Mustaine: "Nick e Marty não voltam, parem de perguntar!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Daniel Molina, Fonte: Rust In Page, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 24/02/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Dave Mustaine publicou a nota abaixo no fórum do site oficial do MEGADETH:

Droogies!

46 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosEm vídeo: Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano

Daqui a cinco dias estarei em um quarto de hotel me preparando para a Megadeth World Tour 2010. Eu disse que não tinha muito mais ânimo sobrando, e sei que tenho uma reputação de mudar de opinião, todos fazemos isso, mas as minhas escolhas são mais públicas do que as de vocês. Não posso dizer quão recompensador tem sido esse novo começo com o Dave Ellefson, e como as pessoas ficaram felizes por mim, por nós, pelo Megadeth, pelo Heavy Metal.

Essa mudança de opinião não foi apenas minha, foi como uma renovação espiritual da minha mente, e sobre ter uma nova visão sobre a vida nos últimos anos que nunca tive a chance de demonstrar. Não é sobre mim ou meu amadurecimento, é sobre o incrível poder do perdão. Estou muito mais agradecido pelo Dave ter me perdoado por qualquer coisa que tenha feito que tenha ferido ele ou a família dele.

Estou muito agradecido por tudo que nos levou a essa reunião que em breve também acontecerá nos palcos. Desde o cavalheiro sulista James MacDonough, com suas linhas de baixo audaciosas, energia inesgotável, e a grande disposição de James Lomenzo, que tinha um estilo único de manter tudo calmo, enquanto nos ensinava a manter a classe no mundano mundo das tours, e a respeitar todos.

Em nenhum momento tive a sensação que esses caras não eram sinceros ou gentis, então foi difícil quando o momento de seguir em frente chegou, e isso me trouxe de volta de onde comecei, com meu melhor amigo de quase 30 anos, David Ellefson, "O Baixista" do Megadeth. Quando estávamos separados, esses dois senhores assumiram a posição de baixista e serviram a todos nós, tanto aos fãs quanto à banda. Sempre serei eternamente grato aos dois James.

Começamos a ensaiar hoje de novo. Toda a equipe de som estava no Vic's Garage ontem, começamos a ajustar os PAs para começar os ensaios do vocal. Isso vai ser interessante, porque vou poder ver quanto tempo vou demorar para aprender a cantar e tocar esse ábum. Eu sei que será dificil para todos essa tour do RIP, mas a pior parte fica comigo, e sei que não ficaria tão confiante com isso se não fosse pelo apoio dos colegas de banda. Tenho certeza que Chris tem muito trabalho também, mas digo uma coisa, esse cara é de outro universo.

Vejam vocês mesmo, ou talvez não, os shows estão ficando com os ingressos esgotados e o RIP não fará parte do nosso repertório depois disso. É isso ai.

A propósito, o Shawn me disse que quando estava dando uma entrevista para alguém da India o entrevistador teve a audácia de perguntar pro Shawn - o baterista - "Se o Nick Menza e o Marty Friedman iriam voltar."

A resposta (além de ter boas maneiras) é um NÃO bem grande! Parem de perguntar!!

Próximo! Nós finalizamos o projeto ultra secreto no qual estava trabalhando e podemos dizer que vai estar nas mãos de um fã de Heavy Metal de um jeito ou de outro no próximo ano. Estou muito agradecido pela reviravoltas e pelo Megadeth poder ser parte das nossas vidas por muitos e muitos anos.

Do momento que começamos a trabalhar nessa música até domingo passado, foi uma experiência difícil, mas também foi excitante pelo desafio do projeto, manter a qualidade que esperavam da gente e que eles merecem, e tentando conter todas essas coisas boas que tem acontecido comigo e com o Megadeth.

Espero ver todos vocês pessoalmente e agradecer por ficarem ao meu lado enquanto estava dando um jeito na minha vida e enquanto não estava tocando com o David. E gostaria de agradecer pelas calorosas boas vindas que deram ao David, no estilo Droogie.

Tenham um ótimo dia hoje, muito metal, e logo teremos mais atualizações do Vic's em breve.

Megaman

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

46 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa446 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3351 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Mustaine dá sua opinião sobre selfies em shows

LoudwireLoudwire
Os supergrupos fictícios mais estranhos

MegadethMegadeth
Uma orquestra de instrumentos feitos de lixo

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Em vídeoEm vídeo
Seguidores do Demônio, as 10 bandas mais perigosas segundo pastor americano

Bizarro & AbsurdoBizarro & Absurdo
12 Tristes Realidades da Música

O tempo, ah o tempo!O tempo, ah o tempo!
Rockstars nos anos oitenta e hoje

5000 acessosCorey Taylor: Verdades sobre Joey Jordison e Jim Root5000 acessosCovers: quando bandas de Heavy e Power Metal prestam tributo5000 acessosVocalistas: as vozes mais agudas do Metal segundo o Noisecreep4745 acessosRonnie James Dio: "não sou satanista", disse em entrevista a Sam Dunn5000 acessosGuns N' Roses: o sucesso que a mídia forjou e destruiu - Parte 15000 acessosZombie: "gravadoras, dinossauros aguardando a morte"

Sobre Daniel Molina

Nascido em 79, professor de inglês e tradutor. Conheci o metal e suas várias vertentes através de um amigo do meu irmão no final dos 80, onde em 89 acabei me deparando com Megadeth dentre os vinis que estava ouvindo e foi amor à primeira ouvida, uma paixão que dura 20 anos. Apaixonado por thrash metal, especialmente Bay Area e East Coast mas também aficcionado por NWOBHM, Hard e Death. Com o passar do tempo percebi que o rótulo é o que menos importa e sim o tipo de música que nos agrada, mas apesar de tudo, thrash sempre acima de tudo. Já trabalhei com vários sites, cobrindo shows e fazendo entrevistas mas sempre tocando a Rust In Page por amor ao Megadeth, e hoje além de dedicação total ao meu trabalho salvo bastante do meu tempo para manter a página rolando firme e forte e mantendo os Droogies brazucas informados.

Mais informações sobre Daniel Molina

Mais matérias de Daniel Molina no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online