MUCC: entrevista da banda à revista Zy

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Emanuel Seagal, Fonte: JaMe Brasil
Enviar Correções  

O MUCC vem aparecendo em nossas revistas desde a primeira edição da Zy, lançada no dia 1º de novembro de 2001. Eles participaram do evento memorial da nossa primeira edição, como também apareceram nas capas da quinta e da 50ª edições da revista. Já faz oito anos desde sua primeira aparição, e eles cresceram notavelmente durante esse tempo, com suas músicas sendo tocadas por todo o mundo. Sua nova canção, Diorama, será lançada no dia 25 de dezembro exclusivamente na internet. Em suas entrevistas individuais aqui, nós teremos uma visão do que o MUCC tem guardado para a gente no futuro.

publicidade

Tatsuro: Eu realmente sinto que o MUCC mudará bastante em 2010, visto que vocês tocarão no JCB Hall e farão seu primeiro lançamento digital no final do ano.

Tatsuro: Como nós mudamos de gravadora, nosso método de fazer as coisas também mudou. Isso inclui a forma de lançamentos e também a distribuição deles. Downloads são bem práticos também, mas eu nunca consigo descobrir como baixar algo, eu sou velho. (risos)

publicidade

Comparando CDs e downloads, há alguma diferença no conteúdo ou na forma em que você escreve as letras?

Tatsuro: No meu caso, não, eu acho que não. Eu escrevo minhas letras da forma que sempre as fiz. Os outros membros fazem uma cópia bruta de alguma coisa e eu só adiciono as cores - ou se nós estivéssemos cozinhando, as letras seriam o tempero. Eu não consigo escrever sem música. É ótimo poder me expressar dessa forma.

publicidade

Você quer dizer que suas letras expressam o que você sente ou interpreta da música?

Tatsuro: Sim. E elas são o que eu lembro ao ouvir a música. Quando eu escrevo uma música, eu espero que ela se torna uma canção que traga memórias para alguém por ai. Como "essa música me lembra disso e daquele tempo...". Eu também tenho músicas assim.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Lindo Demais: conheça o London, o primeiro smartphone da MarshallLindo Demais
Conheça o London, o primeiro smartphone da Marshall

Metal Moderno: 5 bandas aptas a se tornarem clássicasMetal Moderno
5 bandas aptas a se tornarem clássicas


Sobre Emanuel Seagal

Descobriu o metal com clássicos como Iron Maiden e Black Sabbath. Hoje em dia, entre outros gêneros musicais, e sem se limitar a rótulos, ouve principalmente doom, viking e folk metal. Sempre que possível está em busca de novas bandas que tenham algo a transmitir alem de clichês, e mesmo em meio a tantas novidades não dispensa pérolas como o bom e velho Candlemass. Acompanha o Whiplash! desde os primórdios, tendo iniciado sua vida de internauta no mesmo ano de criação do site (1996). Há algum tempo está envolvido com metal, seja trabalhando com eventos, bandas, gravadoras ou imprensa, na tentativa de contribuir de alguma forma para o crescimento desse que é um dos segmentos mais apaixonantes da música, o metal.

Mais informações sobre Emanuel Seagal

Mais matérias de Emanuel Seagal no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin