The Clash: ex-baterista perdoa banda por demissão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Bruno Pasquini, Fonte: ContactMusic, Tradução
Enviar Correções  

Topper Headon, baterista da lendária THE CLASH, disse ao site ContactMusic que já perdoou seus ex-companheiros de banda que o demitiram por conta de seu vício em heroína e cocaína.

"Eu estava fora de controle. Eu era fã de Keith Moon, sabe? Viva rápido, morra jovem", disse Headon ao repórter do site, referindo-se ao baterista do THE WHO, morto por uma overdose em 1978 ao misturar sedativos com álcool.

publicidade

Integrante da banda entre 1978 e 1982, o baterista afirmou que não tinha condições de se manter no grupo, sério e focado, e entende o fato de seus colegas o terem demitido. "Em uma das turnês, eu me lembro do Joe (Strummer) falando: 'como posso cantar essas músicas anti-drogas se você está aí chapado atrás de mim?'", contou.

A história de Headon é contada em uma nova biografia do THE CLASH, escrita pelos próprios integrantes do grupo. O livro ainda não tem previsão de lançamento.

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Tom Morello: ele é um cara do Metal, mas detesta as letras do gêneroTom Morello
Ele é um cara do Metal, mas detesta as letras do gênero


Ghost: uma foto assustadora dos bastidores do Rock In RioGhost
Uma foto assustadora dos bastidores do Rock In Rio

Roadrunner: os dez melhores vídeo-clipes da gravadoraRoadrunner
Os dez melhores vídeo-clipes da gravadora


Sobre Bruno Pasquini

24 anos, de São Paulo - SP, publicitário. Trabalha com marketing promocional na Editora Abril.

Mais matérias de Bruno Pasquini no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin