W.A.S.P.: Obama, um marxista cuja popularidade está caindo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por César Enéas Guerreiro, Fonte: Tangra Mega Rock, Tradução
Enviar Correções  


Uma nova entrevista em áudio com o frontman do W.A.S.P., Blackie Lawless, realizada por Vassil Varbanov do Tangra Mega Rock, da Bulgária, está disponível para streaming através deste link. Alguns trechos desse papo:

Tangra Mega Rock: Dizem que o novo álbum fala sobre os Quatro Cavaleiros do Apocalipse – conquista [N.: Às vezes interpretado como o Anti-Cristo], guerra, fome e morte. Qual desses quatro é o pior, em sua opinião?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Blackie: "Acho que depende da maneira pela qual você interpreta. Eles são todos concebidos basicamente... eles representam julgamento! Isso depende do fato de você estar sendo julgado! Se você estiver sendo julgado, então você está em apuros. Mas, se não for esse o caso, isso não se aplica a você. Vinte anos atrás, quando eu compus "The Headless Children", há um verso da música que diz: "Four horsemen sit high up in the saddle. And waiting to ride the bloody trail of no return" [N.: "Quatro homens a cavalo, aguardando para cavalgar pela trilha sangrenta e sem volta"]. Bem, há mais ou menos um ano, eu estava assistindo a uma discussão política em Bruxelas, na União Europeia. Eles estavam discutindo essa suposta crise financeira global. Eu aprendi que, quando políticos falam sobre crise, isso normalmente serve como desculpa para tentarem tirar a liberdade de você. Mas, enfim, aqueles caras estavam falando sobre [como] talvez seja o momento de se implantar um único governo global. E então ouvi um cara dizer que, bem, então talvez devamos ter um único sistema monetário global e uma única moeda global. E o que realmente me impressionou foi que outro cara disse que eles acreditam que até o ano de 2017 todos na União Européia poderão ter micro chips implantados! Agora você entende o que isso significa, certo?"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tangra Mega Rock: Sim, já vimos tantos filmes sobre esse assunto, alguns deles foram feitos nos anos 60, então é difícil acreditar que alguém acha que isso possa realmente acontecer...

Blackie: "Eles estavam falando de algo que pode acontecer daqui a oito anos! E fiquei lá, de boca aberta, escutando aquele cara. E pensei: será que esse cara não entende o que ele está dizendo? Porque o que esse cara estava dizendo é claramente uma profecia bíblica! Então fui fazer um estudo detalhado do Livro do Apocalipse e da Bíblia!. Há também outras partes da Bíblia, como o livro de Daniel, que fala sobre essa profecia. E fiquei estarrecido com a precisão pela qual a Bíbla descreve o que aqueles caras estavam dizendo! E lembrei que, como você sabe, estamos mais perto disso agora do que estávamos há 20 anos. Essa idéia é simplesmente incrível! E foi realmente daí que veio a idéia de "Babylon Is Burning" [N.: Música de seu último álbum "Babylon"]!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Tangra Mega Rock: Falando de livros importantes e talvez porque as novas gerações e a maior parte das pessoas hoje em dia não gostem muito de ler... Você acha que tudo isso faz parte de um grande plano para afastar as pessoas dos livros, daquilo que traz sabedoria, da filosofia, história, etc... ou aconteceu naturalmente...

Blackie: "Acho que simplesmente aconteceu. Porque se olharmos para onde nossa sociedade está... uma das coisas que tento transmitir às pessoas neste álbum é que eleições têm conseqüências! Nós já recebemos grandes presentes: nossos antepassados pagaram o preço mais alto para que tivéssemos a liberdade que temos agora. E o que aconteceu foi que nossa geração tornou-se complacente... E, você sabe, os políticos... eles dependem disso. Porque eles sabem que se você ficar complacente... eles poderão fazer o que quiserem. Temos uma responsabilidade em relação à nossa liberdade. Porque se não utilizarmos nossa liberdade, vamos perdê-la. E se não assumirmos essa responsabilidade nós mesmos... eles vão tirá-la de nós. E os políticos entendem que as pessoas têm vidas muito corridas e nem sempre têm tempo de realmente analisar os problemas que estão aí. Mas, se não fizermos isso, vamos sofrer as conseqüências. Isso está acontecendo nos EUA neste momento. As pessoas acreditaram que Obama seria um presidente maravilhoso, mas estão começando a perceber agora que esse homem é um Marxista. E não estou inventando isso. Você pode verificar facilmente tudo isso que estou falando. É só navegar pela Internet – você verá. A popularidade dele já caiu mais rápido do que a de qualquer outro presidente na história dos EUA! Sua aprovação agora está abaixo de 45 por cento e a razão disso é que as pessoas estão agora começando a perceber quem ele é. Antes ele estava apenas falando. Ele tem a habilidade de cativar as pessoas; ele é muito bom nisso. Mas as pessoas não entenderam o que realmente ele queria fazer. Como eu disse, esse homem é um Marxista. E os americanos estão começando a entender isso. Há uma revolução acontecendo agora nos EUA e é maior do que qualquer coisa que eu já vi. Duas semanas atrás em Washington D.C., havia cem mil pessoas na frente da Casa Branca protestando contra Obama. Cem mil pessoas! E isso está acontecendo agora em todas as grandes cidades americanas. Como eu disse, é a maior coisa que já vi em toda a minha vida neste país! É estarrecedor!"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bob Kulick: causa da morte do guitarrista, enfim, é divulgada - e não foi suicídioBob Kulick
Causa da morte do guitarrista, enfim, é divulgada - e não foi suicídio

Rodz Online: Os 36 anos do álbum de estreia do WASP (vídeo)

Blackie Lawless: por que toda banda de rock após 1983 tem dívida com o Quiet RiotBlackie Lawless
Por que toda banda de rock após 1983 tem dívida com o Quiet Riot

Frankie Banali: baterista do Quiet Riot, W.A.S.P. e outros morre aos 68 anosFrankie Banali
Baterista do Quiet Riot, W.A.S.P. e outros morre aos 68 anos

Aquiles Priester: A trajetória coberta em entrevista à Revista FreakAquiles Priester
A trajetória coberta em entrevista à Revista Freak


WASP: Por que eles não tocam mais Animal (Fuck Like A Beast)?WASP
Por que eles não tocam mais "Animal (Fuck Like A Beast)"?

W.A.S.P.: Aquiles Priester será o baterista da nova turnêW.A.S.P.
Aquiles Priester será o baterista da nova turnê


Quiet Riot: quebrando disco de banda brasileira em 1985Quiet Riot
Quebrando disco de banda brasileira em 1985

Bateristas: os trinta mais ricos do mundoBateristas
Os trinta mais ricos do mundo


Sobre César Enéas Guerreiro

Nascido em 1970, formado em Letras pela USP e tradutor. Começou a gostar de metal em 1983, quando o KISS veio pela primeira vez ao Brasil. Depois vieram Iron, Scorpions, Twisted Sister... Sua paixão é a música extrema, principalmente a do Slayer e do inesquecível Death. Se encheu de orgulho quando ouviu o filho cantarolar "Smoke on the water, fire in the sky...".

Mais informações sobre César Enéas Guerreiro

Mais matérias de César Enéas Guerreiro no Whiplash.Net.

Cli336 Cli336 Cli336 Cli336