se dilui. Eu odeio essa parte de nós. Nós sabemos como pegar uma música ok e torná-la boa. Mas a questão ultimamente tem sido, 'você é disciplinado para deixar passar uma música mediana e dizer que não estará no disco? Nós sabemos quando algo não é bom o suficiente?'"

Ele continuou, "nós costumávamos ser disciplinados no começo. E eu atribuo isso a ter tapa-olhos - aquela atitude de 'foda-se isso, isso não é pesado o suficiente para estar no álbum'. Nos anos 90, nós tentamos abraçar tudo e o [produtor] Bob Rock era bom em nos ajudar a fazer isso. Cada vez que fazíamos, nós abríamos nossos olhos um pouco mais, mas essa disciplina meio que foi embora. Nós nos tornamos construtores ao invés de destruidores. Então do 'Load' e 'Reload', o que eu aprendi é que eu não posso soltar 40 músicas. Eu simplesmente não posso. Eu prefiro ter oito músicas poderosas do que 14 músicas medianas".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
As dez melhores segundo a Ultimate Classic Rock

Justin BieberJustin Bieber
Detonado por tirar foto com camisa do Metallica

MetallicaMetallica
James Hetfield comenta uso de música em tortura

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

Derek RiggsDerek Riggs
A história por trás do mascote da Donzela de Ferro

Feias que me perdoemFeias que me perdoem
Musas do Rock e Heavy Metal

PoeiraPoeira
A fúria de Ian Anderson pra cima do Led Zeppelin

5000 acessosMetallica: a lista de exigências da banda em 19835000 acessosO tempo, ah o tempo!: rockstars nos anos oitenta e hoje5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 19865000 acessosJanick Gers: "Nunca pensei no Iron Maiden como Heavy Metal"1350 acessosBeatles: John Lennon homenageado com cratera em Mercúrio5000 acessosExportando metal: músicos brasileiros que atuam ou já atuaram em bandas gringas

Sobre Douglas Morita

Douglas Morita acha que se existem constantes em sua vida, uma delas definitivamente é o Metallica. Fã da banda desde que se conhece por gente, criou o site Metallica Remains em 1998 e considera o grupo como sua principal - porém, obviamente, não única - influência musical. Além do Metallica, tenta ouvir de tudo um pouco, sem se limitar a estilos ou rótulos.

Mais matérias de Douglas Morita no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online