Kreator: "algumas bandas de Thrash não deveriam se reunir"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diego Camara, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  


Jenn Selby, da revista Terrorizer, entrevistou o vocalista/ guitarrista Mille Petrozza, da banda alemã de Thrash metal KREATOR no Metalcamp Festival deste ano, que aconteceu entre os dias 2 e 8 de julho em Tolmin, Eslovênia.

Lamb Of God: Mark Morton está trabalhando em música com Mille Petrozza, do KreatorContra-baixo: as melhores introduções do Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Dentre outras perguntas, que podem ser vistas no vídeo mais abaixo, Jean questionou Mille com respeito à longevidade do KREATOR e o aumento do número de bandas de Thrash metal dos anos 80 e 90 que estão se reunindo para outra tentativa de sucesso; eis sua resposta.

"Para ser sincero com você, eu não estou tão empolgado com todas essas bandas dos anos 80 retornando. Eu acho que muitas delas deveriam estar onde elas estavam. Eu não irei mencionar nenhum nome, pois isso não seria justo, mas eu penso que há algumas bandas que não eram necessárias no passado, e agora são ainda menos necessárias - na minha opinião. Eu espero que eles pelo menos venham com algumas boas músicas. Algumas das reuniões, para mim, fazem total sentido. Por exemplo, quando o DEATH ANGEL retornou, foi ótimo. Quando o EXODUS retornou, foi maravilhoso. Algumas bandas nunca desapareceram, como o KREATOR, e eu acho que as pessoas apreciam isto. Eles veem que nós perduramos nos tempos difíceis da década de 90 quando ninguém realmente dava a mínima para qualquer banda de thrash. Então nós apenas continuamos tocando, permanecemos na estrada, continuamos fazendo turnês, lançamos álbuns, e eu acho que as pessoas hoje sabem que nós nunca desaparecemos, nós estivemos sempre lá. Mas, por outro lado, nós não temos o 'Ok, eles fizeram uma reunião agora' - não temos este bônus, mas nós estivemos sempre lá. O que é, acho, uma coisa boa, pois eu não saberia o que fazer sem a música. Digo, isso é tudo o que sei. Quando eu comecei esta banda eu tinha 15 anos de idade. Então, o que eu faria agora?! [Risos] Não há retorno para mim".




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lamb Of God: Mark Morton está trabalhando em música com Mille Petrozza, do KreatorRotting Christ: Banda divulga cover do Kreator gravado em 1996

Kerrang!: os maiores mascotes do Heavy MetalKerrang!
Os maiores mascotes do Heavy Metal

Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comMetal Alemão
As 10 melhores bandas segundo o About.com


Contra-baixo: as melhores introduções do Heavy MetalContra-baixo
As melhores introduções do Heavy Metal

Oops!: 10 erros eternizados em gravações de clássicosOops!
10 erros eternizados em gravações de clássicos


Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

Cli336x280