Mike Terrana: "Sinfonica" combina música clássica com rock

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Kako Sales, Fonte: Blabbermouth.Net, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O baterista Mike Terrana (TARJA TURUNEN, MASTERPLAN, AXEL RUDI PELL, SAVAGE CIRCUS, RAGE, YNGWIE MALMSTEEN) terminou os trabalhos de seu terceiro álbum solo, "Sinfonica", que contém 11 famosas peças clássicas orquestradas acompanhadas de sua execução na bateria.

Mike Terrana e Ítalo Brunno: em tour pelo Brasil com dicas e técnicas para bateristasManowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Terrana comentou:

A idéia para o projeto "Sinfonica" originalmente tomou forma, porque eu queria fazer uma música-tributo a um dos meus bateristas favoritos, Cozy Powell (RAINBOW, BLACK SABBATH, YNGWIE MALMSTEEN).

Cozy morreu tragicamente em um acidente de carro há 10 anos. Eu senti que isso foi uma grande perda para a música e para a comunidade dos bateristas, e eu queria fazer algo no contexto musical para manter sua memória viva.

Em 1976, eu tive a sorte de ver Cozy Powell tocar uma versão abreviada de "1812 Overture", de Tchaicovsky, em seu solo de bateria com o RAINBOW. Foi fascinante assistir um baterista de rock tentar tocar tal peça monumental de música clássica.

Durante o início de 2009, eu estive pensando em como mostrar meu respeito ao Sr. Powell, quando eu tive a ideia de gravar uma nova versão de "1812 Overture". Eu comecei a trabalhar na faixa "1812 Overture" no meio do ano de 2009 e fiquei muito satisfeito com o resultado. Gostei tanto de tocar as faixas orquestradas que decidi procurar por outras 10 peças clássicas. Essa é uma tarefa mais fácil de dizer do que fazer, porque há uma variedade de músicas clássicas por aí, mas nem todas se encaixam no conceito de bateria. Uma vez encontradas as peças corretas, comecei a trabalhar na adaptação e composição dos grooves e viradas de bateria para colocar nas músicas.

Eu tentei visualizar como seria se compositores como Mozart, Tchaicovksy e Rossini pudessem empregar os serviços de um baterista atual para tocar suas composições.

Pouco mais de um ano depois do início deste projeto, eu tenho o prazer de anunciar a finalização de "Sinfonica". Este CD contém 11 peças clássicas, um vídeo com o "making of Sinfonica" e dois vídeos de performances.

"Sinfonica" é a celebração de algumas das maiores e mais famosas músicas clássicas já escritas e um tributo à principal inspiração para este trabalho, Cozy Powell.

O tracklist de "Sinfonica" é:

01. New World Symphony - Antonín Dvorák
02. William Tell Overture - Gioachino Rossini
03. Rondo - J. Mouret
04. Concert For Violin & Oboe - Johann Sebastian Bach
05. Washington Post - John Philip Sousa
06. Barber Of Seville - Gioachino Rossini
07. Pomp & Circumstance - Sir. Edward Elgar
08. Nutcracker Suite - Pyotr Ilyich Tchaikovsky
09. Cancan - Jacques Offenbach
10. Eine Kleine Nachtmusik - Wolfgang Amadeus Mozart
11. 1812 Overture - Pyotr Ilyich Tchaikovsky

A versão de Terrana para "Eine Kleine Nachtmusik" pode ser ouvida no clipe abaixo. Também está disponível o vídeo do "making of" para "Sinfonica".

Para mais informações e para fazer o download do álbum, acesse este local:
http://www.terrana.com/sinfonica/

Mike Terrana é um baterista americano, principalmente do gênero hard rock. Seu primeiro trabalho profissional foi em 1984, com a banda HANOVER FIST, após o qual ele gravou e fez turnês com várias bandas, tocando vários estilos de música no estado de Nova York.

Entre os anos de 1987 e 1997, ele viveu em Los Angeles, trabalhando com artistas como Yngwie Malmsteen, Tony Macalpine, Steve Lukather (TOTO), Jennifer Batten (MICHAEL JACKSON, JEFF BECK), Kuni e BEAU NASTY.

Em 1997, Terrana se mudou para a Europa, primeiro para a Holanda, por seis meses, e depois para a Alemanha. Ele trabalhou com o GAMMA RAY, RAGE, AXEL RUDI PELL, Roland Grapow (ex-HELLOWEEN) e SAVAGE CIRCUS.

Terrana é membro do MASTERPLAN; ele também faz turnês com TARJA TURUNEN. Ele está engajado em projetos do gênero fusion instrumental e faz workshops ao redor do mundo para as empresas que ele endorsa.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção NotíciasTodas as matérias sobre "Mike Terrana"


Mike Terrana e Ítalo Brunno: em tour pelo Brasil com dicas e técnicas para bateristas

Manowar: você acha as fotos da década de 80 ridículas?Manowar
Você acha as fotos da década de 80 ridículas?

Bruce Dickinson: foi difícil evitar as drogas durante toursBruce Dickinson
Foi difícil evitar as drogas durante tours


Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre Kako Sales

Mais matérias de Kako Sales no Whiplash.Net.

adGoo336