Kamelot: "há bandas que não colocam ênfase nas letras"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: MySpace @ Rocknotes Webzine, Tradução
Enviar Correções  

Roy Khan, frontman do KAMELOT, foi entrevistado pela Rocknotes Webzine. Alguns trechos da entrevista podem ser vistos abaixo.

Quanto vocês já tem do novo material?

Khan: "Posso dizer que em torno de um terço".

Quando vocês planejam terminar o novo álbum?

Khan: "Bem, planejamos lançar ele no próximo outono (primavera na América do Sul)".

publicidade

Na música "Temples of Gold" (do álbum "Karma"), há nas letras: "Pouco sabemos que eles eram a própria vida, os dias passam". Isso é poesia pura, você não precisa de uma música por trás disto, é uma peça de poesia que pode se manter em minha mente para sempre. Como você se sente ao tocar tantas pessoas com suas palavras?

Khan: "As letras sempre foram importantes para mim. Há várias bandas que, eu não sei como eles se sentem sobre isto, claro, mas há muitas bandas que eu sinto que não colocam o bastante em suas letras. Nas letras deles algo está faltando. Há outras bandas que tem letras brilhantes. Em nosso gênero eu sinto que há muitas letras que definitivamente poderiam ser melhor trabalhadas, vamos colocar deste jeito. Eu acho que é isso, eu gosto de jogar com as palavras, gosto de dizer coisas em maneiras que farão as pessoas pararem e pensarem. É muito importante para mim, eu realmente gosto de escrever letras. Nem sempre leva tanto tempo, mesmo que as pessoas pensem isso (risos). Muitas das minhas letras foram escritas como no dia anterior ou no mesmo dia que eu entro no estúdio. Eu aparentemente trabalho no meu melhor quando estou sob pressão. Então isso normalmente é feito muito tarde dentro do processo. Foi um pouco diferente com o 'The Black Halo' e o 'Epica', pois a história veio primeiro, é claro, mas em muitas das músicas tivemos apenas a ideia das letras, não a música completa palavra por palavra, mas nós tivemos uma ideia bruta sobre o que a música deveria falar".

publicidade




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Soulspell: Tributo ao Kamelot com a faixa March Of MephistoSoulspell
Tributo ao Kamelot com a faixa "March Of Mephisto"


Pra ouvir e discutir: os melhores discos lançados em 2003Pra ouvir e discutir
Os melhores discos lançados em 2003

Power metal: os 10 discos essenciais segundo o TeamRockPower metal
Os 10 discos essenciais segundo o TeamRock


Top 10: dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idadeTop 10
Dez roqueiros que se foram aos 27 anos de idade

A História Impopular dos Rolling StonesA História Impopular dos Rolling Stones


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin