Poets of the Fall: "Twilight Theater" já está à venda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Pagliaro Thomaz, Fonte: Poets of the Fall Site Oficial, Tradução
Enviar Correções  


O POETS OF THE FALL, banda finlandesa formada por Mark (vocais), Ollie (guitarra e violão) e Captain (teclado e efeitos) acaba de disponibilizar agora no dia 17 de Março seu mais novo e aguardado álbum, "Twilight Theater".

O quarto trabalho de estúdio do trio finlandês estará disponível em lojas na Finlândia e Suécia, e ao redor do mundo por diversas lojas, incluíndo a loja virtual da banda (http://shop.poetsofthefall.com) e a Record Shop X (http://www.recordshopx.com), onde também pode-se escutar o novo álbum online (apenas por uma semana).

publicidade

As versões do álbum para download ficarão disponíveis no serviço iTunes e em breve outras lojas digitais.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


TOP 7: Bandas (NAO TAO) conhecidas da FinlândiaTOP 7
Bandas (NAO TAO) conhecidas da Finlândia


Two and a Half Men: Participações de astros do rockTwo and a Half Men
Participações de astros do rock

Iron Maiden: o passado vergonhoso registrado em fotosIron Maiden
O passado vergonhoso registrado em fotos


Sobre Ricardo Pagliaro Thomaz

Roqueiro e apreciador da boa música desde os 9 anos de idade, quando mamãe me dizia para "parar de miar que nem gato" quando tentava cantarolar "Sweet Child O'Mine" ou "Paradise City". Primeiro disco de rock que ganhei: RPM - Rádio Pirata ao Vivo, e por mais que isso possa soar galhofa hoje em dia, escolhi o disco justamente por causa da caveira da capa e sim, hoje me envergonho disso! Sou também grande apreciador do hardão dos anos 70 e de rock progressivo, com algumas incursões na música pop de qualidade. Também aprecio o bom metal, embora minhas raízes roqueiras sejam mais calcadas no blues. Considero Freddie Mercury o cantor supremo que habita o cosmos do universo e não acredito que há a mínima possibilidade de alguém superá-lo um dia, pelo menos até o dia em que o Planeta Terra derreter e virar uma massa cinzenta sem vida.

Mais matérias de Ricardo Pagliaro Thomaz no Whiplash.Net.

WhiFin