Dave Mustaine: revelado título de autobiografia

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Gabriel Costa, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 29/09/09. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

O guitarrista, vocalista e principal compositor do MEGADETH, Dave Mustaine, definiu "Hello Me... Meet The Real Me" ("Olá, Eu... Conheça o Verdadeiro Eu") como o título de sua autobiografia, que tem o lançamento planejado para o fim de 2010. O livro foi co-escrito pelo jornalista Joe Layden, do New York Times, que também escreveu "The Last Great Fight", que leva os leitores aos bastidores do que é considerado por muitos a maior virada de jogo da história do boxe: a vitória por nocaute no décimo round de James "Buster" Douglas contra Mike Tyson em 1990.

3425 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosSteve Vai: O dia em que ele foi humilhado por Chimbinha

Durante uma aparição na edição da última sexta-feira, dia 25, no programa de rádio americano "The Alex Jones Show", Mustaine disse, sobre sua autobiografia: ", "Chama-se 'Hello Me... Meet The Real Me', que é um verso da canção 'Sweating Bullets' [do álbum 'Countdown To Extinction', de 1992 ]. Tinha que se chamar assim, vocês sabem disso".

Ele acrescentou: "É basicamente eu como pessoa, não apenas eu como músico. Porque [outras pessoas já] escreveram tudo o que podia ser escrito sobre mim como um músico do ponto de vista deles. E parte é verdade, parte não é, parte é folclore, parte me faz parecer muito mais cool do que eu realmente sou, então eu só deixo que eles continuem pensando desse jeito [risos]".

"Com o livro propriamente dito, quando eu cheguei à última página e o fechei, eu olhei para cima... Eu na verdade estava saciado, eu estava tão contente que eles finalmente têm a minha vida até aqui em um livro... eu li e pensei 'Sabe do que mais? Eu entendo. É isso. Isso é o que eu sou. Explica tudo perfeitamente.' E a melhor parte de todas, eu acho, é que no fim de cada capítulo... É, tipo, Deus, eu fiz um monte de coisas realmente podres, mas no fim de todo capítulo, o livro conta como todas aquelas coisas foram remediadas, quando possível, e as pessoas com quem tivemos todas essas dificuldades, nós as encontramos e resolvemos as coisas. Algumas pessoas estiveram na banda e eu ainda sou amigo delas, algumas pessoas estiveram na banda no passado e eu não sou amigo delas".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3080 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa519 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3525 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Recadinho provocante da vocal do Huntress

MegadethMegadeth
Vídeo mostra "Dystopia" pela primeira vez ao vivo

MegadethMegadeth
"Nosso sucesso é abençoado por Deus"

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

HumorHumor
O dia em que Steve Vai foi humilhado por Chimbinha

Total GuitarTotal Guitar
Os melhores e piores covers da história

Collectors RoomCollectors Room
Baixos, guitarras, calcinhas, e máquina de pinball do Kiss?

5000 acessosMetal Extremo: algumas bandas que você precisa ouvir5000 acessosSimone Simons: "Rammstein me faz querer mexer a bunda"5000 acessosA História Impopular dos Rolling Stones - Livro 2 - Mick Taylor5000 acessosCuriosidade: 13 estranhos objetos relacionados à música4658 acessosKiss: deveriam assumir que copiaram o Secos & Molhados, diz Ney Matogrosso2822 acessosMetallica: as dez piores músicas da banda

Sobre Gabriel Costa

Carioca, jornalista por profissão e roqueiro de nascença, Gabriel teve o primeiro contato direto com o rock and roll ao ouvir o álbum de estreia do Black Sabbath em um velho vinil de seu pai. Garoto do século 20, nascido em 1984, é absolutamente fascinado por tudo o que envolve o estilo, da música à mitologia. Canta na banda Six Pack Wonder, escuta de Backyard Babies a Strapping Young Lad, ama The Wildhearts e segue fielmente os ensinamentos de Lemmy e Danko Jones. Escreve no Twitter em http://twitter.com/gabrielccosta.

Mais matérias de Gabriel Costa no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online