Accept: "reunião foi como ela deveria ser", diz guitarrista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Marcos Garcia, Fonte: Sleaze Roxx, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matéria de 20/09/10. Quer matérias recentes sobre Rock e Heavy Metal?

Ruben Mosqueda, da Sleaze Roxx, recentemente fez uma entrevista com o guitarrista Wolf Hoffmann, da lenda do Metal reformada ACCEPT. Alguns trechos seguem abaixo.

299 acessosDirkschneider: clipe de "Living For Tonite" do novo DVD5000 acessosEsquisitices: algumas exigências bizarras para shows

Sleaze Roxx: Vocês se reuniram com Udo Dirkschneider de 2004 a 2005, e tiveram uma sequência de aparições de sucesso em vários festivais europeus. Qual é a verdade por trás de Udo não estar envolvido com a banda agora? Ele não quer mais fazer músicas com o ACCEPT?

Wolf Hoffmann: Não, ele não quer; é justamente este o motivo pelo qual não deu certo. Ele não queria se envolver. Basicamente, ele deu um pouco de seu tempo para fazer os shows que você mencionou, e depois quis voltar para seu próprio trabalho. No fim, tínhamos que lidar com isso, pois ele tem sido um artista solo por mais de vinte anos. Sempre soubemos que o ACCEPT tinha um nome forte, então achamos que ele queria continuar trabalhando conosco. Pensamos que tendo todos os músicos originais na banda que isso seria suficiente para incentivá-lo a trabalhar conosco. Ele só não quis fazer isso. Todas as resenhas para as apresentações que fizemos foram favoráveis. Se você tem os fãs e crítica concordando que você ainda tem o que oferecer, é estranho que ele não quisesse ser parte disso. Não poderíamos forçá-lo.

Sleaze Roxx: Podem me chamar de louco, mas haviam algumas boas músicas no disco "Eat The Heat", de 1989. Gostei da voz de David Reece naquele CD, mas obviamente é consenso que a maioria dos fãs foi muito crítica em relação às músicas e à escolha do vocalista. Olhando para trás, você diria que vocês insistiram com David como vocalista efetivo da banda o suficiente?

Wolf Hoffmann: Bem, a idéia era levar as coisas até onde fosse possível. Sendo honesto, a coisa estava fadada ao fracasso desde o início. Era algo com o que estávamos tão envolvidos que, uma vez que a coisa ia mal, não conseguíamos dar fim a ela... Era tarde demais. Fomos longe demais para voltar. Percebemos que nesse processo, que nossas personalidades e a de David combinavam, mas ainda assim fomos em frente. Eu tinha esperança que as músicas fossem fortes o suficiente para funcionar, mas elas simplesmente não foram. Era uma época diferente — mais de vinte anos atrás, e as coisas era difíceis então.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

299 acessosDirkschneider: clipe de "Living For Tonite" do novo DVD1344 acessosAccept: "Nós deixamos as baladas para o Scorpions" diz Wolf670 acessosAccept: Hoffman diz que título do álbum é referência aos dias atuais615 acessosAccept: Valhall Music e AFM relançam os quatro primeiros álbuns753 acessosAccept: confira nova faixa, "The Rise of Chaos"842 acessosAccept: Tracklist do novo álbum é revelada0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Accept"

AcceptAccept
"Balls To The Wall" - a mensagem

Billy CorganBilly Corgan
Revelando seus álbuns favoritos de Metal

AlemanhaAlemanha
Dez das melhores bandas do país

0 acessosTodas as matérias da seção Notícias0 acessosTodas as matérias sobre "Accept"

EsquisiticesEsquisitices
Algumas exigências bizarras de astros para shows

PoisonPoison
Bret Michaels passa o cambão na mãe da Hannah Montana?

Separados no nascimentoSeparados no nascimento
Steven Tyler e Márcia Goldsmich

5000 acessosSlayer: Kerry King acha que Black Metal norueguês é uma merda5000 acessosPete Townshend: "pênis de Mick Jagger é grande e delicioso"5000 acessosFotos de Infância: Bruce Dickinson, do Iron Maiden5000 acessosUltimate Classic Rock: as 25 músicas mais tristes da história5000 acessosCorey Taylor: lesão cervical foi 20 vezes pior que em lutadores do UFC5000 acessosEsquecendo a letra no palco: Bruce Dickinson, Peter Criss e mais

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".

Mais matérias de Marcos Garcia no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online