Great White: "Há uma redescoberta do nosso estilo!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Brave Words & Bloody Knuckles, Tradução
Enviar Correções  

Jack Russel, frontman do GREAT WHITE, realizou uma nova entrevista com o Metal Asylum. Um trecho da conversa pode ser visto abaixo:

Como foi a resposta por trazerem de volta a formação clássica da banda? Alcançou suas expectativas?

Jack: Maravilhoso, realmente devastador. No início pensamos que as pessoas pensariam "Quem se importa?", mas é legal, ver três gerações de fãs no público. Eu penso que há uma redescoberta desse estilo de música e sou grato que o GREAT WHITE é parte disso. Você deve se lembrar que o primeiro álbum, o "Great White", foi lançado em 1984. Infelizmente, os anos 90 foi cheios de músicas que eram depressivas e modernas, mas veja que 90% daquelas bandas se foram. Veja, a era de que o GREAT WHITE foi parte provavelmente não irá mais voltar. Eram como se fosse um grande evento ir aos concertos, grandes arenas, milhares de pessoas segurando isqueiros e cantando as músicas. É trágico que eu não veja um gênero capturar novamente aqueles momentos.

publicidade

Você tentou algo de novo com as músicas no (novo álbum) "Rising"?

Jack: Você sabe, nunca há um plano mas sim um crescimento natural quando você faz músicas por um período de tempo. Você não quer escrever as mesmas músicas várias e várias vezes, mas então por outro lado você não quer se afastar de si mesmo. Cada disco tem uma vida por si mesmo e cada gravação se torna uma fotografia de onde a banda se encontrava emocionalmente na época, no momento. Neste álbum mais do que em qualquer outro eu fui realmente honesto nas letras e algumas vezes chorei enquanto compunha. Para mim é importante ser capaz de me relacionar com as letras e que as pessoas se identifiquem com uma música e digam "Sim, essa música é sobre mim, eu posso me encontrar no que ele está passando". Eu quero que as pessoas sintam algo.

publicidade

Clique no link abaixo para a entrevista completa:
http://www.metalasylum.net/interviews/2009/i0904.html




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Nu Com a Mão no Bolso: blog elege as melhores capas com nudezNu Com a Mão no Bolso
Blog elege as melhores capas com "nudez"

Guns N' Roses: ex-empresário admira Cobain, mas acha Nirvana superestimadoGuns N' Roses
Ex-empresário admira Cobain, mas acha Nirvana superestimado


Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaSabaton
Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca

Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin