Guns N' Roses: "por que Axl Rose ainda é 'O Cara'"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Site da Revista Inglesa GG, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 01/04/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

MICK WALL, lendário jornalista de rock inglês, editor da revista Classic Rock e ex-editor chefe do semanário Kerrang! - além de escrutinado publicamente pelo GUNS N' ROSES na faixa "Get In The Ring" do disco "Use Your Illusion II" e ameaçado de morte pessoalmente por AXL ROSE, reafirma sua admiração pela seminal banda de Los Angeles em um texto publicado no website da revista GG Magazine desse mês.

5000 acessosChester Bennington: Slash comenta a morte do vocalista5000 acessosRolling Stone: As 500 melhores músicas segundo a revista

Segue a tradução do texto na íntegra.

O vocalista do GUNS N' ROSES, W. Axl Rose me disse uma vez, “Nós não somos como aquelas outras bandas.” Ele estava se referindo ao tipo de fantasias fabricadas que dominavam o cenário do rock no fim dos anos 80 – os Bon Jovis e Poisons da vida. Mas o que Axl estava dizendo poderia igualmente se aplicar a agora – talvez seja por isso que eles tenham sido escalados para serem a atração principal para os festivais de Reading e de Leeds em 2010.

Quero dizer, sinceramente, quem em 2010 pode proporcionar até mesmo uma fração da vibração eletrificante que o Guns N' Roses original do fim dos anos 80 chegava a ignorar? Algumas podem até misturar sexo e drogas com o rock n' roll deles, mas quantas só aparecem pra tocar quando o vocalista tem vontade, deixando plateias esperarem muitas vezes até alta madrugada até que eles dêem as caras no local do show, do jeito que Axl Rose sempre fez?

Quantos carregam armas, circulam em limusines folheadas a ouro e pagam para ter os bastidores decorados como a Roma antiga, repleto de orgias, leões enjaulados e seguranças vestidos com togas, como o Guns N' Roses supostamente o fez no começo dos anos 90? Quantas demoraram 12 anos e gastaram quase $15 milhões para fazer um disco e então lançaram apenas um single pra ele, recusaram-se a fazer um vídeo-clipe para promovê-lo, ou até mesmo a excursionar para promover a porra da coisa, como o Guns N' Roses fez com seu trabalho de 2008, "Chinese Democracy"? Resposta: nenhuma.

E é por isso que o Guns N' Roses permanece como algo a ser visto – se você puder. Sim, seria melhor se Slash ainda estivesse com eles (e não descarte isso acontecer de novo, não com várias centenas de milhões de dólares na mesa esperando pra que eles o façam) mas em Axl Rose eles ainda possuem a autêntica voz do rock n' roll como ela foi concebida originalmente: brutal, fodona e nunca pedindo desculpas.

Como é que os shows de Leeds e Reading ficarão à altura dessas lendárias performances do GN'R?

Hammersmith Odeon, Londres, Outubro de 1987

A primeira grande apresentação da banda como ato principal em Londres, a reputação deles os precedia e as expectativas eram altas, mas eles corresponderam. Um Axl sem camisa e suado movendo-se como uma cobra pronta pra dar o bote; Slash, seu rosto coberto pelo chapéu e pelo cabelo, apoiando uma bota pesada nos monitores de retorno. De repente, toda outra banda da época parecia tão inofensiva quanto leite da vovó.

Castle Donington – Festival Monsters of Rock, Inglaterra, Agosto de 1988

Contratados como atrações menores do elenco no começo daquele ano, na hora que a banda chegou até lá, eles eram maiores que a atração principal, o IRON MAIDEN. Sendo assim, a enorme plateia acotovelou-se ao palco quando eles entraram, resultando em dois fãs sendo pisoteados até a morte. Ninguém soube disso até que o show tivesse acabado, no que a despedida de Axl à multidão, 'Não se matem!' soou particularmente cabalística.

Coliseum, Los Angeles, Novembro de 1989

Abrir esse show em estádio para os ROLLING STONES deveria ter sido a afirmação da maturidade da banda. Ao invés disso, Axl parou o show no meio para explicar como ele sairia da banda caso "certos membros da banda" não parassem de “dançar com Mr. Brownstone!" - uma referência sutilmente velada aos vícios em heroína de Slash, do guitarrista Izzy Stradlin e o baterista Steven Adler.

Hammersmith, Apollo, Londres, Junho de 2006

Local de seu triunfo no Reino Unido em 1987, agora o momento de seu muito (muito) aguardado retorno ao palco de Londres, resultado: pandemônio total. Axl recusa-se a entrar no palco quase até meia-noite, a plateia ameaça amotinar-se, muitos indo embora amargamente infelizes, para pegarem ônibus e trens pra casa, seguido pelo melhor show de rock em qualquer lugar da cidade naquele ano; Axl com seus dreadlocks costurados à cabeça e feições cheias de Botox ainda incendeia com paixão raivosa.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 02 de abril de 2013

Chester BenningtonChester Bennington
Slash comenta a morte do vocalista

1800 acessosGuns N' Roses: os 30 anos de Appetite na capa da nova Kerrang!2682 acessosWagner Nascimento: Tocar como o Slash?? Muito fácil!!0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Guns N' Roses"

AC/DCAC/DC
Em vídeos antigos, Axl Rose canta duas músicas da banda

Guns N RosesGuns N' Roses
Conheça as tattoos de Steven Adler

Duff McKaganDuff McKagan
Contas do Twitter que ele quer que você siga

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Guns N' Roses"

Rolling StoneRolling Stone
As 500 melhores músicas segundo a revista

Câncer na línguaCâncer na língua
Outros cinco músicos que sofreram deste mal

Mr CatraMr Catra
Uma lista das suas maiores influências no rock

5000 acessosEvanescence: Biel "pediu" estupro de Amy Lee em tweet antigo5000 acessosJohnny Ramone: "Não era bom abrir o show do Black Sabbath"5000 acessosJim Morrison: ele está vivo e criando cavalos nos EUA?4622 acessosSlipknot: dificuldades em gravar um disco sem Paul Gray4716 acessosIron Maiden: Ed Force One atrapalhando o trânsito de Fort Lauderdale5000 acessosSeparados no nascimento: Paul Stanley e Ioná Magalhães

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online