Angra: Rafael e Ricardo comentam "The Rage Of The Waters"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Eduardo Macedo, Fonte: MS Metal Press, Press-Release
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 07/08/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

A banda ANGRA está prestes a lançar no mês de agosto o seu sétimo álbum de estúdio, “Aqua”, e como prévia para o seu lançamento disponibilizou o single “Arising Thunder” para download gratuito e veiculou “Lease Of Life” na Kiss FM, importante rádio de São Paulo.

1210 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify5000 acessosLed Zeppelin: Page surtado com bateria de dois bumbos de Bonham

Agora, os músicos do ANGRA soltarão periodicamente suas impressões acerca de cada faixa contida em “Aqua”, até que o material físico seja lançado dia 11 de agosto no mercado japonês.

Desta feita, Rafael Bittencourt (guitarrista) e Ricardo Confessori (baterista) discorrem sobre a quinta faixa do supracitado trabalho, “The Rage Of The Waters”:

Ricardo Confessori: "Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer por todo apoio que vocês deram para meu retorno ao ANGRA. Fica aqui o meu Muito obrigado! Para todos os que torceram por mim e sempre acreditaram no meu trabalho, tenham certeza que dei o meu sangue em cada nota registrada em 'Aqua'. Acredito que é um dos álbuns mais fortes de toda minha carreira na música! Valeu mesmo por todo o suporte, esse disco foi feito Pra vocês!

A minha maior contribuição em termos de composição foi numa música que se tornou muito forte, impactante!

'The Rage Of The Waters' começou com uma idéia de batera, um lance meio afro- latino, pra resgatar um lado do ANGRA que ficou nas nossas memórias pra sempre – o CD 'Holy Land'. Aproveitando toda idéia da minha volta pra banda e dos ensaios no sítio que foi usado na época do 'Holy Land' e também da vontade de se fazer um resgate ao estilo de composição da época, essa canção representa uma homenagem à importância do ANGRA na cena Mundial e brasileira.”

Rafael Bittencourt: "O Ricardo Confessori mostrou uma gravação caseira com as idéias iniciais para essa música. Elas soavam bem diferentes do que estão agora, mas ele tinha uma visão muito clara de como ela deveria ficar. Foi um processo bem interessante uma vez que ele tinha referências do 'Holy Land', e eu e Felipe estávamos tentando fazê-la de uma forma mais contemporânea no ANGRA. O resultado ficou uma mistura de clássico-moderno que me agrada muito.

A letra foi escrita três vezes e é comum. Primeiro falei sobre uma batalha, mas não encaixava no contexto. Na segunda vez falava sobre a ruptura da amizade entre irmãos, mas esse tema já estava sendo explorado no álbum. Decidi então escrever sobre o resumo da estória; mas perdão, maturidade e vingança já tinham sido abordados por meus amigos. Estava lendo sobre como Shakespeare gostava de usar os quatro elementos para representar nossas emoções e intenções.

Então depois de ler o texto pela sétima vez, percebi que a tempestade criada por Próspero era como um personagem escondido e muito importante. A fúria das águas era a personificação da ira de Próspero e a transformação desse elemento. A calma seria sua habilidade madura de superar seus sentimentos de vingança. Também acredito que Shakespeare achasse que a Era de Aquarius seria a do perdão e entendimento entre os povos, mas isso é minha opinião pessoal.”

Em paralelo, o ANGRA continua agendando sua nova turnê mundial em suporte ao seu sétimo álbum de estúdio, “Aqua”, a ser lançado no Japão no próximo dia 11 de agosto e posteriormente no mercado brasileiro dia 17 do mesmo mês.

A data de lançamento do álbum “Aqua” no mercado europeu ainda está indefinida, mas está prevista para acontecer no mês de setembro.

Para maiores informações de como ter um show do grupo em sua cidade, basta contactar a agência Base2 no telefone +55 11 3673-2758 ou no email shows@base2producoes.com.br.

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

AngraAngra
Veja Rafael "ensinando" Valverde a tocar bateria

1210 acessosAngra: discografia de volta ao Spotify1351 acessosAngra e Hangar: Fábio Laguna conta como entrou nas bandas2490 acessosAngra: "reunião" durante aniversário de Paulo Baron, veja vídeo670 acessosBruno Sa: comenta a morte de Paul O'Neill e relembra audição1116 acessosAquiles Priester: No lugar onde montou a sua primeira bateria0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Angra"

Temple of ShadowsTemple of Shadows
A saga do Caçador da Sombra

CoversCovers
Alguns dos mais legais feitos por bandas de Metal

MotivaçãoMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Angra"

Led ZeppelinLed Zeppelin
Page surtado com bateria de dois bumbos de Bonham

SlipknotSlipknot
Root responde qual foi o álbum que lhe deixou viciado em Metal

Marty FriedmanMarty Friedman
"Prefiro mastigar vidro que ouvir Jimi Hendrix"

5000 acessosPaula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal5000 acessosFoo Fighters: "sósia" de Dave Grohl canta com a banda em BH5000 acessosAs tatuagens de Rob Halford5000 acessosCannibal Corpse: Saiba como é dentro de um circle pit5000 acessosDennis Willcock: "Eu não preciso de apoio do Iron Maiden"5000 acessosMetallica: "Eles eram bons em tudo", diz Corey Taylor

Sobre Eduardo Macedo

Teve a felicidade de descobrir o Metal com um álbum de um grupo nacional, Theatre Of Fate dos paulistanos do Viper. Atuante no cenário nacional, Eduardo Macedo administra a empresa de assessoria de imprensa MS Metal Press, juntamente com seu trabalho de redator para o site Portal Novo Metal e para a revista Lucifer Rising, esta última voltada ao que existe de melhor no Metal extremo mundial. Amante de todas as vertentes do Metal, Eduardo tem como foco o cenário brasileiro, onde já contribuiu como vocalista das bandas Tharsis e Veuliah, além de ser um colecionador incondicional de todo material lançado por bandas tupiniquins.

Mais matérias de Eduardo Macedo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online