Malcolm McLaren: ele previu a ascenção dos downloads e MP3

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Plá, Fonte: New Music Express, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 13/04/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Alan Macgee, o antigo chefe da Creation Records, declarou que a perda do antigo empresário do SEX PISTOLS, Malcolm McLaren foi um “verdadeiro chute no saco”.

653 acessosVinil: os 10 discos mais caros do mundo5000 acessosRolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revista

Falando para Jon Hillcock, da rádio NME, o homem que contratou o OASIS disse que foi difícil assimilar a notícia de que McLaren havia perdido a batalha contra o câncer.

“Pareceu com um verdadeiro grande chute no saco”, ele disse. “A razão pela qual foi tão grande foi porque quando estava crescendo, Malcom era uma figuraça. Ele era a figuraça em quem eu me espelhei e aspirei ser, de 77 a 78, então nos tornamos amigos em mais ou menos 95, 96.”

Ele também saudou o recentemente falecido McLarem por haver criado o movimento punk na década de 70. “Bobby Gillespie (vocalista do PRIMAL SCREAM) e eu nem sequer estaríamos vivos se não fosse pelo Punk”, ele disse.

Ele também comentou que McLarem previu a ascensão da cultura dos downloads e do MP3 desde os anos noventa quando eles se tornaram amigos. “Era incrível como ele tinha tantas idéias”, continuou ele. “Ele previu a queda dos negócios no ramo da música pelo MP3. Naquela época eu pensei, ‘Você está louco’, mas ele estava certo.”

McGee disse que sabia pouco sobre o estado de McLaren – que tinha sido diagnosticado com mesotelioma (um tipo de câncer que ocorre no mesotélio, um revestimento protetor que cobre a maioria dos órgãos internos do corpo).

“Ele era o rock 'n' roller definitivo, ele entendia o rock’n’roll com brilhantismo”, acrescentou ele. “Eu conhecia muitas pessoas próximas de Malcolm e eu não sabia que ele tinha câncer. Ele veio num flash e se foi num flash.”

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 14 de abril de 2013

653 acessosVinil: os 10 discos mais caros do mundo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sex Pistols"

Time MagazineTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

LoudwireLoudwire
As mortes mais estranhas do rock

BandasBandas
Cartazes minimalistas com seus nomes

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Sex Pistols"

Rolling StoneRolling Stone
As 500 melhores músicas segundo a revista

Solos de guitarraSolos de guitarra
Lista dos 50 melhores segundo a NME

Lars UlrichLars Ulrich
Vomitando no camarim do Guns N' Roses

5000 acessosSlipknot: Demissão de Joey Jordison foi a decisão mais difícil da carreira5000 acessosArnaldo Jr: Colecionador de ítens relacionados ao Metallica5000 acessosEm 10/08/1993: Euronymous é assassinado por Varg Vikernes5000 acessosIron Maiden: Bruce Dickinson votou pela saída do Reino Unido da União Europeia5000 acessosShows e Festivais: 13 tipos de metalhead que você sempre encontra5000 acessosCordas de guitarra: como elas são vistas no microscópio?

Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online